2013/11/01

Carrossarias Irmãos Costas Gaueiro - Bombeiros Voluntários Alcobaça (1/2)


Bem, isto de ler placas antigas, com letras feitas à mão e com formas mais diferentes não é para mim!
Mas com a ajuda dos nossos leitores, chegaremos ao nome correcto!

Este pronto socorro (ou camião) dos bombeiros foi uma agradável surpresa que esteve em exposição na edição de 1012 do Classic' Auto.
Foi carroçado pela empresa Carrossarias Irmãos Costas Gaueiro, ou será Carrossarias Irmãos Costas Caueiro, ou será que se lê "Gaveiro" ou "Caveiro"?... E o "Irmãos", é depois da palavra "Costas"?...

Era um camião dos bombeiros já com muitos anos, bem visíveis nas suas linhas aerodinâmicas. É datado do ano de 1936.

Os tempos eram outros e este camião podia levar cerca de 10 bombeiros e uma série de material para as mais variadas utilizações e realidades.

E o melhor é que cada espaço livre foi aproveitado para levar equipamentos ou permitir arrumar o que fosse necessário.

A base deste chassis longo dos Bombeiros Voluntários de Alcobaça era um Ford V8.
Na lateral da chapa que dá acesso ao motor pode-se ver uma placa com a referência à motorização usada.

E nada como fazer um trabalho com estilo, veja-se esta traseira com formas aerodinâmicas, onde são inseridos os cabos de enxadas e ancinhos, logo ao lado de um motor de bombear água.

Na parte da frente, colocada sobre a grelha que permite a entrada de ar para o radiador, estão colocadas umas letras que dizem: Pronto Socorro Almeida e Silva, que aparentemente terá sido um dos fundadores dos Bombeiros Voluntários de Alcobaça,

A fundação da corporação de bombeiros que detém esta viatura remonta ao ano de 1888. Brevemente mostraremos mais uma série de fotos, com mais pormenores.

3 Comentários

Afonso Loureiro disse...

Carrosserias Irmãos Costa, Aveiro
Não é assim tão difícil ler.

J.B. disse...

Boa noite.
Obrigado pela informação.
Assim faz sentido, mas o "V" de Aveiro ter forma de "U" é que me baralha!
Cumprimentos
JB

cRiPpLe_rOoStEr a.k.a. Kamikaze disse...

mais que uma carroçaria, essa é uma verdadeira obra de arte

Enviar um comentário