2015/08/31

Caramulo Motorfestival 2015


No próximo fim-de-semana realiza-se mais uma edição do Caramulo Motorfestival. A programação é variada, começando no dia 4 e prolongando-se até dia 6.
O evento é apresentado desta forma:
Durante o Caramulo Motorfestival, vão estar em curso vários passeios históricos de automóveis clássicos organizados em parceria com várias entidades como associações e clubes.
Todos estes ralis, passeios ou concentrações decorrem no Caramulo Motorfestival, ao longo dos três dias do evento, terminando sempre com os automóveis, motos ou bicicletas em exposição em frente do museu ou nos parques de clássicos criados para o efeito.
No final de cada dia, todos os automóveis e motos sobem a Rampa do Caramulo em desfile para encerrar as provas.
Seguindo o enorme sucesso das Feiras de Automobilia do Caramulo dos anos anteriores, esta área comercial e de exposição regressa no Caramulo Motorfestival como uma das grandes atracções.
A Feira de Automobilia do Caramulo irá realizar-se no Pavilhão Multiusos do Caramulo, ao lado do Museu do Caramulo, complementando a oferta ligada aos automóveis clássicos, podendo os visitantes comprar, trocar ou vender todo o tipo de peças de automobilia designadamente peças de automóveis, miniaturas, posters antigos, etc.
A edição passada, que teve lotação esgotada em termos de áreas e expositores, foi visitada por mais de 3.000 pessoas durante os três dias do evento.
Para saberem o que podem encontrar, vejam os destaques que apresentamos a seguir, ou consultem o programa no site oficial.


Destacamos o Encontro das Cinquenta, que se realiza no dia 6, estando prevista a Chegada ao Caramulo por volta das 12 horas e 30 minutos.
O Encontro das Cinquenta no Caramulo é orientado para todos as motorizadas de 50 cc clássicas ou antigas, incluindo uma subida da Rampa do Caramulo em desfile. A participação é gratuita.
Programa:
11h30 – Concentração no Campo de Besteiros
12h00 – Saída em direcção ao Caramulo
12h30 – Chegada e exposição das Cinquentas no Caramulo Motorfestival
17h30 – Subida da Rampa do Caramulo em desfile
Pré-registo obrigatório (nome e matrícula) pelos contactos: info@caramulo-motorfestival.com ou Linha Verde 800 20 30 80.

Destacamos ainda a "exposição temporária “Micro Carros, Grandes Histórias” é dedicada aos pequenos modelos que fizeram história, e que hoje se tornaram em objectos de culto no mundo automóvel.
Bubblecars, Microcars, Microcoches, Microcotxes, Motocars ou Voiturettes são algumas das designações internacionais que os Microcarros assumem. A história automóvel nunca poderia ser escrita esquecendo estes projetos, muitas vezes experimentais, que fizeram parte do progresso económico do pós-guerra na Europa e contribuíram para o entusiasmo e a liberdade de um grande número de cidadãos.
“Micro Carros, Grandes Histórias” é uma exposição diferente de todas as anteriormente produzidas pelo Museu do Caramulo, na medida em que para além dos veículos, apresenta uma abordagem visual nova, com um enquadramento assente em vários objetos do quotidiano, todos de época, que, em conjunto, compõem uma visão “pop” das décadas de 50, 60 e 70."
Preparem o vosso clássico (ou o vosso veículos do dia-a-dia) seja automóvel, jipe, bicicleta, moto ou motorizada para dar um salto ou subir até lá!

Continue lendo...

2015/08/30

Motorizada EFS / Aliança 2004 - Oficina de João e Nelson Ferreira


A motorizada EFS 2004 é o que se pode chamar de motorizada de trabalho nacional.
Neste caso concreto está equipada com motor Zundapp de turbina e foi vendida pela Aliança, como se pode ver pelo emblema situado nas tampas laterais.

O velocímetro é da Huret e está incorporado no coco do farol.

Para qualquer assunto relacionado com esta motorizada, ou para a comprar, contactar a oficina de João e Nelson Ferreira
Telem.: 965205686 - João Ferreira
Telem.: 916817999 - Nelson Ferreira
Ou usar o e-mail: n_a_ferreira@hotmail.com
Site: www.motosclassicas.yolasite.com

Continue lendo...

