.

2020/06/03

Livro de instruções do Berliet Tramagal GLR8 M3


A Metalúrgica Duarte Ferreira, S. A. R. L. produziu muitos camiões em versões militares, que já aqui divulgámos, como o Berliet-Tramagal GBA ou o Berliet-Tramagal GBC.

Mas também fabricou camiões em versão civil, como o Berliet Tramagal GAK e o Berliet Tramagal GLR8 M3, do qual aqui divulgamos o livro de instruções.

É um camião com dois eixos como podemos ver na imagem anterior, que mostra uma foto de uma versão equipada com caixa basculante.

O manual tem boa apresentação, estando impresso a duas cores, tendo fotografias e desenhos relativos aos assuntos abordados, bem como duas folhas com dobragens, onde se vêem esquemas relacionados com o camião.

Pelas fotografias vemos que é uma adaptação de um manual em francês, pois nas imagens vemos camiões com uma placa "Berliet", em vez de terem uma placa "Berliet Tramagal" (que seriam fabricados em Portugal).

O manual está organizado em 3 secções: Características, condução e manutenção.

Na parte das características ficamos a saber que este camião funciona a gasóleo (com motor tipo MDU M3) ao contrário das versões militares, que eram multi combustíveis.

Ao longo das várias páginas encontramos conselhos para o condutor tirar o maior rendimento e longevidade deste camião Berliet Tramagal GLR 8.

Agora que já temos o livro de instruções, só nos falta ter o camião!

Continue lendo...

2020/06/02

Cinzeiro da Galucho em metal


Mais outro colecionável da Galucho, de José F. Justino (Herdeiros), Lda. que entra para a colecção.
É um cinzeiro em metal, desta vez com a zona central impressa.

O cinzeiro tem forma circular, tendo três zonas salientes, à mesma distância umas das outras, onde se podia colocar um cigarro.
Na parte impressa é referido que a Galucho era uma fábrica de alfaias agrícolas, vendendo reboques, carrocerias e basculantes para camiões.

Continue lendo...

2020/06/01

Pin com logótipo de UMM


No meio das quase 2 dezenas de pin antigos relativos a jipes UMM, estava a faltar o pin com o logótipo da UMM - que passou a ser usado com a versão do jipe UMM Alter.
Nele vemos as letras UMM e o emblema a verde, onde no centro uma seta aponta para cima.

No verso vemos que o fabricante deste pin da UMM foi a Publipin.

Continue lendo...

2020/05/31

Motorizada EFS Motoesa Mini Puch - Exposição Bicicleta Motorizada


Este é o segundo veículo de duas rodas com motor que divulgamos e que está equipado com motor Puch, fazendo parte da exposição Bicicleta Motorizada, no Centro de Artes de Águeda.

É uma mini motorizada EFS Motoesa Mini Puch, com motor automático, com arranque por cordel.

Este modelo de motorizada tem dimensões muito pequenas e foi pensado para poder ser transportado numa mala de um automóvel.

Por esse motivo as hastes do guiador podem ser desapertadas e viradas para baixo, reduzindo a altura da motorizada..

Mas não é por ser uma mini motorizada que não pode transportar pequenas mercadorias na grelha do suporte de mercadorias, colocado por cima do farol.

Este exemplar estava equipado com um pneu Zandi de piso listado na roda da frente, sendo este o pneu com que vinha de fábrica.

E terminamos com uma foto da jante em metal, com aberturas em forma quase pentagonal.

Continue lendo...

2020/05/30

Catálogo bicicletas Órbita - Bcicleta referência 01.03.0210


As senhoras também têm direito a pedalar de bicicleta com alguma velocidade, pelo que a Órbita fabricou modelos com o quadro aberto, como no caso da bicicleta Órbita que vemos na imagem, com a referência 01.03.0210, retirada do "Catálogo de bicicletas Órbita com 3 bicicletas na capa".
Para dar um ar mais ligeiro à bicicleta, o quadro tem dois tubos em metal a ligar a zona do coluna da direcção, à zona da roda pedaleira.
Esta bicicleta estava equipada com guarda-lamas, com grupo eléctrico e com suporte de mercadorias.
Os selectores das mudanças estão colocados na zona do guiador, certamente por não ser fácil aplica-los nos dois tubos metálicos referidos (onde normalmente eram fixados).

Continue lendo...

2020/05/29

Cinzeiro antigo da Sonap em alumínio


Já vamos precisando de várias secretários ou mesas para colocar os cinzeiros da colecção, mas o que vale é que alguns, como este cinzeiro da Sonap, podem ser guardados com facilidade.

Como se pode ver pelas imagens é feito em metal e tem impresso o emblema da Sonap.
No verso podemos ver a marca do fabricante, a Fotal do Porto.

Este cinzeiro está disponível para venda, para mais informações usar o contacto de e-mail existente na lateral direita do ecrã.

