2014/03/05

Paulo Pernão e as motos Anfesa

 
(Paulo Pernão na prova Portalegre em 1990, com o número 146)
No seguimento de apresentarmos uma fotografia de Paulo Pernão a participar na prova Guadiana 500 no ano de 1988, recebemos um e-mail do piloto em questão a partir do qual foi possível recolher mais algumas informações sobre as suas aventuras em motos de marca Anfesa, em diferentes provas de competição. O piloto não estava ligado à Anfesa - ANtónio FErreira SAntos, mas começou por competir com esta marca, o que para nós é uma situação que não podemos deixar de divulgar.
 
(Paulo Pernão na prova TransPortugal em 1991, com o número 84)
Paulo Pernão começou a competir ao comando das Anfesa com 34 anos de idade e um pouco por carolice.
Praticou Voleibol, onde foi internacional e começou a andar de mota depois de ter filhos, altura em que deixou de ser seguro continuar a passar as férias e os tempos livres com a família, num barco à vela com 80 anos. Um ano depois das primeiras voltas pelas serras, já estava a fazer competição, situação que se prolongou durante cerca de 12 anos, tendo depois deixado de andar de moto e voltado novamente aos barcos, tendo um blogue popular, o Interesting Sailboats.
 
(Paulo Pernão na prova Portalegre em 1990)
Voltando às competições, a primeira participação numa prova de todo-o-terreno de Paulo Pernão foi na Guadiana 500, usando a Anfesa 175. Sendo novo nestas andanças, a par da Anfesa - cujo motor não estava preparado para responder às solicitações, os resultados conseguidos não foram os melhores.
Entretanto Paulo Pernão adquiriu uma Anfesa RV 250, com motor Rotax, com a qual passou a competir e realizou provas durante 3 anos. A Anfesa 175 acabou por ser vendida para a zona de Coimbra.
Com a Anfesa RV 250 o andamento já era outro. A moto andava bem, o que trazia algumas dificuldades ao piloto. Ainda assim, e falando de resultados práticos, na altura em que no Portalegre corriam cerca de 340 motos, costumava ficar à volta do 100.º lugar.
Depois passou a competir usando motorizações superiores, com motos KTM, tendo chegado a fazer um campeonato completo de TT.
 
(Paulo Pernão na prova Portalegre em 1991, com o número 62)
Segundo o testemunho que recebemos, a moto Anfesa RV 250 era muito boa, particularmente as suspensões que Paulo Pernão gostava de afinar na perfeição. A parte menos conseguida era a do motor, que tinha muitas baixas, mas não a potência dos motores Japoneses, se bem que não andasse longe das capacidades destes. Mesmo assim, e no auge da Anfesa, quando em 1992 organizou um troféu monomarca, Paulo Pernão classificou-se em 4.º lugar.

(Paulo Pernão na prova Raid Costa Azul em 1991, com o número 14)
Sobre a Anfesa, foram-nos avançadas algumas informações que ajudam a perceber a história da marca e a origem dos modelos produzidos.
António Santos era o concessionário Honda da zona de Alcobaça e, para além de comercializar motos, era um entusiasta das mesmas. Começou por aproveitar a existência no mercado de motores de 125 cc e 175 cc muito baratos, tendo comprado o stock de material que resultou da falência de uma empresa oriental (Coreana?...). Deste modo pode fazer motos com as motorizações referidas a preços muito convidativos.
Depois decidiu  fazer uma mota mais a sério, o que iria dar origem à Anfesa RV 250. Para esse efeito foi a Itália e conseguiu uma licença para produzir uma mota de topo, a Kram-it (Enduro e Cross), mas usando o nome Anfesa. Os quadros eram feitos na pequena oficina em Fervença, bem como toda a montagem da mota.
Na altura usavam as melhores suspensões da Marzocchi na roda da frente - as primeiras invertidas enquanto a Honda e Yamaha ainda tinham as suspensões “normais”, e suspensão da Ohlins atrás. O motor era da Rotax. Por este motivo a Anfesa RV 250 e a Kram-it RV 250 são praticamente iguais. 

Agradeço a Paulo Pernão pelas informações e fotos cedidas para publicação no blogue, obrigado!

2 Comentários

José Sá disse...

Boa tarde como fala das ANFESAS com tanto carinho gostaria de falar consigo talvez telefonicamente porque tenho uma APRILIA RX 250 que gasta o mesmo motor agradecia que caso deseje me envie um contacto telefonico afim de trocarmos algumas impreçoes sobre essas verdadeiras maquinas o meu contacto e 918570620 ou 913518716 nome Jose Sa caso deseje enviar o seu contacto envie junto o melhor Horario para ligar agradeço atençao e um bom resto de domingo

Victor Soares disse...

Boas
Acabei de comprar uma Anfesa rv 250 mas tem falta de uma reparação no motor
Será que me pode ajudar de como encontrar algum do material que preciso
Agradecia muito a sua colaboração
Victor Soares
Tlm 912949165

Enviar um comentário