2016/10/31

3.º Passeio de Bicicletas Antigas da Trofa - 2016


O 3.º Passeio de Bicicletas Antigas da Trofa está marcado para dias 20 de Novembro de 2016. Começa pelas 10 horas nos parques Nossa Senhora das Dores e Dr. Lima Carneiro.
O final está previsto ser por volta das 12 horas, havendo porco no espeto.
Recomenda-se a utilização de traje à antiga.
É organizado pela Câmara Municipal da Trofa e está inserido nas comemorações da aniversário do concelho da Trofa.
Para mais informações, ou inscrições, através dos contactos existentes no cartaz.

Continue lendo...

2016/10/30

Decalque antigo António Rocha - Auto Cicles Avenida


Recentemente divulgámos um decalque antigo das bicicletas La Roche Special, não tendo muitas informações sobre quem vendia a marca, nem onde.
Entretanto recebemos uma mensagem na caixa de mensagens do blogue, onde era referido que a marca era de Setúbal e que eram bicicletas vendidas por Luís António Rocha.

Com o decalque que hoje mostramos podemos acrescentar mais umas pequenas informações sobre esta empresa. A Auto Cicles Avenida de António Rocha, para além de vender bicicletas, também vendia acessórios.

No verso do decalque é possível ver a marca da empresa que os forneceu, era a Cilita L.da, situada na Rua do Regedor ao Caldas, n.º 7, em Lisboa.

Continue lendo...

2016/10/29

Motorizada Siera / Fundador Miniciclo - Pedido de ajuda


Recebemos mais um pedido de ajuda no sentido de identificar o modelo desta motorizada fabricada pela Fundador e registada no livrete como Fundador Siera, o que certamente se justifica por ter sido vendida pelos Armazéns Siera de António Sousa Vela, de Oliveira do Bairro.
Na forqueta da suspensão a motorizada tem as letras Fundador Miniciclo, o que provavelmente será o modelo, mas o proprietário - José Mamede, não está a conseguir encontrar folhetos ou imagens da época, nem outras motorizadas iguais.
Já foi possível localizar uma motorizada Cuper V2 de onde foi retirado o depósito igual ao desta motorizada pelo antigo dono, pois o que tinha estava ferrugento. Mas está a ser difícil conseguir juntar informação suficiente para se fazer o restauro de forma rigorosa.
Quem puder ajudar com novidades (ou para ter peças da montagem Cuper V2 de onde veio o depósito), por favor contacte directamente com José Mamede pela sua conta no Facebook.

Continue lendo...

2016/10/28

Automóvel Marlei no Museu dos Transportes e das Comunicações


E assim terminamos a comemoração do 10.º aniversário Rodas de Viriato...
Mostramos fotografias do automóvel Marlei quando esteve no Museu dos Transportes e Comunicações, na cidade do Porto, na exposição "O Automóvel no Espaço e no Tempo".

Estas fotografias devem ter uns 13 ou 14 anos...
Ao rever estas fotografia temos de reconhecer a importância ou impacto que uma exposição de um museu pode ter. Dizemos isto porque uma das coisas que nos levou a criar este blogue, foi a falta de informação sobre os veículos produzidos em Portugal.

E como sentimos esta necessidade, tratámos de a colmatar. E em vez de nos andarmos a queixar, dizendo que ninguém faz nada e que nada acontece, metemos mãos à obra e aqui está ela!
A exposição acabou por ficar no subconsciente e foi um estímulos que contribuiu para a criação do Rodas de Viriato.

O Marlei estava exposto numa zona dedicada aos automóveis de fabrico nacional, onde os jipes UMM também tinham muito destaque. Nesta zona estiveram expostos de forma regular outros automóveis de fabrico nacional, como o Sado 550 e o Portaro.

Deste modo quem visita o museu fica a conhecer melhor o que por cá se fez e, especialmente para as crianças que vão em visitas organizadas pelas escolas, pode ficar o desejo de quando se for mais crescido fazer alguma coisa que mereça ali estar.

Ao escrever estas palavras, não conseguimos deixar de pensar na polémica a que muitas vezes os museus estão condenados, seja pelo dinheiro neles investido, seja pela sua forma de actuação, seja pelo trabalho que desenvolvem (ou que achamos que deviam desenvolver) ou pela dispersão de recursos que muitas vezes só se justifica por bairrismos.

Mas como diz alguém que conheço, temos de fazer acontecer! E procurar a parte positiva do que nos rodeia.

Terminamos com uma fotografia geral do espaço, onde se vê a famosa fotografia antiga onde duas pessoas levantam no ar a carroçaria do Marlei, feita em alumínio. Se alguém se tivesse questionado na época sobre a utilidade desta fotografia, certamente não a teríamos nos dias de hoje...

Continue lendo...

