..

2024/02/19

Chapa da Ciclo Areeiro - MC para guarda-lamas


A aerodinâmica sempre esteve na cabeça de quem concebe veículos que atingem alguma velocidade
Nas imagens vemos uma chapa que era colocada numa crista por cima do guarda-lamas de motorizadas, tendo uma forma que lembra um cometa.

Assim parecia que a motorizada estava pronta para rasgar o ar durante as deslocações.
Esta é uma chapa da Ciclo Areeiro,  tendo no início o emblema da Metalurgia Casal.

É uma chapa proveniente da antiga Ciclo Areeiro em Lisboa, estando nova e nunca tendo sido utilizada.

Continue lendo...

2024/02/17

Motor Casal M 147 e M 149 - Catálogo de Peças Sobressalentes


Disponível em cópia encadernada A4.
É um trabalho hercúleo, mas dá gosto fazê-lo!
É mais outro catálogo de peças que disponibilizamos, para facilitar a vida de quem tem um motor Casal M 147 ou um motor Casal M 149, que eram usados na Casal Boss.

Como é norma nestes catálogos de peças da Casal, logo no início temos o índice, com as diferentes partes contempladas na publicação.

Depois temos as várias partes do motor ilustradas com os desenhos explodidos das peças - devidamente numeradas, e a relação das mesmas associada à sua designação, na página do lado.

E nele constam as partes nucleares do motor, como aqueles componentes que permitem que ele trabalhe: filtro do ar; carburador e até o escape.

E mais uma vez dizemos: quem gosta de executar os trabalhos e saber ao pormenor o que se passa na sua motorizada, tem aqui uma oportunidade de o fazer.

Para mais informações usar o e-mail que existe na lateral direita do blogue, ou clicar AQUI !

Continue lendo...

2024/02/15

Bicicleta Sóbrinca "nova" com roda 16 (parte 1/2)


Quem corre por gosto não se cansa e sempre alcança!
Dizemos isto por termos conseguido encontrar esta bicicleta Sóbrinca antiga, mas que nunca foi usada, por ter estado estes anos todos guardada numa loja (que em tempos vendeu artigos para criança).

É uma bicicleta Sóbrinca, de Luxo, com rodas 16 x 1 3/8, fabricada em Caldas de São Jorge (o mesmo modelo da bicicleta Sóbrinca com roda 12 que aqui divulgámos há uns anos).

Como se nunca ter sido usada já é muito bom, melhor ainda é quando uma bicicleta destas ainda conserva a etiqueta do preço antigo - 17.600$00 (quase 90 euros nos dias de hoje...) como se pode ver na imagem anterior.

Como será de esperar, conserva todos os autocolantes, ainda com as cores vibrantes que eram usadas na época.
E os pneus são de marca Zandi e são os que foram montados na bicicleta antes de ter saído da fábrica da Sóbrinca.

Na parte traseira, onde acaba o selim, esta bicicleta tem uma bolsa em napa, que tem um fecho com uma argola que se roda para fechar. Lá dentro podiam ser transportadas algumas ferramentas básicas e também algum material para remendar furos nas câmaras de ar!

Esta bicicleta está disponível para venda, para mais informações usar o contacto de e-mail existente na parte direita do ecrã, ou clicar AQUI !

Continue lendo...

2024/02/13

Motorizada Mopede - 29.ª Automobilia de Aveiro / 2023


Na parte exterior dos pavilhões onde se realizou a 29.ª Automobilia de Aveiro / 2023 era possível ver esta motorizada Mopede - Casal, Irmãos & C.ª L.da, de Aveiro à venda.

No depósito de combustível ainda tinha os emblemas metálicos da marca, onde se reparava numa curiosidade: estavam recortados no local onde devia constar a palavra "Zundapp". Na parte inferior do emblema podemos ler "Com motor" e depois temos um espaço vazio no metal.

Como esta motorizada Mopede está equipada com um motor Casal de turbina, houve a necessidade de alterar os emblemas metálicos, para que não originasse confusões no momento da venda. Eram outros tempos e assim se resolvia um problema...

O velocímetro estava aplicado no farol e era da marca Huret.

Continue lendo...

2024/02/11

Folheto motorizada Macal 50 TR


Folhetos há muitos e nos arquivos do Rodas de Viriato não param de entrar, para depois serem divulgados. Nas imagens temos o da motorizada Macal 50 TR.

Esta Macal ficou célebre pela sua pintura em preto, com pormenores em amarelo forte.
O exemplar do folheto tem jantes especiais, com aros de 17 polegadas. De acordo com as características técnicas referidas, a Macal TR 50 pesava 82 quilogramas e o depósito de combustível tinha capacidade para 10 litros.

Podia ser equipada com 3 motores Macal Minarelli diferentes, o P4R; o P5R e o P6R.

Continue lendo...

2024/02/09

Motorizada SIS Sachs V5 Sport restaurada pela AGMotoRestauro


O mundo das motorizadas fabricadas em Portugal continua a fervilhar e há modelos que continuam a ser procurados e restaurados por quem gosta do que é nacional.
Os diferentes modelos das SIS Sachs V5 Sport são um dos que marcaram gerações, o que faz com que sejam restaurados depois de décadas de uso no dia-a-dia.

Nas imagens vemos uma motorizada SIS Sachs V5 Sport que foi restaurada por André Godinho da AGMotoRestauro.
A mota era do sogro do actual proprietário, que lhe fez algumas alterações para que esta fosse mais confortável.

