2014/10/26

Vilar Cucciolo MT 50 - XI Automobilia Ibérica da Moita


Continuamos com os 8 anos RDV e com publicações especiais.
Hoje com um veículo algures entre o ciclomotor e a motorizada, do qual pouco sabemos, mas tem uma chapa da Vilar no quadro. Será um veículo legítimo da marca ou uma adaptação?

Que a Vilar foi uma grande empresa, nem todos sabem, mas com facilidade se constata pelos modelos produzidos que versatilidade, diversidade e espírito inventivo não lhe faltou.

Este veículo é a prova disso mesmo.
Mantém o motor Cucciolo da Ducati que a marca usou em grande escala nos ciclomotores, mas tem configuração de uma motorizada, onde o depósito é de maiores dimensões e há uma preocupação em tornar o conjunto mais robusto.

Há ainda um pormenor que se destaca no quadro: o sistema de suspensão traseira, que funciona com um braço oscilante que é amortecido dentro do varão do quadro que faz a ligação entre a coluna da direcção e a zona do selim.

Há ainda alguns pormenores interessantes que aparentemente são originais.
O pneu da roda de trás é da marca Lutador.

Já o pneu da roda da frente é listado e é da Bufalo. Na lateral diz "Motor Extra".

No quadro é visível a caixa do eixo da roda pedaleira, mas a mesma não está presente.

No guarda-lamas de trás há um farolim de Soubitez que aparenta não ser original.

O travão traseiro já era de pedal e funcionava com um método simples, que até parece ser uma adaptação.
Por tudo o que dissemos, perguntamos que Vilar é esta?

seja o primeiro a comentar!

Enviar um comentário