2016/01/31

Scooter Lince L7C - Proposta


Uma scooter concebida em Portugal poderá parecer estranho para muitos...
Mas ao contrário do que se pensa, no passado tivemos muitas scooters e algumas marcas desenvolveram / venderam vários modelos.
Os que vêem o copo meio cheio, dizem logo que foram scooters como a Rosengar Capri, que era importada de Itália e rebaptizada em Portugal... Mas não é bem assim!
Podemos começar pela scooter Famel Victoria, e já que falamos nesta marca, seguiu-se a Famel Faxion e mesmo no final de vida da empresa, a Famel Electron (esta última tinha motor eléctrico).
Já a scooter Casal S 170 / Carina é a mais divulgada e conhecida, pois foram vendidos muitos exemplares e até teve pequenas evoluções ao longo do processo de fabrico.
A Macal também vendeu várias scooters, tendo entrado no mercado com muitos modelos nos anos 90. Quem não se lembra  da Macal Super Sport, da Macal CY 50, da Macal Adly, da Macal Thunder e da Macal Sting?

Pois a aventura das scooters portuguesas não vai ficar por aqui, pois Tiago Alves da marca portuguesa de design dos veículos Lince acaba de lançar uma proposta de uma scooter que para além do cunho nacional, também incorpora peças com materiais tipicamente portugueses, mais concretamente a cortiça! A Lince L7C é o resultado de 7 meses de investigação e de trabalho.

Os punhos e o selim da lince L7C foram pensados para serem fabricados em cortiça. Deste modo, quando este ideia entrar na linha produção, para além das vantagens em se usar um material natural e com características únicas, também se estarão a desenvolver outros sectores e áreas de negócio, contribuindo para o desenvolvimento económico do país.

A scooter Lince L7C foi concebida com cuidado, havendo vários pormenores onde se aproveitou a forma quase hexagonal do símbolo da marca para dar forma a componentes, como no farol, no farolim e no painel de instrumentos.
Quando surgir o 1.º protótipo funcional lá estaremos para o experimentar e aqui relatar o que experimentámos.
Recomendamos que acompanhem o desenvolver deste e de outros projectos da Lince, seguindo a sua página no Facebook.

Continue lendo...

2016/01/30

XIII Encontro Nacional de Bicicletas Antigas - Burinhosa


Mais um evento que marca o calendário de encontros / concentrações de bicicletas antigas em Portugal, o XIII ENBA - Encontro Nacional de Bicicletas Antigas - Burinhosa e que começa a avizinhar-se.
Está agendado para dia 24 de Julho de 2016 e brevemente contamos divulgar mais informações do evento.

Continue lendo...

2016/01/29

Jipes Portaro - Catálogo horizontal - 40 anos Portaro


E continuando a assinalar os 40 anos do início da comercialização do jipe Portaro, apresentamos um catálogo horizontal que será de finais de anos 70 / início de anos 80.

Tem formato próximo do A4 e apresenta fotografias de página inteira a cores, alternando com páginas impressas com as características deste todo-o-terreno fabricado em Portugal.

Logo no texto de introdução é apresentado como veículo de trabalho, estudado e preparado para operar debaixo das mais agrestes condições climáticas, sendo construído pela GV - S.E.M.A.L. em colaboração com a Auto Dacia na versão diesel.

Houve o cuidado de fotografar o jipe Portaro junto de monumentos relacionados com a época de ouro da nossa história, como o Mosteiro dos Jerónimos, o Padrão dos Descobrimentos ou a Torre de Belém.

Na altura estavam disponíveis as seguintes versões de jipes Portaro:
- Portaro 250 DGL - modelo de luxo equipado com capota metálica, 2 assentos na cabine e 2 na traseira;
- Portaro 250 DL - modelo equipado com capota metálica com janelas laterais. A porta traseira tinha uma ampla janela na parte superior;
- Portaro 250 D - modelo com capota de lona a todo o comprimento, com janelas laterais e traseira;
- Portaro 250 DP - modelo equipado com cabina e capota de lona de 3/4;
- Portaro 250 DCH - modelo com chassis nu, sem cabina, mas com assentos de cabina; ou chassis nu com cabina ou com cabina e caixa aberta.

Neste folheto com o 4x4 de marca Portaro há ainda desenhos técnicos do jipe visto de diferentes posições, bem como as características do chassis, da suspensão, dos travões e as medidas / dimensões exteriores, interiores da cabina e da caixa de carga.

