2017/01/16

Encontros Mensais de Clássicos de Corroios 2017


Estamos em Janeiro de 2017 e aqui fica o calendário dos Encontros Mensais de Clássicos de Corroios  - E Entusiastas de Veículos Motorizados 2017.
O local dos encontros é no Parque Urbano da Quinta da Marialva, ou no Jardim Quinta da Água em Corroios (na margem Sul do Rio Tejo), de acordo com a calendarização estabelecida.
Para mais informações ver cartaz.

Continue lendo...

2017/01/15

Caneca 30 Anos Baja Portalegre - Clube UMM


O Clube UMM assinalou recentemente os 30 anos da Baja de Portalegre, prova onde os jipes UMM marcaram presença em força ao longo de vários anos e onde proporcionaram momentos de emoção em muitas das edições.

Tudo começou em 1986 numa época em que o todo-o-terreno era uma modalidade que atraia muitos entusiastas e em que os jipes UMM eram uma boa solução para se participar na prova, fosse de modo mais profissional ou de modo mais amador.

Nos dias 28 e 29 de Outubro de 2016 o Clube UMM esteve presente na prova, fazendo com que os jipes da marca nacional tivessem um lugar de destaque. A caneca que aqui mostramos pretende assinalar a data, seja guardada numa vitrina ou seja sendo usada para se beber um café ou um chá.

Tudo isto não seria possível sem a dedicação de Norberto Liberato a quem agradecemos a atenção!

Continue lendo...

2017/01/14

Sinalizador de solo de estação de serviço Galp


O coleccionismo relacionado com veículos antigos é muito diversificado e, como em tudo, a imaginação é o limite.
Na última edição do Salão Motor Clássico / 2016  esteve para venda no leilão que foi realizado neste evento este sinalizador de solo com o emblema da Galp. Era usado para demarcar o espaço de entrada  / saída nas estações de serviço, especialmente durante o período da noite, pois tem ranhuras de lado que emitem luz.

Estada dentro de um plástico e como não tinha sinais de utilização, certamente era novo.

Continue lendo...

2017/01/13

Decalque antigo das bicicletas Strong - Guaranteed


Os decalques antigos são a linha de fronteira entre um restauro e um restauro fidedigno. E dizemos isto porque os decalques eram fabricados de um modo que hoje não é fácil de reproduzir, nem de imitar.

No caso deste decalque das bicicletas The Cycles Strong podemos ver o tipo de linha do desenho, que é irregular e, mais especial ainda, a tinta do leão é num dourado com brilhantes.

São pormenores, mas quando se reproduz um elemento destes até é possível imitar o tipo de letra, mas quando é necessário imitar a tinta dourada, o mais prático é ficar-se por um amarelo que esteja perto do tom, mas que está longe da realidade.

Nas imagens vemos um par de decalques que chegaram até aos dias de hoje e que nos permitem ver como é que era!

Continue lendo...

2017/01/12

Motorizada Diana FC 17 - Oficina Moto & Restauro


Na oficina Moto & Restauro entrou recentemente uma motorizada de marca Diana FC 17 do ano de 1970 para ser restaurada.

No depósito tem um emblema redondo com a marca Diana e FC 17. O "FC" é relativo a Fausto de Carvalho.

No guarda-lamas da roda da frente até aparece a chapa desta empresa de Sangalhos, chapa essa que tem do lado esquerdo o emblema da empresa e ao centro a referência a "Importação e Montagem".

Sendo uma motorizada de fabrico nacional, não é de estranhar que o motor escolhido para equipar esta motorizada fosse o Casal M 152 de turbina.

Na lateral do guarda-corrente ainda é possível ver o decalque original da marca Diana, bem como outro colocada na parte inferior do cromado do amortecedor.

Na roda da frente estava montado um pneu fabricado pela CNP, um Bufalo de medida 21 x 2.75.

A motorizada está pintada de azul, com partes a branco.
Os cromados também estão presentes em grande quantidade.

Em termos de componentes de fabrico nacional também temos o cubo da roda traseira que é da EFS, como se pode ver pelo emblema em relevo nele existente.