2015/08/29

Fotografia de catálogo da Casal K 161


E aqui fica mais uma fotografia de época de uma motorizada Casal.
É de uma das primeiras produções da Metalúrgia Casal, uma motorizada Casal K161. Esta motorizada estava equipada com o motor M 149, que tinha 2 velocidades (não confundir com a Casal K 160 que tinha motor com pedais).
Fotografia cedida por Ricardo Moreira do blogue da Famel (obrigado + uma vez!)

Continue lendo...

2015/08/28

Motorizada SIS Sachs V5 Racing com atrelado


Muitas das nossas motorizadas foram pensadas como veículos de trabalho. Mas mesmo as que associamos a uma componente mais desportiva, como a Famel XF 17 ou SIS Sachs V5 Racing também podem ser adaptadas para máquina de trabalho, ou já não se pode trabalhar com um veículo mais desportivo?
Pois neste caso é mesmo isso que se passa. A motorizada puxa um atrelado em metal que tem mesmo ar de ser de fabrico nacional. Alguém consegue identificar a marca?

Continue lendo...

2015/08/27

Miniatura do jipe Cournil francês 1/43 da Pyracar


É sabido que os jipes UMM começaram a ser fabricados a partir dos jipes franceses de marca Cournil.

Por este motivo é curioso saber-se como eram os Cournil franceses, de modo a existir um termo de comparação e para percebermos a evolução que houve no fabrico do jipe feito em Portugal.

Pelo caminho também se vão coleccionando artigos das duas marcas... As miniaturas são aquelas que nos permitem ter o jipe mais perto, tão perto que pode estar dentro da nossa mão.

A miniatura que mostramos é do jipe Cournil francês "pick-up bache Empattement long pompier", produzida pela Pyracar e na escala 1/43 (curiosamente a escala que também foi usada pela francesa Gaffe no seu UMM Cournil do Paris-Dakar).

Como é uma miniatura com uns anos, as instruções são fotocopiadas numa folha de papel, onde também consta o diagrama da montagem.

O chassis do Cournil é em metal e tem gravadas algumas informações sobre a miniatura. É o Pyracar n.º 2 - 4x4 Cournil - Chassis Long - 1/43 - Made in France.

A carroçaria do jipe, bem como a capota de lona e a parte dos assentos é feita em resina. Os vidros da cabine são em plástico transparente.

Depois há um saco que tem as rodas em borracha, bem como pequenas peças em metal e plástico. Isto sem esquecermos os decalques para se personalizar a miniatura.

Esta miniatura está disponível para venda. Para mais informações podem usar o e-mail existente na lateral do blogue.

Continue lendo...

2015/08/26

Moto AJP PR 3 Enduro - Motoshow 2013


E recuamos um pouco no tempo para relembrar quando a AJP esteve presente no Motoshow 2013 com um espaço próprio, cheio de motos "Made in Portugal" de várias cilindradas.

A que mostramos é a AJP PR3 Enduro, com motor de 125 cc de cilindrada, com 1 cilindro, a 4 tempos, com 2 válvulas e refrigeração a ar.

Na imagem anterior vemos uma chapa de protecção personalizada com as letras AJP colocada no quadro, junto ao motor que tem 9,3 Kw de potência (12,6 cv) às 8500 R.P.M.

Com tanta potência a sair do motor, são precisos uns bons travões para parar quando é preciso.
Na roda da frente o travão de disco tem 260 mm de diâmetro.

Os pneus que equipavam esta AJP PR3 Enduro são da Maxxis e têm piso tipo cardado.

A moto tem 100 kg de peso e o depósito situado por baixo do selim tem 7 litros de capacidade.

Continue lendo...