Houve ainda espaço para apresentar o jipe Portaro a passar por uma zona mais rural, de piso alagado, o que proporcionou uma bela fotografia!

Curiosamente nas fotografias o Portaro verde tem na lateral a designação 240.

O motor a diesel (gasóleo) tinha 4 cilindros e mais de 2,5 litros de cilindrada.

Neste catálogo há ainda um desenho técnico com a transmissão, os eixos e tomadas de força do Portaro, que neste caso era central e traseira.

Na imagem anterior é apresentada a zona do motor, onde se vê que era de marca Daihatsu.

A par dos desenhos técnicos, também há outros desenhos mais livres / artísticos, tornando o catálogo mais apelativo e interessante.

As curvas características do motor Daihatsu diesel também constam nesta publicação, tanto em relação ao binário do Portaro, como ao consumo de combustível e à sua potência.

A velocidade máxima era de 112 km/h e podia vencer rampas com o máximo de 35 graus de inclinação.

As duas últimas fotografias são do interior do jipe Portaro, uma do volante e painel de comandos, e a outra da zona traseira, onde se podem ver os bancos corridos e o pneu suplente.

Continue lendo...

2016/01/28

Motorizada Fundador XT / K615 de 1996 - Oficina João e Nelson Ferreira


Em meados dos anos 90, a indústria nacional de veículos de duas rodas com motor esforçava-se por ter modelos actuais e capazes de competir (ou ultrapassar) a concorrência vinda de Oriente.
Esta motorizada Fundador XT ou K 615 foi pensada para ser usada por pessoas com espírito mais jovem, podendo circular em estrada e, quando necessário, fazer uma "rodinha" em terra batida, areia e pedras.

Há quem compare esta Fundador XT / K615 com a Yamaha DT, uma motorizada que fazia furor entre a juventude da época.
Esta motorizada é nova, nunca usada, e tem documentos do IMT.
Tem travão de disco na roda dianteira e uma suspensão de qualidade, da marca Showa.
O motor é da Casal, modelo M 105, com 50 cc, capaz de debitar 7,3 cv. É refrigerado a água, tem admissão ao cárter e 6 velocidades. Neste motor a Casal recomendava a utilização de óleos da Galp.

Para qualquer assunto relacionado com esta motorizada, ou para a comprar, contactar a oficina de João e Nelson Ferreira
Telem.: 965205686 - João Ferreira
Telem.: 916817999 - Nelson Ferreira
Ou usar o e-mail: n_a_ferreira@hotmail.com
Site: www.motosclassicas.yolasite.com

Continue lendo...

2016/01/27

Feira do Brinquedo Antigo e de Colecção - Hotel Tuela Porto - 30/01/2016


Aproxima-se mais uma Feira do Brinquedo Antigo e de Colecção e Salão da Miniatura Automóvel, no Hotel Tuela Porto. É já no dia 30 de Janeiro de 2016.
A entrada é livre e o horário é das 10 horas e 30 minutos até às 18 horas.
Agradeço a Firmino Lopes pelo envio da informação.

Continue lendo...

2016/01/26

Folheto UMM Alter 4x4 Standard


Por aqui andamos sempre em busca de folhetos e catálogos dos jipes UMM, de preferência desconhecidos ou com modelos raros. Aqui fica mais um, desta vez com o pouco conhecido UMM Alter 4x4 Standard.

Sendo um folheto da série "Le plaisir utile", adivinha-se que seja da época em que a UMM estava a terminar a produção em série do jipe. Este modelo Standard, aparenta ser um jipe UMM Alter normal, mas pensado como carro de trabalho (ou melhor, tornado ainda mais um veículo de trabalho). Por esse motivo não tem os vidros laterais traseiros, mas sim chapa nesse local.

O UMM Alter 4x4 Standard é apresentado como um veículo para 2 ou 3 pessoas, com capacidade para transporte de 2,5 metros cúbicos de volume. O folheto era do concessionário Electricite Auto-Mecanique, de Munster (França).

Continue lendo...

2016/01/25

Moto AJP PR3 125 Supermoto - Motoshow 2013


E revisitamos o Motoshow 2013 onde a AJP teve um espaço com exposição da sua gama de motos, feitas em Portugal.

A moto que mostramos é uma AJP PR 3 125 Supermoto, equipada com motor de 124 cc, com caixa de 5 velocidades.

