2014/11/21

UMM Cournil do Regimento de Infantaria 14


Os jipes UMM não seriam tão conhecidos se não tivessem existido as versões militares.
Muitos jovens que realizavam o serviço militar tinham neste jipe de fabrico nacional um meio de transporte e uma ferramenta de trabalho, que deste modo ficava gravado na memória para sempre.

No caso de UMM Cournil, fez parte do Regimento de Infantaria 14, na cidade de Viseu.

Segundo a informação que nos chegou, esteve ao serviço até recente, o que mostra bem a fiabilidade e robustez da construção e da mecânica.

Tinha capota de lona e faróis com protecção de metal para poder avançar em zonas com mais vegetação sem que se partissem.

De lado, nas portas, tinha o autocolante do Regimento de Infantaria, com duas espingardas cruzadas e o número 14.

Os farolins não eram os da série normal, mas sim os tipicamente militares que, se não estamos em erro, eram de marca Gabriel.

No interior do jipe, existia um interruptor perto da placa com o esquema das mudanças que servia para ligar e desligar os diferentes componentes das versões militares.
Os pneus eram da Camac, com piso para terra e aparentemente seriam os 7.00 - 16 C.

Agradecemos a Daniel Carvalho por mais este grupo de fotografias (obrigado!).

1 comentário

cRiPpLe_rOoStEr a.k.a. Kamikaze disse...

Não cabem maiores dúvidas e questionamentos acerca da aptidão do Cournil às condições operacionais tanto em aplicações militares quanto comerciais em ambiente fora-de-estrada, entretanto me chama a atenção que a UMM nunca tenha demonstrado maior interesse em obter licença para o fabrico do Auverland A3, sucessor directo do Cournil, em teoria mais qualificado para enfrentar os utilitários importados em aplicações civis e mais agradável aos olhos de consumidores citadinos, e ainda hoje em produção para aplicações militares.

Enviar um comentário