2011/08/24

Revista Motor Clássico n.º 53


O n.º 53 da revista Motor Clássico editado recentemente tinha uma série de artigos relacionados com veículos de fabrico nacional, facto que se justifica (como é referido no editorial) pelos dias difíceis que o pais atravessa.
Já aqui afirmei que não há crise nenhuma, se calhar porque me adaptei à situação antes dos outros. Mas o que interessa é falar da revista, por isso ainda bem que há uma dita crise, para vermos aparecer reportagens e artigos sobre veículos de fabrico nacional em publicações que normalmente se preocupam em divulgar máquinas estrangeiras. Situação que resulta de pertencerem a grandes grupos internacionais, que à conta do "barato" publicam os mesmos artigos em vários países. Por uma questão de rentabilização, poupa-se assim em jornalistas e em fotógrafos o que origina falta de emprego e, com mais umas coisas à mistura, a tal dita crise económica e financeira. Quando as coisas não estão muito bem, lá temos de nos voltar para o que é nosso e afinal sempre há trabalho para jornalistas e fotógrafos.
Mas deixando de dar tacadas, passemos (mais uma vez) ao conteúdo da revista...
Cabe ao UMM a honra do 1.º artigo sobre rodas nacionais, inicialmente com um artigo sobre o UMM Alter II Turbo (de Silvino Alves) e depois um outro artigo sobre a vida militar destes jipes. Segue-se um artigo sobre um eléctrico adaptado para rodar com pneus e mais à frente, um artigo sobre a história dos automóveis portugueses.
A secção "Dossier" começa com um ensaio ao Edfor, com várias fotografias antigas e outras realizadas de propósito para esta edição. Segue-se o ensaio ao Sado 550 (da segunda série), também com muitas imagens, sendo que uma delas é junto do edifício do Entreposto (perto do Parque das nações). Esta secção acaba com a apresentação do Prozé, um triciclo motorizado que estava desaparecido até há pouco tempo.
Há ainda uma apresentação do Citroen AX GT BB Cabrio e o "Guia de compra" é sobre o Portaro 320 Campina.
Como se não chegasse, há ainda um artigo sobre as automotoras da série ME da Companhia de Caminhos de ferro do Vale do Vouga e a secção "Miniaturas" é sobre o UMM Cournil que participou no Paris-Dakar em 1984.
A terminar quero agradecer (e ao mesmo tempo fazer uma rectificação) a referência no editorial da revista ao Rodas de Viriato, como "verdadeiro pólo aglutinador de informação sobre os veículos de produção nacional". É bom ver o trabalho reconhecido publicamente, gostava no entanto de dizer que este blogue é mais do que um aglutinador, é acima de tudo um produtor de informação sobre os veículos de produção nacional.
Já não está nas bancas, mas tentem compra pois deve constar na biblioteca de qualquer interessado nestes assuntos.

1 comentário

Miguel Silva Machado disse...

Esteve bem o Motor Clássico na referência que fez ao Rodas de Viriato. Somos muitos os que por aqui passamos, simplesmente para ver as novidades,para recordar, para tirar dúvidas, para recolher informação. Infelizmente alguns, por vezes, quando lhes convém, "esquecem-se" disso.
O Rodas continua um excelente "ponto de encontro" para quem quer saber mais. Parabéns!

Enviar um comentário