2017/11/02

Triciclo antigo em metal para criança (2/2)


E continuamos a pedalar, desta vez com tracção na roda da frente e deslocando metal maciço, de uma era pós revolução industrial.

Este é o segundo grupo de fotografias do triciclo em metal para criança que recentemente aqui divulgámos, a propósito da implementação da república em Portugal.

Um brinquedo onde é possível ver como se faziam as coisas noutras eras mais afastadas. Por exemplo na zona de ligação entre o quadro e a forqueta / guiador, é possível ver que foi usada solda e rebites para prender os diferentes componentes do metal.

As rodas de trás eram feitas a partir de uma barra de metal curvada até se fechar, tendo depois arames a fazer de raios, que ligavam o aro ao eixo onde a roda prendia ao triciclo.

Na frente, e como a força aplicada era maior, os arames foram substituídos por barrinhas de metal, que fazem alternadamente a ligação do aro ao eixo. Deste modo também se evitava que a roda oscilasse de um lado para o outro.

Na zona do eixo das rodas traseiras, os arames que serviam de raios eram envolvidos no metal que servia de eixo.

No guiador vêem-se ranhuras em parafuso nas extremidades, o que indicia que teria punhos de madeira.

O selim tem um peculiar sistema de ajuste da altura, tendo este sido feito com recurso a perfurações regulares no metal, num dos lados do espigão.

De acordo com a altura pretendida, o espigão era ajustado e preso com o apertar de um parafuso.

O selim tinha uma espécie da napa (pergamoíde?...) que era fixo com recurso a rebites colocados na zona de limite do selim.

Para além disso tinha costuras a direito, tornado a forma mais comprida visualmente.

seja o primeiro a comentar!

Enviar um comentário