2016/09/25

16.º Encontro de Motas Antigas de Pinhal Novo - Balanço


O 16.º Encontro de Motas Antigas de Pinhal Novo foi no fim-de-semana passado e aqui estamos a fazer o balanço do que vimos, antes de se iniciar o passeio pelas estradas da zona.

Depois de 15 edições é natural que este encontro já esteja marcado na agenda permanente de muita gente (na nossa está!).
Em termos de afluência de público, este ano parecia que havia mais entusiastas na zona, muitos dos quais estavam acompanhados das suas motorizadas, scooters ou motos.

A nossa objectiva andava em busca de veículos antigos de duas rodas de fabrico nacional, mas não resistimos a ver o que lá por fora se fez.

Mais uma vez as motorizadas presentes de fabrico nacional eram muitas. De muitas marcas e de muitos tipos; tanto das mais comuns, como das mais raras ou difíceis de encontrar. Aliás, as motorizadas de 50 cc foram quem mais presença marcou.

Todos os anos aparecem motorizadas de marcas pouco conhecidas, e este ano não foi excepção. Mais uns dias e aqui as apresentaremos em detalhe.

Em termos de material nacional, continuam a ver-se modelos de aspecto desportivo, todas restauradas e prontas a impressionar quem por ali passa e pouco ou nada conhece do que por cá se fez.

Também este ano reparámos que as grandes ausentes foram as motos fabricadas em Portugal. As Casal K 260, K 270 ou as K 276, bem como as EFS M 125 e as Forvel 125 têm estado ausentes. Pode ser que um prémio chamativo para este tipo de motos, possa ajudar a inverter a situação.

Em termos de scooters de fabrico nacional, também não vimos nenhuma no momento em que estivemos presentes no local. Quem sabe se para o ano quem nos lê e vai a este encontro, se lembra de levar uma Casal Carina, ou uma Famel Faxion ou uma Macal CY. Uma vez que a organização tem espaços próprios para os diferentes tipos de veículos, seria uma forma de lhes dar destaque.

Terminamos com uma motorizada SIS Sachs TC 50 e a pensar: "Que motorizadas é que estarão presentes para o ano?".

seja o primeiro a comentar!

Enviar um comentário