O antigo dono nunca pensou que a motorizada pudesse voltar a ser como quando saiu de fabrica. Para isso foi pintada e restaurada, como se pode ver nas fotografias que se seguem.

Depois de pronta, todos ficaram encantados com o resultado final e o primeiro proprietário até chorou de alegria quando viu.

Quem quiser acompanhar os trabalhos da AGMotoRestauro, pode fazê-lo na Página Oficial do Facebook.

Continue lendo...

2024/02/07

Miniatura da Famel XF 17


As edições comerciais de miniaturas de veículos fabricados em Portugal não são um mercado muito apetecível, pois exigem um investimento que depois poderá não ser recuperado.

Ainda assim elas vão aparecendo. Os jipes UMM são os mais representados, seguindo-se os jipes Portaro.

Entretanto os amantes de veículos de duas rodas com motor foram surpreendidos com a edição de uma miniatura da Famel XF 17. Assim é possível ter a miniatura de uma motorizada emblemática em Portugal exposta numa estante. 

O fabricante da miniatura Famel XF17 é a Maisto, que as produziu para a actual Famel, na escala 1:18.

A miniatura da Famel XF-17 está disponível em duas cores: laranja e preto, vindo numa caixa feita de cartão e de plástico, que permite ver a miniatura sem a retirar da embalagem.

Continue lendo...

2024/02/05

Jipe Land Rover União versão Pick-Up (3/3)


Os faróis colocados junto da grelha na frente deste jipe União Land Rover mostram a sua antiguidade, pois nas versões fabricadas posteriormente, os faróis passaram para a zona dos guarda-lamas, onde já se encontravam as luzes sinalizadoras.

E com este grupo de fotografias terminamos a apresentação deste exemplar que terá sido montado em Angola, quando este território estava sobre domínio português.

Como a carroçaria era feita em alumínio, e este não pode ser pintado com tintas usadas nos automóveis com carroçaria feita em metal ferroso, nota-se uma textura própria na superfície da tinta que cobre a viatura.

Sendo de uma época em que os mecanismos mecânicos garantiam o funcionamento de todo o conjunto, a zona do habitáculo podia ser ventilada naturalmente com o recurso a entradas de ar na frente e com a abertura de um vidro situado na parte de trás da cabina.

Na frente este jipe União não tem a tradicional chapa "Land Rover - União", pelo que fica a dúvida sobre esta situação.

E concluímos com o detalhe de porta da caixa de carga na zona traseira, que funcionava como uma ponte levadiça.

Continue lendo...

2024/02/03

Bicicleta Altis - 29.ª Automobilia de Aveiro / 2023


Esta bicicleta Altis foi uma das que integrou uma exposição de bicicletas antigas de corrida / competição patente na 29.ª Automobilia de Aveiro.

É mais uma marca portuguesa de bicicletas, feita a pensar em clientes muito específicos, que neste caso gostavam de componentes de marcas de qualidade. Estas marcas eram reunidas numa mesma bicicleta, a partir da junção das peças. Por esse motivo vemos no quadro a marca Vitus. 

Como a fuga ao peso é um dos objectivos de uma bicicleta de corrida, esta tinha alguns componentes em ligas metálicas leves. O guiador da Cinelli é um deles.

Esta bicicleta antiga Altis está equipada com bomba de ar de marca Vitus e com uma garrafa plástica para transporte de água.

Continue lendo...

2024/02/01

Folheto moto Macal Dakar Rally YPVS 125


Continuamos com a divulgação de folhetos antigos, desta vez com uma moto de 125 cc fabricada pela Macal.
É a Macal Dakar Rally YPVS 125, que na imagem aparece num esquema cromático com predominância do branco e do preto e com alguns pormenores em vermelho e dourado.

Este folheto antigo está escrito em 4 línguas diferentes: português; francês, inglês e castelhano / espanhol.
Na parte da frente aparecem as características desta moto Macal, relativamente a: quadro; suspensão; rodas; iluminação; dimensões; peso e capacidade do depósito.

No verso temos as características do motor Macal Minarelli Dt 125 YPVS, com 123 cc.; 20,5 cv de potência; 6 velocidades de pé; carburador Dellorto PHBL 27-BS e que era refrigerado a água.

Continue lendo...

2024/01/31

Blindado Bravia Comando MK III (2/3)


Parece um focinho de cão, com umas pestanas grandes; mas é só um pormenor do blindado Bravia Comando MK III que esteve em exposição na 29.ª Automobilia de Aveiro, em 2023.

Nesta publicação vamos mostrar o interior desta viatura blindada concebida para transportar polícias, guardas e militares para zonas onde podiam ser atacados com armas de fogo.

Na parte central do habitáculo destaca-se a estrutura que permitia a rotação da torre no tejadilho. A parte inferior desta estrutura é feita em malha metálica, o que facilitava a passagem de luz num espaço que se caracterizava por ser escuro, ao mesmo tempo que dava aderência ao calçado de quem nela estivesse.

À volta deste elemento havia vários bancos simples, que podiam ser recolhidos, criando mais espaço útil em caso de necessidade.

Na frente o condutor e o passageiro tinham bancos normais, tornando assim as deslocações mais confortáveis.

As portas não tinham forras, pelo que era possível ver a fechadura, bem como a solda das duas secções de metal que a constituíam.

Na primeira fotografia vemos a designação Comando Mk III colocada sobre o capot, que foi acrescentada depois deste Bravia Comando MK III ter sido restaurado, para evitar ser confundido com o Shorland, que não era fabricado em Portugal. 

Continue lendo...