2018/07/09

Folheto do jipe UMM 4x4 Cournil 1979 [41 anos UMM]


É fácil colocar no Facebook, ou noutra rede social, uma imagem com frases como "Torna cada dia melhor do que o anterior", ou "Supera-te em cada coisa que fazes", ou qualquer outra coisa do género, que não conseguimos sintetizar numa frase, mas que concretizamos com acções, é que não é tão fácil de fazer, como de dizer / escrever.

É assim que terminamos a série de publicações especiais que assinalam os 41 anos da criação da UMM, com um folheto muito raro impresso em Março de 1979 e que tem carimbo de um agente suíço, o Autag - Automobil-Handels AG, em Zurique.

Com este folheto podemos ver que a UMM não perdeu tempo a tentar exportar o jipe UMM 4x4 Cournil. Deste modo não ficava limitada ao mercado português, abrindo-se a possibilidade de vender num mercado bem maior, quantidades significativas do todo-o-terreno que fabricava. A juntar a este facto, não nos podemos esquecer que a configuração e o nome Cournil já eram conhecidos internacionalmente, o que podia facilitar as vendas.

O folheto é impresso a uma cor, tendo algumas fotografias do jipe UMM 4x4 Cournil, sendo deste modo possível ver aspectos de fabrico (portas, aro do vidro, capota...) e dos componentes usados - reparem nos faróis e nos farolins... Bem diferentes dos que se costumam ver!

No interior são apresentadas as características técnicas, por entre frases abonatórias, sobre a sua utilização e construção / fabrico. É curioso que em 1979 já referiam que era possível encomendar versões com o volante à esquerda e à direita.

No verso do folheto há desenhos técnicos dos modelos fabricados - Tracteur, Randonneur e Entrepreneur, bem como uma tabela comparativa dos diferentes modelos.

O folheto termina com a apresentação da UMM, importadora da marca Peugeot que montava anualmente 7000 viaturas desta marca. Por motivos de divisas, a marca teve de compensar o que importava, fazendo exportações, tendo para isso começado a fabricar os jipes a partir da licença Cournil francesa.

seja o primeiro a comentar!

Enviar um comentário