2018/07/18

Citroen AX BB Cabrio GT - Salão Motorclássico 2018 (2/3)


Com tanta paisagem bonita e com tantos dias de sol, bem que podíamos ter como desígnio nacional o objectivo de cada família ter um automóvel descapotável.

Objectivo este que já podia ter sido alcançado há 2 décadas, quando surgiu a ideia de transformar um Citroen AX GT, num Citroen AX BB Cabrio GT, como aquele que vemos nas fotografias.

Com capacidade para 4 pessoas viajarem de forma confortável e sem ser de dimensões muito grandes, podia ter sido uma ideia com pernas para andar. Ou melhor, com rodas para andar!

Mas a realidade foi outra e os Citroen AX BB Cabrio foram produzidos numa pequena quantidade.

Enquanto não temos um museu do automóvel de fabrico português, podemos encontrá-los em salões de automóveis antigos e em passeios de entusiastas da marca Citroen.

Este esteve à venda no Salão Motorclássico 2018 e estava pintado de verde escuro.

Continue lendo...

2018/07/17

Tabela de preços António Gentil Horta & Irmãos L.da - 1955


11 anos depois de termos iniciado este projecto que tem uma actualização a cada dia que passa, continuamos a descobrir marcas que produziram veículos em Portugal e que ainda não constam no nosso inventário.

Mas como se costuma dizer, não perdem pela demora!
Hoje mostramos a tabela de preços da empresa António Gentil Horta & Irmãos L.da, da Lourinhã, onde aparecem produtos relacionados com agricultura com a marca Ágil. Na imagem anterior vemos a bomba de trasfega Ágil.

Esta empresa foi constituída por 3 irmãos, tendo uma oficina metalúrgica onde fabricavam prensas, esmagadores para uvas, pulverizadores e bombas de trasfega, entre outros artigos. Nela chegaram a trabalhar 20 operários.

Este folheto é de 1955, tendo sido impresso a duas cores na Tipografia Penichense, num total de 200 exemplares.

Continue lendo...

2018/07/16

8.º Passeio Motorizadas Antigas - Motorizada Clube da Afeiteira (Vendas Novas)


O Motorizada Clube da Afeiteira continua a sua actividade de promoção dos veículos antigos a motor com duas rodas e já divulgou o cartaz do 8.º Passeio Motorizadas Antigas - Motorizada Clube da Afeiteira, em Vendas Novas.
Este ano a motorizada escolhida para imagem do cartaz foi uma Casal K 185 - uma motorizada com o perfil adequado para passeios pelos caminhos de terra batida da zona!
Como já vem sendo norma, este passeio de motorizadas antigas está inserido nas Festas Anuais da Afeiteira e este ano decorre no dia 5 de Agosto de 2018.
O programa é o seguinte:
- 9 h 30 min: Recepção aos participantes;
- 10 h 30 min: Partida para o passeio;
- 11 h 30 min: Reforço / Bucha;
- 13 h: Almoço.
Este ano houve um aumento do número de inscrições, que são limitadas a 150 participantes, pelo que devem confirmar a presença quanto antes, fazendo a inscrição no bar do GDR Afeiteira e se precisarem de mais informações, podem usar os seguintes números de telemóvel: 967 056 329 ou o 965 735 785.
O evento conta com o apoio de Média Partner do Rodas de Viriato

Continue lendo...

2018/07/15

Bicicleta de corrida Marvil - Salão Motorclássico 2018


Lembram-se de aqui termos divulgado autocolantes antigos para bicicleta Marvil?

Pois aqui fica uma bicicleta Marvil onde eles eram aplicados originalmente.

Trata-se de uma bicicleta de corrida, com quadro e forqueta Reynolds 501.

Na frente, na testa do quadro, tem um autocolante onde se podem ver as letras CM de Castros & Moura, L.da.

Esta bicicleta tinha pneus estreitos, com faixa lateral de cor da borracha, cores que eram usadas no guiador: fita a preto e protecções de travões em borracha na sua cor natural.

Num varão do quadro era possível ver um autocolante da Marvil, onde a primeira letra está ligada à última.

O quadro desta bicicleta tinha uma pintura especial, com vários efeitos realizados com recurso a máscaras, que impediam que certas zonas ficassem pintadas.

O selim era em plásticos preto, tendo impressa a marca marvil.

A garrafa de plástico para transporte de água tinha impressa a marca Bicigal, uma empresa de Torres Vedras.

Continue lendo...

2018/07/14

Manual Lista de Peças - SIS Sachs Top Racing / SIS Sachs Top Racing Sprint


Vende-se ficheiro digital do manual SIS Sachs.
O manual / lista de peças para a motorizada SIS Sachs Top Racing / SIS Sachs Top Racing Sprint é mais um dos muitos manuais que temos disponíveis em formato digital, que entrou recentemente para o nosso centro de documentação.

