2016/06/03

24.ª Automobilia de Aveiro / 2016 - Balanço (2/2)


A 25.ª Automobilia de Aveiro / 2017 já vem a caminho e com este grupo de fotografias terminamos o balanço que fazemos da última edição, a 24.ª Automobilia de Aveiro, que decorreu nos dias 20, 21 e 22 de Maio de 2016.

Desta vez falamos sobre o que vimos fora dos pavilhões.
Como o espaço disponível era maior, a organização pode realizar exposições de veículos grandes e ainda permitir ter mais uma zona de comércio, com venda dos mais variado tipo de artigos relacionados com veículos antigos.

Esta zona era mais um atractivo para quem visitava a Automobilia de Aveiro e, ao mesmo tempo, permitia que mais vendedores conseguissem estar presentes no evento. Nele podíamos encontrar bicicletas, automóveis, motorizadas e motos, bem como muitas peças para os veículos referidos.

O mais difícil era conseguir ver tudo com calma, pois perante tanta oferta, com facilidade os olhos ficam saturados. Para contrariar isto, nada como fazer algumas pausas para conversar ou para comer / beber alguma coisa.

A zona coberta entre os dois pavilhões tinha motos e motorizadas, bem como automóveis e até um helicóptero e um avião em exposição. Foi nesta zona que pudemos ver um Citroen AX BB Cabrio by A.G. Engineering e um Citroen FAF, que a seu tempo divulgaremos.

O Alouette militar que estava em exposição despertou muita curiosidade, não só por ser um helicóptero que está relacionado com a nossa história - pois foi utilizado na Guerra Colonial / Guerra do Ultramar português; mas também pelo seu aspecto - devido à idade que tem, já é um pouco diferente do que vemos no dia-a-dia ou na televisão.

Falando em material militar, os camiões Unimog também despertavam interesse, tanto em quem teve contacto com eles, por exemplo durante o serviço militar; mas também nos mais pequenos, que ao verem um camião assim, logo a imaginação começa a fervilhar.

Como já dissemos, na Automobilia de Aveiro há muitos tipos de veículos e até as máquinas usadas em construção estiveram presentes, numa exposição com tractores de lagartas. Também este património tem de ser conservado e deste modo podemos mudar as mentalidades de quem ainda os tem.

O mesmo se passa com os motores de rega, que permitiram o desenvolvimento agrícola do país e que muitas vezes são vistos como material obsoleto, que tem de ser vendido para a sucata. Relembramos que marcas como a Pachancho e a Motalli aumentaram as suas vendas ao fabricarem este tipo de artigos que vendiam por todo o país, na sua rede de agentes.

Não podemos terminar este artigo sem fazer referência à cidade de Aveiro, onde também pudemos ver as bicicletas Buga - Bicicleta de Utilização Gratuita de Aveiro, que para além de terem sido uma resposta da indústria nacional a uma nova realidade, foram um projecto inovador a nível nacional.

Agora é esperar pela 25.ª Automobilia de Aveiro / 2017, a realizar nos dias 19, 20 e 21 de Maio de 2017 (aguardamos confirmação da data).

seja o primeiro a comentar!

Enviar um comentário