2010/09/30

Comboio em azulejo de fontanário


Há quem se esforce por aproveitar épocas de dita crise, para justificar desinvestimentos em áreas de interesse público. O que nem sempre se torna público, é que esse interesse não é desinteressado.
Com a ajuda dos meios de comunicação social, que recorrem ao medo como forma de manter e aumentar audiências, os resultados são garantidos!

Este fontanário é exemplo de que se pode pensar no bem de todos, sem que o mesmo tenha de ser sacrificado em nome de alguns.

É um fontanário de formas simples e de baixo custo. Certamente é uma obra do tempo do outro senhor, mas nota-se que foi feito com gosto.

Está decorado com azulejos, que por sua vez estão decorados com desenhos simplificados de um comboio a vapor e respectivo vagão do carvão, um pato e um caracol, um mocho, um rapaz vestido de marujo a passear o cão e um burro feliz da vida.

Burro e feliz da vida acabo este post, dizendo que o fontanário foi fotografado no Algarve, onde estava escondido por uma placa que anunciava uma empreitada de arranjo da via pública e com a calanização vedada...
Coisa mais inútil não há, pelo que até podia ser retirado do local... E vir para minha casa, onde ficava bem na sala...

seja o primeiro a comentar!

Enviar um comentário