Continue lendo...

2020/05/28

Bicicleta amarela Sirla de senhora com cesto (2/3)


Mais um grupo de fotografias da bicicleta amarela Sirla de senhora com cesto que temos estado a divulgar.

Aparentemente ainda conserva os pneus originais, como os que eram usados em bicicletas para a prática de ciclismo na época, tendo as laterais da cor da borracha.

Esta bicicleta Sirla tem sistema eléctrico, o que não inviabiliza ter um reflector no guarda-lamas traseiro.

Tem ainda reflectores de cor laranja aplicados nos raios das rodas, de modo a que se veja a bicicleta à noite, quando incide uma luz sobre estes componentes.

O selim é de cor castanha, forrado com napa, tendo sido fabricado pela marca Selcentro, de Barrô (Águeda).

Tem duas molas na parte traseira, para amortecimento (note-se que esta bicicleta não tem amortecedores, situação comum na época).

Na traseira tem um suporte para transporte de mercadorias, com mola na parte superior. Num dos lado tem uma pega em metal, onde se podia prender uma mala.

Continue lendo...

2020/05/27

Casaco antigo com publicidade à SIS Sachs


VENDE-SE - Casaco antigo disponível para venda!
A tarefa de encontrar bons artigos publicitários dos fabricantes portugueses de veículos pode parecer fácil, mas é daquelas coisas que só experimentando, é que se sabe como é.

Ao contrário do que é regra em Portugal, o trabalho dedicado e o esforço acabam por dar resultados e frutos, como acontece no caso das imagens que mostramos.

São de um casaco antigo, mas nunca usado da marca SIS Sachs, como aquele que já aqui divulgámos em 2018.

Do que conseguimos apurar, é do início dos anos 80 e ainda está dentro da embalagem original.

É do tamanho "M" e foi fabricado pela Comer, empresa portuguesa, tendo uma etiqueta com referência a PⓇTex.

O casaco tem um gorro, que aperta com recurso a um cordel.
Em cada lado tem um bolso exterior e no centro aperta com fecho-éclaire.

Este casaco está disponível para venda, para mais informações usar o contacto de e-mail existente na lateral direita do ecrã.

Continue lendo...

2020/05/26

Fábrica de Brinquedos Novorim - Catálogo antigo / Triciclo ref. 3


As diferenças nos triciclos antigos são pequenas, mas existem, seja nas rodas, nos pedais, nos elementos em metal, seja na sua configuração.
No caso deste triciclo vendido pela Novorim, vemos que o encosto para as costas está em posição mais elevada do que noutros casos.

É o triciclo com a referência n.º 3 do catálogo antigo da Fábrica de Brinquedos Novorim que temos divulgado.

Continue lendo...

2020/05/25

Camião Leopardo dos B. V. de São Brás de Alportel (6/8)


O tipo de letra usado para identificar o camião Leopardo dos Bombeiros Voluntários de São Brás de Alportel é inconfundível, pelo que só pelas letras, já se sabe de que veículo se trata.

Hoje mostramos mais um grupo de fotografias com diferentes pormenores, como as aberturas no capô do camião - que vemos na imagem anterior, e que serviam para facilitar a circulação de ar no compartimento do motor, facilitando assim o seu arrefecimento.

No tejadilho vemos as luzes sinalizadoras de emergência, de cor azul, protegidas por uma grelha metálica, evitando assim que fossem destruídas ao passar em caminhos com ramos de árvores que estejam mais baixos.

Ao abrirmos a porta deste camião, vemos que tem uma forra concebida propositadamente, o que mostra o nível de preocupação com os detalhes tido pela Bravia e pela VM - Veículos Motorizados. Está pintada de preto, uma cor neutra e que não evidência com facilidade sujidades.

Ao olharmos para a parte inferior deste camião Leopardo, vemos um pormenor interessante: uma chapa da Bravia relativa ao eixo da roda traseira. Nela vemos que o eixo era o modelo BSDHD, bem como outras informações técnicas.

Este camião fabricado em Portugal tem dois eixos de rodas na traseira, para suportar o peso da água e para conseguir progredir em terrenos sem caminhos. Para além disso tinha tracção nas 6 rodas, o que o torna uma máquina imparável.

Entre as rodas vemos o feixe de molas que suportava o peso do conjunto e que amortecia as irregularidades do piso. Como é fácil de imaginar, são robustas e largas.

Num dos pneus vemos um remendo da recauchutagem que sofreu e que mostra como os problemas eram resolvidos no passado! A faixa de borracha aplicada não tinha o comprimento suficiente para o diâmetro do pneu, pelo que foi colocado um acrescento, visível na imagem anterior.

Na traseira vemos o pneu sobressalente deste camião, que ao contrário dos outros que temos mostrado, não está arrumado por cima do tanque de água.

Continue lendo...