2015/08/25

15.º Encontro de Motas Antigas - Pinhal Novo


O Encontro de Motas Antigas em Pinhal Novo é um dos eventos que temos acompanhado nos últimos anos (ver por exemplo o balanço da 14.ª edição, da 13.ª edição, da 12.ª edição ou da 7.ª edição).
A 15.ª edição está agendada para dia 20 de Setembro de 2015, Domingo. Faremos os possíveis por estar presentes e por apresentar o balanço do evento. entretanto podem ler as informações que nos foram remetidas pela organização:
"O encontro terá início pelas 9 horas junto à Praça (no mesmo sítio do ano passado).
Depois do passeio tradicional, será servido o almoço na nova Sede do Motoclube do Pinhal Novo, pelo que já não regressaremos ao local onde estivemos de manhã.
Por fim serão distribuídos os troféus.
Salientamos que para tornar mais justa a atribuição dos troféus, decidimos delegar em todos os concorrentes a responsabilidade de escolher os premiados. Assim, todos os concorrentes receberão um boletim de voto e serão eles a dizer-nos, dessa forma, que veículos merecem ser contemplados."

Continue lendo...

2015/08/24

Bicicleta pasteleira Yé-Yé antiga da Longines


Já sabemos que as bicicletas Longines foram vendidas pelo Armazéns Mieiro & Filhos, L.da, de Sangalhos.

E pelos vistos esta marca teve alguma divulgação a nível nacional, pois ainda se vêm bicicletas destas a circular um pouco por todo o país.

O selim em couro que equipa esta bicicleta com travões de alavanca é de marca Sadem, tendo gravado lateralmente a palavra "Tested".

A decoração do quadro é a características das pasteleiras Yé-Yé, com as pautas de música no varão superior do quadro e a palavra Yé-Yé no varão diagonal do quadro.

Esta bicicleta foi fotografada na Feira de Velharias de Vila Real de Santo António.

Continue lendo...

2015/08/23

Envelope antigo do Centro Velocipédico de Sangalhos, L.da


A falta de acesso a informações concretas sobre as marcas nacionais de bicicletas (e de outros tipos de veículos) faz com que seja necessário recorrer a documentos da época ou à triangulação de informações para esclarecer alguns pontos menos conhecidos.

Uma das questões que muitos colocam, é a da idade de certas bicicletas que foram fabricadas em Portugal. Pois com este envelope antigo do Centro Velocipédico de Sangalhos, L.da, podemos afirmar que as marcas Invar, Argus, Divna, Eagle-Fakir e Super-Durax já existiam em 1950.

E afirmamos isto porque o envelope que mostramos tem carimbo dos CTT de 12 de Abril de 1950.
Na parte da frente do envelope, o Centro Velocipédico de Sangalhos, L.da apresentava-se como importador de acessórios e bicicletas. Por esse motivo o emblema da The Cycles Invar tinha por baixo a referência a Birmingham (cidade no Reino Unido).

No verso há uma imagem de uma bicicleta e a referência à Invar Cycles.
À mão podemos ver uma conta e a referência à Velo-Sopte de Coimbra (seria Velo-Sport?...).

Continue lendo...

2015/08/22

XIII Automobilia Ibérica da Moita (2016)


Na nossa secção de concentrações, encontros e passeios de veículos antigos tanto divulgamos eventos menos conhecidos, como mais conhecidos ou eventos mais antigos, como eventos mais recentes.
A Automobilia Ibérica da Moita, na sua 13.ª edição em 2016, é daqueles eventos que já são conhecidos e já existem há muitos anos. Basta ver as reportagens que temos feitos no últimos anos para constatar isso com facilidade (ver: 2015, 2014, 2013, 2012, 2011, 20102009, 2008 e 2007).
No mesmo evento decorre a XIII Feira Ibérica de Peças e Acessórios para Automóveis e Motociclos Clássicos e de Época.
A entrada é livre e é organizado pelo Histórico Automóvel Clube do Entre Tejo e Sado (HACETS), com o apoio da Câmara Municipal da Moita. Decorre nos dias 19 e 20 de Março de 2016.
No site do HACETS podemos ler o seguinte:

