..

2022/06/23

Catálogo de Peças Motorizada EFS Fórmula 1


Continuamos a aumentar a quantidade de manuais antigos e de catálogos antigos de motorizadas que estão disponíveis em cópia encadernada, como acontece com este catálogo da motorizada EFS Fórmula 1, fabricada pela E. F. Sucena & Filhos, Lda..

Ao abrirmos a capa vemos o nome das empresas que eram distribuidores gerais da EFS, a saber:
- EFS Motobil, Lda.

Este catálogo está dividido em 20 "grupos" / partes: quadro, suspensão da frente, guiador + guiador carenagem, farol, guarda-lamas da frente, roda da frente, depósito, malas, selim, suspensão de trás, guarda-lamas de trás, roda de trás, patim de travão, caixa de corrente, cabos, instalação eléctrica, fixação do motor e motor (este último ponto não se refere ao motor propriamente dito, mas sim ao "escape").

De um lado podemos ver os desenhos das diferentes partes da motorizada EFS Fórmula 1 identificadas com um número, que na página ao lado está associado à designação da peça (e respectiva referência).

Nos desenhos vemos que há referência a dois tipos de carenagem usadas na montagem deste modelo de motorizada EFS.
O catálogo está impresso em duas cores: amarelo e preto.

Quem pretender adquirir uma cópia deste manual, pode pedir mais informações usando o contacto de e-mail existente na lateral direita do ecrã (ou ver contacto, clicando >>> AQUI <<<).

Continue lendo...

2022/06/21

XV Passeio Motos Antigas - Pedra - Ventosa (Torres Vedras)


Este é o cartaz do XV Passeio Motos Antigas - Pedra - Ventosa (Torres Vedras), que está agendado para o dia 24 de Julho de 2022.
As inscrições começam às 8 horas e 30 minutos, dando-se início ao passeio pelas 10 horas. Pelas 15 horas e 30 minutos será a entrega de prémios.
Só poderão participar no passeio veículos motorizados fabricados até ao ano de 1990.
Para mais informações, usar os contactos existentes no cartaz.

Continue lendo...

2022/06/19

Chapas de motorizada Marope - Barcelos


Há sempre mais uma marca e inventariar e a divulgar....
A Marope é uma delas, estando relacionada com uma marca de motorizadas.

A partir destas chapas de depósito em metal, vemos que a Marope era uma marca de Barcelos - Made in Portugal!

As chapas são em metal com relevo e com pintura.
Cada uma deles tem um elemento central, do qual sai uma asa estilizada, onde se repete o esquema de cores da parte principal.

Continue lendo...

2022/06/17

Bicicleta Vilar roda 12 com selim comprido (2/2)


Pequena de tamanho, mas grande em estilo!

É a bicicleta Vilar roda 12 com selim comprido, da qual aqui mostramos a segunda parte da reportagem de apresentação.

Nas várias fotografias é possível ver pormenores de fabrico e dos acessórios usados, nesta bicicleta antiga para criança.

Na imagem anterior podemos ver o pormenor dos remates em plástico preto colocados nas terminações dos ferros do quadro, por baixo do selim.

Os punhos eram em plástico branco, texturado de forma regular no centro, para garantir maior aderência das mãos.

E a terminar, o pormenor da forqueta com os autocolantes "Vilar" em forma triangular, lembrando galhardetes que eram atribuídos em provas desportivas e culturais.

Continue lendo...

2022/06/15

Chapa antiga de carroça de 1939 - Oliveira do Hospital


Os últimos tempos têm sido bons em termos de chapas antigas, dos mais diferentes tipos.
Nas imagens podemos ver uma matrícula antiga de carroça, emitida pela Câmara Municipal de Oliveira do Hospital.

É do ano de 1939 e está impressa em cor azul, preta e branca.
No canto superior direito tem um emblema onde consta a cruz de Malta, relacionada com esta localidade.

Continue lendo...