Na imagem anterior podemos ver o índice da informação que nele consta, ao longo de 25 páginas impressas a uma só cor, datando do início dos anos 80.

Nas páginas do lado direito há desenhos e esquemas dos diferentes componentes / peças / acessórios das motorizadas antigas SIS Sachs Top Racing e SIS Sachs Top Racing Sprint, identificados com números.

Nas páginas do lado esquerdo, os números dos desenhos / esquemas são associados à referência e designação da peça.

Com a informação nele contida é possível esclarecer dúvidas e saber que peças é necessário comprar, ou como as montar, para que as motorizadas SIS Sachs Top Racing / SIS Sachs Top Racing Sprint fiquem a funcionar como quando saiam da fábrica.

Na contra-capa é possível ver uma foto aérea da fábrica da S.I.S. - Veículos Motorizados, Lda. situada em Anadia.
Quem quiser comprar uma versão digital deste manual, pode enviar-nos um e-mail para o endereço existente na lateral direita do ecrã pedindo mais informações.

Continue lendo...

2018/07/13

Bicicleta Sirla tipo montanha ref. 9.00.00.12 - Catálogo bicicletas Sirla


Mais outro modelo de bicicleta retirado do catálogo de bicicletas Sirla - Em cada passeio uma história de amor.
Esta é a bicicleta Sirla com referência 9.00.00.12, equipada com mudanças, garrafa plástica para transporte de água e bomba de ar.

Continue lendo...

2018/07/12

Livro "Berliet, Chaimite e UMM" quase esgotado


Ao longo de várias edições fomos dando conta da evolução do livro "Berliet, Chaimite e UMM - Os Grandes Veículos Militares Nacionais".
Passados vários meses desde que foi lançado, surge a notícia de que está prestes a esgotar. Segundo informação do autor ainda é possível encontrar exemplares à venda em Lisboa, na livraria "Ler" em Campo de Ourique e na Associação 25 de Abril, no Chiado. Na cidade do Porto, é possível encontrá-lo na livraria José Alves e em Almada, na livraria Escriba.
Mais um motivo para que o trabalho seja continuado e editado um novo livro.

Continue lendo...

2018/07/11

Bicicleta BMX de marca Estrela


Na Internet circulam algumas imagens de motorizadas de marca Estrela, com motor DKW, mas não é fácil encontrar uma bicicleta desta marca.

Esta empresa foi fundada em 1958, em Matosinhos, tendo desde o início trabalhado com quase todas as marcas que houve de fabricantes portugueses de motorizadas (Confersil, Famel, SIS Sachs...) e de bicicletas (Órbita, Sirla, Vilar...).

Nas imagens podemos ver uma bicicleta do tipo BMX, com marca Estrela, que muito provavelmente terá sido fabricada pela Órbita. Pertence a Filipe Queiros, a quem agradecemos a colaboração.

Na bicicleta existe um autocolante que indica que as Bicicletas Estrela, de José Dias, se situava na Avenida da República 653 a 661 e na Rua Afonso Cordeiro, n.º 209, em Matosinhos.

Esta bicicleta tem vários componentes de fabricantes nacionais, sendo o selim da Mecel, os pedais da Ciclo-Fapril e os travões da Lusito.

60 anos depois de ser criada, a empresa continua a funcionar, agoira com o nome Estrela Dias, vendendo bicicletas, motorizadas e automóveis, para além de dar assistência aos veículos e representar diferentes marcas de produtos / peças / acessórios.
Saber mais:
- Site oficial da Estrela Dias.

Continue lendo...

2018/07/10

Publicidade antiga às motorizadas e bicicletas Flandria


A marca A. Claeys Flandria não é portuguesa, mas teve uma fábrica em Portugal, em Águeda, onde faziam a montagem de motorizadas e bicicletas Flandria, mas incorporando material nacional. Ao mesmo tempo a empresa também tinha fábricas na Bélgica, em Zedelgen e Zwevezele; em França, em Warneton e na Holanda, em Roosendahl.

Nesta publicidade antiga retirada da revista Duas Rodas n.º 1 de Dezembro de 1970 ficamos a saber mais sobre esta marca, que usava o lema: Flandria - A marca dos campeões / A campeã das marcas.

Continue lendo...

2018/07/09

Folheto do jipe UMM 4x4 Cournil 1979 [41 anos UMM]


É fácil colocar no Facebook, ou noutra rede social, uma imagem com frases como "Torna cada dia melhor do que o anterior", ou "Supera-te em cada coisa que fazes", ou qualquer outra coisa do género, que não conseguimos sintetizar numa frase, mas que concretizamos com acções, é que não é tão fácil de fazer, como de dizer / escrever.

