2015/09/27

15.º Encontro de Motas Antigas de Pinhal Novo - Balanço


Faz hoje uma semana que decorreu o 15.º Encontro de Motas Antigas de Pinhal Novo.
Mais uma vez o blogue Rodas de Viriato esteve presente e aqui fica a reportagem e o balanço do evento, isto antes de apresentarmos brevemente motorizadas que se destacaram neste encontro.

Em termos gerais podemos dizer que o encontro continuou concorrido como aconteceu em anos anteriores, tendo-se registado algumas mudanças ou diferenças, como é natural que aconteça em tudo o que evolui.

As motorizadas de fabrico nacional continuaram em grande número e representadas de forma variada. Notámos que este ano havia uma maior quantidade (ou então eram poucas, mas davam nas vistas...) de motorizadas sem restauro e com os sinais da idade e da utilização.

Com facilidade podíamos encontrar motorizadas da SIS Sachs, da Famel, da EFS, da Casal; isto para não falarmos nas motorizadas de marcas de menor dimensão, como a Dúnia ou a Confersil e que também tiveram exemplares a participar.

Por outro lado as motos de fabrico nacional, como as Casal K 260 ou a K 270, ou a EFS M 125 que noutros anos foram dando um ar de sua graça, este ano estiveram ausentes.

Mas não é a cilindrada que faz com que um veículo de duas rodas a motor tenha interesse...
Vejam na fotografia anterior a SIS Sachs V5 Sport que esteve presente e que até tinha porta-chaves com o emblema da marca.

Foram vários os modelos vocacionados para velocidade que podíamos ver em exposição, alguns mais fieis ao projecto de fábrica (vejam a SIS Sachs Top Racing V5 Sport na imagem anterior!), outros mais fieis às ideias dos seus donos.

Num estacionamento perto do local do encontro podia-se ver uma Famel XF 17 pintada em tons de verde, junto de uma Vespa com uma pintura personalizada em toda a chapa.

Mas regressando ao encontro propriamente dito, falta falarmos um pouco mais das motos. Como já dissemos, só vimos exemplares estrangeiros, uns mais recentes como a Moto Guzzi NTX 650 Enduro (?) da imagem anterior e as clássicas inglesas da imagem seguinte.

Se scooters havia várias, inclusive uma de competição; motos com side car só conseguimos avistar uma.
Pelas 11 horas os participantes arrancaram para uma volta pela região e á hora de almoço regressaram para almoçar um cozido à portuguesa nas novas instalação do Moto Clube de Pinhal Novo.
Para o ano haverá mais!

2 Comentários

cRiPpLe_rOoStEr a.k.a. Kamikaze disse...

Para conduzir uma motorizada de 50cc ainda é dispensada a carta de condutor?

J.B. disse...

Boa noite!

É preciso ter carta.
Isso já aconteceu, mas foi há várias décadas.
Cumprimentos!

JB

Enviar um comentário