2022/06/13

Chapa testa motorizada Casal Lisboa Sport


Recentemente conseguimos esta chapa de motorizada Casal Lisboa, modelo Sport, do ano de 1959.

Como não temos muitas informações sobre a Casal Lisboa (aparentemente ligada à Motosal e que aparentemente vendia motorizadas italianas de marca Santamaria, equipadas com motores Zundapp), aproveitamos para partilhar imagens dela e esperar que apareçam mais dados concretos que ajudem a conhecer melhor a marca.

Ela é em metal com relevo, que foi pintado (dentro das letras Lisboa ainda se encontram vestígios de tinta branca) e depois foi marcada com punções. Curiosamente não consta o número do motor desta motorizada.

Continue lendo...

2022/06/11

Blindado Chaimite em Moura (2/3)


Ontem foi dia 10 de Junho, o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas.
Sendo este blogue sobre os veículos fabricados em Portugal não podemos deixar de assinalar a data, mas apetecendo brincar com esta coisa de ser pela nação, decidimos fazer a publicação no dia 11 de Junho!
Sim, enquanto não recebemos postumamente a Medalha de Ordem de Instrução Pública pelos serviços prestados no estudo e divulgação dos veículos fabricados em Portugal, temos de tirar alguma satisfação do que fazemos, brincando com a nossa realidade. Era ontem que a coisa fazia sentido, mas é hoje que levas a publicação. 

Sim, fazemos muita coisa e somos activos, mas gostávamos de ir mais longe e "o meu país não deixou"...
De momento sentimos que a engrenagem dos portugueses não funciona lá muito bem, pelo que aproveitámos para desanuviar, escrevendo uma tiradas para reflexão.
O blindado Chaimite materializa a capacidade criativa nacional e ao mesmo tempo ilustra esta coisa das engrenagens desengrenadas... Reparem na imagem anterior que um dos veios do eixo de transmissão está desaparafusado (nada como ter o manual de peças do blindado Chaimite 4x4 e confirmar na página 50 o nome da peça!).

Certamente será uma medida de segurança, não vá alguém lembrar-se de fugir com o blindado e armar alguma confusão pelo caminho. 
Mas se por algum motivo de emergência for preciso usá-lo, não podemos!
Depois de termos observado este episódio, já pudemos confirmar noutro exemplar a mesma situação. 

E como notamos alguma exaustão pensativa, a publicação fica mais ou menos por aqui, um bocadinho como as nossas vidas, é o que se arranja!
E se quiserem melhor, tratem de o fazer ou então assegurem que há condições para que seja feito!

Et hoc est, dixi!

Continue lendo...

2022/06/09

Bicicleta de ginástica Miralago M1


Há uns anos divulgámos aqui o folheto da bicicleta estática Miralago M1 - bicicleta estática que permitia a prática de desporto dentro de casa, recorrendo a um aparelho.

Para além de permitir fazer exercícios nas pernas, também podia ser usada para exercitar os músculos dos braços e da barriga / tronco.

A partir destas imagens que nos foram gentilmente cedidas por Filipe Barbosa (obrigado!), podemos ver como era uma destas bicicletas Miralago M1.

Este exemplar ainda conserva os autocolantes que trazia de fábrica.

Continue lendo...

2022/06/07

Cinzeiro Famel Zundapp em cerâmica


É mais outro cinzeiro antigo na colecção, dentro da temática das marcas de motorizadas fabricadas em Portugal e que ficará ao lado do cinzeiro da Famel em metal.

Neste caso o cinzeiro da Famel Zundapp é em cerâmica pintada à mão.
Como na parte de cima da borda exterior está dividido em 3 partes, cada uma delas tem uma palavra: Famel / Zundapp / Águeda.

Na parte central tem o emblema da Famel, com a roda dentada na parte exterior e a letra "F" no interior, seguindo a cromática em uso pela marca.