Já o farol tem o velocímetro embutido na parte de cima e o aro é cromado, tendo o emblema da Miranda e Irmão, L.da.

Para mais informações sobre motorizadas, podem visitar a página da Moto & Restauro no Facebook e se precisarem de telefonar para a oficina, aqui fica o contacto Moto & Restauro - telemóvel 962448182 ou o 968423967 (Moche) ou pelo e-mail jadantunes@hotmail.com.

Continue lendo...

2017/01/11

Fotografia antiga com triciclo visto de frente


Certamente não é o Zézinho depois de ter crescido, mas o triciclo temos a certeza que não é o mesmo.
Mais uma fotografia antiga onde é possível ver um triciclo em metal e madeira, com pneus em borracha maciça.

A fotografia não tem qualquer informação no verso, pelo que desconhecemos a data em que foi feita.

Continue lendo...

2017/01/10

Bicicleta Órbita Flex 16 em exposição


Os tempos exigem bicicletas que se arrumem em pouco espaço, seja em casa ou seja num transporte que se use de forma complementar.

Esta bicicleta Órbita Flex 16, aparenta ter sido concebida a pensar no que dissemos anteriormente.

Por esse motivo tem roda 16 que não ocupa muito espaço e permite um bom ritmo de andamento com a ajuda das mudanças.

O pedal tem a particularidade de se dobrar, contribuindo para que a largura da bicicleta depois de arrumada não seja tão grande.

Mas os principais responsáveis pela economia de espaço são o quadro (que é dobrável), o selim e o guiador que podem ser ajustados como se pretender.

Continue lendo...

2017/01/09

De Portaro até Dakar - Em prova # 3


A aventura de ir de Portaro até Dakar entrou na fase de voltar para trás.
O jipe Portaro com quase 40 anos de vida levou os seus tripulantes (e vice-versa!) até à capital da Mauritânia, onde problemas com a caixa de velocidades não permitiram continuam e chegar até Dakar.

Agora que a pressão já não é tão grande, a par da maior facilidade em aceder à Internet, têm feito com que mais notícias, fotos e vídeos tenham sido divulgadas na página De Portaro até Dakar no Facebook, onde entusiastas da marca Portaro têm deixado mensagens de apreço por esta iniciativa que muitos não teriam coragem de levar adiante.
E cá para nós, para o ano há mais e melhor!

Continue lendo...

2017/01/08

Autocolante Armazéns A. S. F. - Acessórios Motorizadas e Bicicletas


Quando visitámos a oficina de José Cardoso em Lamego - localidade onde nos anos 50 do século passado se faziam corridas com ciclomotores com motores Cucciolo, Lutz e Alpino; pudemos ver este autocolante antigo dos Armazéns A. S. F. - que comercializavam acessórios para motorizadas e bicicletas, situado em Mourisca do Vouga.
O autocolante era tão antigo que o número de telefone só tinha 5 dígitos.
Alguém tem mais informações sobre esta empresa? Em caso afirmativo deixe comentário por favor.

Continue lendo...

2017/01/07

Vídeo do fabrico dos comboios Deltrain


Vídeos com processos de fabrico são sempre curiosos e despertam interesse. E quando são de veículos feitos em Portugal, o interesse redobra-se.
No caso do vídeo que hoje divulgamos e que se intitula "Deltrain - the manufacturing process", podemos ver os vários passos de fabrico de um comboio Deltrain Delga e também da respectiva carruagem.
Tudo começa com o projecto, feito num programa informático, seguindo-se a construção do chassi metálico com recurso a solda. Em relação à carroçaria, a mesma é feita com recurso a alguns métodos artesanais, como a utilização de cartão canelado para previsão do que se irá fazer. Depois da construção dos componentes em metal, é altura de se ir para uma estufa de pintura e aplicar a tinta.
Os comboios Deltrain são construídos com componentes novos, sendo mostrados vários no vídeo. Segue-se a montagem de pequenos pormenores e a afinação de componentes. Pouco depois temos o comboio pronto a ir para a rua!
O vídeo está disponível na página da Deltrain - tourist trains no Youtube.com.

Continue lendo...

2017/01/06

Bicicleta Vilar antiga - Veículo do estado?


