2015/09/07

IX Passeio de Bicicletas Antigas - Lardosa 2015


O IX Passeio de Bicicletas Antigas / Pasteleiras, em Lardosa, localidade situada perto de Castelo Branco, está agendado para dia 10 de Outubro de 2015. Tal como aconteceu em edições anteriores (ver a de 2011, a de 2012, a de 2013 e a de 2014) este evento está integrado na Feira do Feijão Frade da Lardosa.

Já aqui tinha levantado a questão do "feijão frade" da zona e volto à carga... Desta vez com fotos para mostrar e provar o que digo, pois vejo que um pormenor importantíssimo deste evento é completamente ignorado. É que na zona da Lardosa é cultivada uma variedade de feijão frade típica da zona, o chamado feijão frade de olho verde (à esquerda na foto anterior). No nosso país existem ainda as variedades "Gigante de Marialva", o "Duas Caras", o "Arroz" e o de "Metro" (quem quiser saber mais sobre estas questões, pode consultar o site da Colher Para Semear).

As sementes, tal como os veículos que mostramos neste blogue, são património de todos e também elas têm de ser preservadas e divulgadas. Não só para que não desapareçam para sempre, mas também para que empresas (já ouviram falar da Monsanto?...) cujo objectivo único é o lucro, não destruam estas variedades para sempre. Do que consta, variedades de sementes transgénicas têm a capacidade de destruir uma cultura normal quando o pólen das sementes transgénicas fecunda as plantas de variedades locais que estão nos arredores, originando uma semente alterada a nível de património genético.
Estas coisas são feitas de forma calculada e planeada, um pouco como fizeram na zona da Lardosa com as portagens na A23 (e no resto do país em auto-estradas similares). Como é sabido que vai haver contestação, começa-se devagar e de forma a fragmentar as forças... Inicialmente só quem era de fora é que pagava para circular na via, tendo os locais um período em que podiam circular sem pagar. Deste modo enquanto uns protestavam, alguns dos outros não se preocupavam, pois ainda tinham umas borlas... Entretanto acabaram-se as borlas e quando os últimos quiseram protestar, já os primeiros se tinham adaptado... Se agissem em força e em bloco, não haveria portagens!
Similarmente em Portugal é cultivado milho transgénico que é para alimentação animal (dita irracional...), deste modo fica aberta a porta para que os animais ditos racionais (ser humano...) o passe a consumir. Afinal se um animal come o milho transgénico e eu depois como esse animal, porque não se podem comer as sementes transgénicas?
Para além de não se conhecerem bem as implicações destas novas sementes no ambiente e no ser humano (que por sinal não são nada boas...), a questão é que quando só existirem estas sementes (porque as outras foram destruídas e alteradas através do pólen transgénico) as empresas que as vendem podem fazer o que quiserem, isto é, subir os preços do produto que têm para venda (lembrem-se que empresas multinacionais = lucro, nada mais).
Por esse motivo devia-se fazer referência à variedade de feijão frade de olho verde nestes eventos, pois existem para valorizar este produto.
Voltando ao passeio de bicicletas, este é limitado a 250 bicicletas, pelo que devem garantir a inscrição pelo e-mail pintoinfante68@gmail.com ou pasteleirasdalardosa@gmail.com.

Quem quiser cultivar umas sementes de feijão frade de olho verde e garantir o futuro deste património, envie-nos um e-mail pois podemos ajudar.

seja o primeiro a comentar!

Enviar um comentário