No verso vemos que foi produzido na Fábrica do Outeiro em Águeda. 
Curiosamente, a palavra "Águeda" está mal escrita, tendo sido trocadas as posições das letras "G" e "U", lendo-se "Augeda". Pormenores que tornam esta peça ainda mais espacial!

Continue lendo...

2022/06/05

Catálogo bicicletas Órbita - Série Montanha #3 (1991)


No início dos anos 90 do século passado as bicicletas de montanha eram a grande sensação. As pessoas achavam que o regresso ao campo e à natureza podia ser feito com recurso a uma bicicleta, juntando a isso a prática do desporto. Por outro lado as fábricas podiam apresentar novos produtos, que levariam a novas vendas / ao consumo de mais produtos. Quando a desvalorização está latente dentro de nós, tudo serve para que não nos sintamos mal... Quem quer andar com uma bicicleta "fora de moda"?...
Na imagem vemos a foto da bicicleta com a referência 01.06.0502 - MTB 502 que a Órbita colocou no seu catálogo da Série Montanha de 1991.
Na ficha técnica da bicicleta há a referência a quadro em tubo de aço, aros 26 x 1.75 em alumínio (com pneus bicolores), travões de ferradura, pedaleira dupla e 10 velocidades.

Continue lendo...

2022/06/03

Capa catálogo peças Famel Zundapp


Já dissemos que somos adeptos do chamado processo invertido, em que uma informação ou a posse sobre / de algo, pode começar por uma parte desse algo. Deste modo evitamos que as coisas se percam, pois no mundo do coleccionismo, há quem ache o que está incompleto não deve existir e não tem valor.

Esta capa de um catálogo de peças das motorizadas Famel Zundapp é um desses exemplos, pois está incompleta, faltando as folhas no interior.

Que importa isso?
No coleccionsimo (e na vida!), é tudo uma questão de tempo. Lá chegará o dia em que as folhas do conteúdo, ou até um conjunto completo, aparecerão.

Entretanto podemos ver que este catálogo Famel Zundapp tem a capa em cartão prensado verde, com letras e emblemas impressos a branco.

No interior vemos que a encadernação é conseguida com recurso a argolas metálicas de mola.

Continue lendo...

2022/06/01

Chapa ciclomotor / bicicleta Câmara Municipal Cascais


Continuando a divulgação de chapas camarárias antigas usadas em ciclomotores e em bicicletas, mostramos hoje um exemplar da Câmara Municipal de Cascais.
É em metal que foi esmaltado a branco, com números, letras e elemento gráfico de cor preta.

No verso podemos ver duas iniciais do fabricante: J.C.

Continue lendo...

2022/05/31

Cinzeiro da Fundições do Rossio de Abrantes (preto)


Esta é outra versão do cinzeiro antigo com publicidade à Fundições do Rossio de Abrantes, também em metal, com a imagem publicitária no centro.

Neste caso todo o cinzeiro é preto, tendo a parte central em prateado, do metal.

No verso não tem nenhuma marca do fabricante impressa.
Este cinzeiro está disponível para venda, para mais informações usar o contacto de e-mail existente na lateral direita do ecrã (ou ver contacto, clicando >> AQUI <<).

Continue lendo...

2022/05/29

Bicicleta Órbita Columbia 81 (2/3)


Apresentamos mais um conjunto de fotografias detalhadas de uma bicicleta Órbita Columbia 81 antiga, o que é sempre bom para quem tem uma e pretende obter informações ou fazer comparações.

Uma das características desta bicicleta é que tinha as jantes pintadas de branco, situação que era diferente do que se costumava ver: jantes em metal cromado (ou em Inox).

Este exemplar ainda tinha o autocolante do vendedor colocado no quadro da bicicleta, a Moto Bela, da Parede.

No guiador tinha uma campainha igual às que se usavam noutras bicicletas para crianças, com um elemento gravado no centro.

Na parte de trás do selim tinha um reflector de grandes dimensões de marca ULO.

E no quadro tinha um autocolante da marca Sears conhecida por fabricar este tipo de bicicletas.

Continue lendo...