"A Automobilia Ibérica é um evento temático cujas características permite reunir, no espaço de uma feira, os coleccionistas e admiradores dos veículos de propulsão mecânica construídos até 31 de Dezembro de 1991, para troca e aquisição de veículos (restaurados ou para restauro), peças, equipamentos e ferramentas de época, miniaturas e brinquedos, livros e manuais, e todo o tipo de material mecânico e acessórios que permitirá cuidar e realçar a beleza daqueles veículos que marcaram uma época e sobretudo preservá-los como património cultural e recreativo.
Este evento toma lugar no magnífico Pavilhão Municipal de Exposições da Moita, local sobejamente conhecido de todos os entusiastas dos Veículos Históricos, pelo facto de ocorrerem, mensalmente, junto àquele Pavilhão, as Concentrações Mensais de Veículos Antigos e Clássicos do HACETS - 3.º domingos de cada mês.
Além do referido no penúltimo parágrafo, a Automobilia Ibérica terá uma área reservada e exclusiva aos Clubes de Veículos Antigos e Clássicos.
Durante a Automobilia Ibérica - Dias 19 e 20/03, decorrerá em paralelo, no exterior do Pavilhão, a Concentração de Veículos Históricos e Antigos no parque de estacionamento existente em frente do Pavilhão Municipal de Exposições da Moita."

Continue lendo...

2015/08/21

Caixas com material Belsan - Metalurgia de Sangalhos, L.da


No mundo das bicicletas antigas, feitas em Portugal, a Belsan - Metalurgia de Sangalhos, L.da, é conhecida por ser uma das marcas nacionais que fornecia faróis, farolins e dínamos.
Por esse motivo não é de estranhar que quem tem uma bicicleta pasteleira tipo Yé-Yé procure componentes desta marca para aplicar ou para ter em exposição nas embalagens originais.
O material que consta na fotos foi fotografado na XII Automobilia Ibérica da Moita.

Continue lendo...

2015/08/20

Motorizada Famel XF17 Sport - Moto & Restauro


Depois de mostrarmos algumas das motorizadas que aguardam por restauro na Moto & Restauro, na cidade de Fundão, mostramos mais um restauro que foi feito nesta oficina.

É uma motorizada Famel XF 17 Sport. Um dos muitos modelos de Famel XF 17 que foram produzidos e que pelos vistos há intenção de voltar a produzir.

Como é norma nos restauros feitos na Moto & Restauro, a motorizada parece que acabou de sair da fábrica.

Podemos olhar para os amortecedores, para o guarda-corrente, para os cubos, para a forqueta... Tudo é novo.

Esta situação em conjunto com a palavra Famel em relevo ou o seu emblema, como acontece na imagem anterior no cubo e na forqueta, tornam esta motorizada muito especial.

O modelo XF17 está associado a velocidade, pelo que a pintura em vermelho e os autocolantes com letras a azul sobre fundo branco ajudam a completar este visual dinâmico.

Nesta Famel XF 17 Sport são vários os componentes de empresas nacionais.

O farol de longo alcance, com aro cromado é da Guia.

As manetes em metal são da Lusito.

O selim com a palavra Zundapp pintada lateralmente e a palavra Famel gravada na parte de trás foi fabricado pela Selcentro.

No painel de instrumentos da Guia destaca-se o velocímetro que a partir do 60 km/h tem a cor amarela evoluindo para a cor laranja à medida que a velocidade é mais alta. Deste modo lembra o condutor que ao andar mais depressa está a entrar no "vermelho", que nestas coisas é associado a perigo.

Para mais informações sobre esta motorizada ou sobre restauros de outras motorizadas, já sabem que podem contactar a Moto & Restauro pelo telemóvel 962448182 ou o 968423967 (Moche) ou pelo e-mail jadantunes@hotmail.com.

Continue lendo...

2015/08/19

Carro de corrida FST 05e do Instituto Superior Técnico


A criação de veículos em escolas / institutos politécnicos e faculdades para competição automóvel não é novidade no nosso país, nem neste blogue.
Seja com alunos mais novos, como fez José Oliveira (que ajudou a construir vários protótipos); ou com alunos mais velhos como no caso do EST Formula Student - da Escola Superior de Tecnologia de Setúbal, ou da Universidade de Coimbra com o seu Eco veículo, todos eles servem para que os alunos coloquem as mãos na massa e vejam o resultado do seu esforço e empenho.

O Instituto Superior Técnico também anda nestas lides e o grupo de fotografias que mostramos é do carro de corrida eléctrico FST Novabase (modelo FST 05e) que foi construído na instituição, tendo apoio de várias empresas.

O carro de corrida em questão foi visto e fotografado na edição do salão Motor Clássico, em 2015.
Entretanto já há uma nova versão, o modelo FST 06e que já participou em competições, nomeadamente em Silverstone.

Continue lendo...