E como tanto gostamos do que vemos, aqui deixamos alguns pormenores desta moto que pesa 100 kg e tem depósito com 7 litros de capacidade.

No passado o nome da AJP estava associado à GALP, os tempos são outros e agora vemos que a AJP recomenda óleos da italiana ENI.

O arranque pode ser feito por pedal ou por arranque eléctrico.
Esta moto AJP pode ser conduzida com carta de carro.

Continue lendo...

2016/01/24

Passeio de Motas Antigas 2016 - Foros de Salvaterra


O Passeio de Motas Antigas em Foros de Salvaterra está marcado para dia 6 de Março de 2016.
O programa começa pelas 9 horas com a concentração no Recinto das Festas; às 9 horas e 30 minutos começa o passeio; às 11 horas haverá reforço alimentar e pelas 13 horas será o almoço, com porco no espeto.
Para mais informações, usar os contactos existentes no cartaz (clicar na imagem que ela fica maior).

Continue lendo...

2016/01/23

Autocolantes novos da Sericértima para Sachs


O Natal e o Ano Novo já lá vão e caminhamos a passos largos para o Verão e para temperaturas mais altas. Andar de motorizada antiga é uma boa maneira de aproveitar o bom tempo que temos. Quem está a meio de um restauro e precisa de uma ajuda para o completar, aqui tem uma boa dica: autocolantes novos para motorizadas antigas fabricados pela Sericértima.

Já aqui falámos da gama de autocolantes para as motorizadas Famel e Macal, pelo que hoje é altura de mostrarmos os autocolantes que a Sericértima tem para motorizadas com motores Sachs.

Mais uma vez a gama é variada, indo desde os primeiros modelos até aos mais recentes, estando disponíveis autocolantes para motorizadas como a SIS Sachs V5 Racing ou para outros modelos também desportivos, mas mais recentes, como a SIS Sachs Fuego ou a SIS Sachs Lotus.
Se por outro lado procuram autocolantes novos para motorizadas como a SIS Schas Top Racing, a Sis Sachs Motozax ou a SIS Sachs Lebre, também os conseguem.

E nem os autocolantes mais específicos como o da Organização Sachs e da SIS Scahs Minor foram esquecidos. Ou os das motorizadas Dúnia.

Para fazerem a encomenda, só têm de entrar no site da Sericértima, escolher a marca que pretendem e depois de adicionarem os artigos no "carrinho de compras", clicar em "Finalizar" e inserem os dados para finalizar a encomenda.

Continue lendo...

2016/01/22

Autocarro Toyota Dyna da APPACDM de Viseu (1/2)


Os autocarros de pequena dimensão são veículos práticos para quem pretende transportar pequenos grupos de passageiros e/ou para quem circula em estradas com pouco espaço.

Estes poderão ter sido dois dos factores que fizeram com que a Salvador Caetano vendesse muitos autocarros Toyota Dyna (modelo PTB19) um pouco por todo o país.

O autocarro Toyota Dyna que mostramos foi adquirido novo pela APPACDM de Viseu - Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental, em 1980, tendo estado na associação até à presente data.

Nestes últimos anos tem funcionado como veículo de substituição em caso de avaria de outra das viaturas que fazem o transporte dos utentes da instituição.

O autocarro está todo original e nunca foi restaurado, tudo graças ao cuidado que sempre se teve com o mesmo e por estar sempre guardado numa garagem.

Está óptimo a nível de mecânica, de chapa e a nível dos interiores, como as fotografias documentam.

A APPACDM de Viseu está a fazer diligências no sentido de conseguir que este autocarro fique em exposição num museu (da região) relacionado com automóveis.

Brevemente apresentaremos mais fotografias deste autocarro e agradecemos a colaboração de Bruno Alves que gentilmente nos enviou as fotos e informações sobre este autocarro (obrigado!)

Continue lendo...

2016/01/21

13.º Salão do Brinquedo de Lisboa


O 13.º Salão do Brinquedo de Lisboa - brinquedos antigos e de colecção, está agendado para dia 27 de Fevereiro de 2016.
O horário é das 10 horas às 18 horas, no Hotel Roma, na sala Veneza. Haverá uma bolsa de avaliação de brinquedos.
A entrada é livre. Para mais informações, usar os contactos existentes no cartaz.

Continue lendo...