Ainda esta semana dizíamos que ainda há muito por contar e para escrever sobre a história da bicicleta fabricada em Portugal e as imagens que divulgamos ajudam a comprovar isso e ao mesmo tempo levantam mais algumas perguntas que merecem resposta.

Divulgamos uma bicicleta Vilar antiga que se encontra numa cave de uma escola e que é um pouco diferente das outras que normalmente vemos.

A principal diferença prende-se com o facto de a chapa na testa do quadro ter a marca Vilar e depois por baixo ter a esfera armilar com o escudo nacional.

Por baixo da esfera tem dois campos com números gravados, sendo que um deles aparenta ter sido gravado à mão. Será que esta bicicleta fazia parte das viaturas do estado, tal como acontecia com as motorizadas EFS da GNR? E por isso tinha esse número gravado?

O selim é em couro e também tem a marca Vilar, lendo-se de lado "Fabrico Nacional Vilar - Homem B 90 N2".

Na parte de trás também vemos que o suporte de mercadorias está soldado ao quadro, uma solução que não se costuma observar em bicicletas deste tipo. Será que foi uma adaptação feita por alguém ou, no caso de ter sido fabricada para o estado português, uma exigência feita a pedido?
Agradecemos a Fernando Carrilho pelo envio das fotos!

Continue lendo...

2017/01/05

Catálogo de atrelados Empal - Atrelado motorizada Ref. 2 c/ roda alta


E continuamos a apresentação do catálogo de atrelados Empal para automóvel, motorizada e manuais, com mais um modelo de atrelado produzido pela empresa, neste caso um atrelado para motorizada com a referência 2, igual ao que já aqui mostrámos, mas com roda alta.

Em relação às características técnicas, este atrelado tem chassis em tubo quadrado de 1'' x 1,5 mm; lados e fundo em chapa de 0,8 mm; suspensão de mola vertical e tinha 85 centímetros de comprimentos; 65 centímetros de largura e 22,50 centímetros de altura de caixa.
A diferença está nas rodas que eram de jante 14, com pneus 2,75 - 14.

Continue lendo...

2017/01/04

De Portaro até Dakar - Em prova # 2


O jipe Portaro 260 que está a participar no Sahara Desert Challenge continua em prova e já deixou para trás outros jipes mais recentes e que muitos diriam ser superiores ao nosso 4x4.
Como dizem os mais velhos, palavras leva-as o vento, e a aparente ultrapassada chapa quinada está a dar que falar. Na fotografia vemos o jipe durante a 3.ª etapa entre Assilah e Errachidia.

Já na fotografia anterior (que tal como a inicial foi retirada da página do Facebook do Sahara Desert Challenge), mostra o jipe Portaro 260 e a equipa dos Catatuas durante uma pausa na prova, no final da 4.ª etapa, que tinha sido entre Errachidia e M'Hamid.

Na última imagem vemos o jipe português a atravessar território semi-desértico, tendo a fotografia original sido retirada de uma publicação feita na página De Portaro Até Dakar por Célia Costa.
Mais do que as imagens, sabemos que já há muitas histórias resultantes desta aventura ainda a decorrer para contar... Mas para as saber, vamos ter de esperar um pouco!

Continue lendo...

2017/01/03

Selim antigo Taylor em couro para bicicleta


Ainda há muito por escrever sobre a história da bicicleta fabricada em Portugal, especialmente no que respeita ao espaço temporal relativo ao início do século XX.

As informações que há disponíveis não são muitas, pelo que muitas vezes é preciso correr o risco de falhar ou de errar, pois só assim se pode descobrir a verdade.

É o que provavelmente se passa com este selim de marca Taylor em couro, para bicicleta de corrida.

Será que algum armazenista nacional se inspirou no nome do primeiro afro-americano a ser campeão de ciclismo - Major Taylor?

Ou será que este selim era usado em bicicletas Jack Taylor e estamos a querer que ele seja de fabrico nacional?

Só com a colaboração de quem nos lê podemos esclarecer a situação. Mas uma coisa é certa, este selim já tem muitos anos.

Reparem por exemplo na porca de forma quadrada (e não sextavada) que foi usada na parte inferior deste selim.

Continue lendo...