É assim que terminamos a série de publicações especiais que assinalam os 41 anos da criação da UMM, com um folheto muito raro impresso em Março de 1979 e que tem carimbo de um agente suíço, o Autag - Automobil-Handels AG, em Zurique.

Com este folheto podemos ver que a UMM não perdeu tempo a tentar exportar o jipe UMM 4x4 Cournil. Deste modo não ficava limitada ao mercado português, abrindo-se a possibilidade de vender num mercado bem maior, quantidades significativas do todo-o-terreno que fabricava. A juntar a este facto, não nos podemos esquecer que a configuração e o nome Cournil já eram conhecidos internacionalmente, o que podia facilitar as vendas.

O folheto é impresso a uma cor, tendo algumas fotografias do jipe UMM 4x4 Cournil, sendo deste modo possível ver aspectos de fabrico (portas, aro do vidro, capota...) e dos componentes usados - reparem nos faróis e nos farolins... Bem diferentes dos que se costumam ver!

No interior são apresentadas as características técnicas, por entre frases abonatórias, sobre a sua utilização e construção / fabrico. É curioso que em 1979 já referiam que era possível encomendar versões com o volante à esquerda e à direita.

No verso do folheto há desenhos técnicos dos modelos fabricados - Tracteur, Randonneur e Entrepreneur, bem como uma tabela comparativa dos diferentes modelos.

O folheto termina com a apresentação da UMM, importadora da marca Peugeot que montava anualmente 7000 viaturas desta marca. Por motivos de divisas, a marca teve de compensar o que importava, fazendo exportações, tendo para isso começado a fabricar os jipes a partir da licença Cournil francesa.

Continue lendo...

2018/07/08

Chapa antiga depósito de motorizada Apollo XI


No universo das motorizadas nacionais foram usados vários nomes de (ou relacionados com) aviões, foguetões ou de satélites. A Garagem Aliança, de Barcelos, também contribuiu para esta situação usando o nome Apollo XI como marca de algumas das motorizadas que vendia.

No centro do emblema antigo em chapa, vê-se um foguetão a subir no espaço, numa clara referência à missão com o nome Apollo 11, que terá realizado a primeira alunagem.
Mais uma vez repete-se o elemento da coroa que também vemos no emblema da Alifort.
Agradecemos à Garagem Aliança / Paulino da Silva Gonçalves e a João Faria pela oferta desta chapa.

Continue lendo...

2018/07/07

8.º Passeio Motas Antigas Vimeiro


Mais um ano que passou e aqui fica o cartaz do 8.º Passeio de motas antigas, no Vimeiro.
Está agendado para dia 8 de Agosto de 2018, começando pelas 9 horas da manhã e prolongando-se até depois das 15 horas.
Haverá paragens para comes e bebes, bem como uma visita surpresa. O almoço será no Recinto da Festa da Associação C. R. Vimeiro.
Para mais informações, usar os contactos existente no cartaz.

Continue lendo...

2018/07/06

Jipe UMM 4x4 INASI TLF 800 [41 anos UMM]


Continuando a assinalar os 41 anos da criação da marca UMM, divulgamos um exemplar especial dos jipes UMM, que foi preparado para combate a incêndios.

Este jipe UMM 4x4 foi preparado pela empresa INASI - Comércio e Indústria de Máquinas e Viaturas, L.da.

Este fabricante de material contra incêndios e de viaturas especiais, adaptou este jipe UMM 4x4 em 1985, no seu modelo TLF 800.

O modelo teve como base um UMM pick-up sem capota, ao qual foi acrescentado um depósito de água, bem como muito material de apoio em situação de emergência e de incêndio.

Numa das laterais podemos ver alguns manómetros e manípulos relacionados com o motor de bombear água, numa reentrância feita na chapa da carroçaria.

Na parte da frente podemos ver o pneu suplente (da Mabor General) colocado sobre o capô, de modo a deixar espaço livre na traseira, para o material de socorro.

Houve o cuidado de conceber a zona de trás de modo a que fosse possível ter acesso visual ao que se passava na retaguarda do UMM. Nessa zona optou-se pela colocação de uma escada a terminar em gancho, das que permitem subir varadas ou janelas.

Como esta versão de jipe UMM podia ficar pesada quando carregada de água, os cubos das rodas são diferentes, de modo a aguentarem o peso que carregavam.
Foi fotografado no espaço do Clube UMM no Salão Motrclássico 2018.

Continue lendo...