2016/06/24

Boletim de garantia de baterias de arranque Tudor


Será que fazemos mais pela memória de muitas empresas, do que aquilo que elas fazem para conservar o  seu próprio património?
É uma pergunta que por vezes faz sentido e onde muitas vezes se adivinha uma resposta afirmativa... Mas o melhor era mostrarem-nos que estávamos errados.

Hoje mostramos um boletim de garantia de baterias de arranque Tudor - Sociedade Portuguesa do Acumulador Tudor, que até poderá enquadrar-se no que é dito antes.
Tem carimbo das Indústrias Portuguesas de Chumbo, de Lisboa.
É um boletim de garantia contra deficiências de fabricação (conforme condições gerais de garantia) válido por 15 meses.

No interior do livrete de garantia estão as condições gerais de garantia e as normas de instalação e manutenção.
Fugindo ao texto impresso no cartão, apetece dizer que as garantias muitas vezes só funcionam para o fabricante ter a garantia de que não há forma de lhe poderem pedir responsabilidades e, deste modo, ter a garantia de que não perde lucros. Tenta-se sempre garantir que o consumidor não tem direitos.
Mas voltando ao cartão das baterias Tudor, já nesta época era preciso ler bem o que está escrito, pois os pontos e as notas eram mais que muitas.

No verso havia uma série de recomendações para as baterias Tudor, bem como um espaço para que fossem escritos averbamentos.
Arriscamos a datar este boletim de finais da década de 60, início da década de 70 do século passado.

seja o primeiro a comentar!

Enviar um comentário