2016/10/27

Caixa metálica de ferramentas Sarierep


10.º aniversário Rodas de Viriato...
No vasto mundo dos veículos antigos há um submundo ainda mais vasto, que é o dos coleccionáveis relacionados com os veículos antigos.

É um mundo muito curioso porque nele podemos encontrar letreirospublicidadespinsalfinetes de lapelaenvelopes, entre muitos outros artigos.
Que muitas das vezes são artigos ignorados até uma determinada altura.

Depois quando são apresentados de uma determinada maneira ou num determinado sítio e desenvolve-se aquela sensação de "como é que eu vivi todo este tempo sem isto!"...

É um pouco o que acontece com esta caixa de ferramentas antiga, em chapa metálica, de marca Sarierep - nome "Pereiras" escrito do fim para o princípio, pelo que se adivinha que seja de fabrico nacional.

Se queremos tem uma garagem com artigos antigos, vintage, de colecção, cheios de carácter, esta caixa é uma peça que se enquadra perfeitamente nesse espírito.

Em vez de se ter uma caixa de ferramenta em plástico, igual à que todas as pessoas têm, nada como ter uma antiga, pesada, robusta, caixa para guardar as nossas ferramentas, marcando a diferença.

E tem a vantagem de permitir arrumar ferramentas e pequenas peças em 3 níveis diferentes, e que são articuláveis, evitando-se  aquela situação de termos de tirar mais de metade das ferramentas, só para chegar à que está mais ao fundo.

E as vantagens não acabam aqui... Quem é que gosta que alguém vá mexer na nossa caixa, onde estão as nossas ferramentas? Já se sabe que depois a ferramenta que retiraram não volta para o sítio de onde saiu. Neste caso é possível colocar um fecho na caixa de modo a que ninguém mexa no seu conteúdo!

E em caso de nos fartarmos dela, pode sempre ser vendida para o ferro-velho, fazendo com que entrem alguns cêntimos no nosso bolso, enquanto que as de plástico estão condenadas a ir parar a reciclagem.

Quem quiser ter esta caixa de ferramentas antiga, pode contactar-nos via e-mail (está na lateral direita do ecrã), de modo a obter mais informações.

Continue lendo...

2016/10/26

Moto SMC Normal com JAP 500 cc - 12.º Motorclássico / 2016 (1/3)


10.º aniversário Rodas de Viriato...
E continuando com o melhor dos veículos feitos em Portugal. Apresentamos fotos detalhadas da moto SMC modelo Normal que este em exposição no 12.º Motorclássico.

Esta SMC esteve na exposição "A Moto Portuguesa Nacional / SMC - Juntas pela primeira vez desde os anos 30", lado a lado com a moto Nacional e com a moto SMC Sport, pois fazem parte do mesmo projecto que pretendia desenvolver o fabrico de motos de grandes cilindradas em Portugal.

Ainda foram feitas e vendidas algumas motos desta marca, mas o projecto acabou por não conseguir desenvolver-se.

Os exemplares que chegaram até aos nossos dias mostram o nível de profissionalismo que os envolvidos no projecto tinham na concepção e no fabrico de cada modelo.

O quadro destas motos era feito com tubos de cromo-molibedénio e uniões em aço vazado, que segundo o que consta só era usado naquela época na indústria aeronáutica mais avançada.

O motor usado era um JAP inglês com 500 cc com válvulas à cabeça e lubrificação forçada.

Mais fotografias brevemente!

Continue lendo...

2016/10/25

II Passeio de Motas Antigas - Pardielas / Ferreira do Zêzere


E fazemos uma pausa nas comemorações~dos nossos 10 anos de existência para fazer a divulgação de um evento...
O II Passeio de Motas Antigas, em  Pardielas / Ferreira do Zêzere, pretende reunir no dia 6 de Novembro de 2016 motorizadas, motos, motoretas e lambretas para um passeio pela zona.
Inicia-se pelas 9 horas e prolonga-se até depois da hora do almoço.
Para inscrições ou mais informações consultar o cartaz ou na página do Moto Clube de Ferreira do Zêzere no Facebook.

Continue lendo...

2016/10/24

Catálogo UMM 4x4 Cournil com argola plástica (francês / inglês)


10.º aniversário Rodas de Viriato...
E continuamos com publicações mais especiais para assinalar os 10 anos de publicações diárias sobre os veículos feitos em Portugal.

Divulgamos um catálogo antigo raro do UMM 4x4 Cournil que está encadernado com argola de plástico, impresso a cores sobre papel com características de cartolina, intercalados com impressão a preto sobre papel craft / pardo.

Este catálogo está cheio de imagens com diferentes versões do jipe UMM Cournil 4x4, notando-se que houve o cuidado de mostrar veículos diferentes, em locais diferentes, o que terá exigido um investimento considerável de recursos, dinheiro e tempo.

Deste modo temos um catálogo que nos mostra que a União Metalo-Mecânica, L.da não estava a brincar em serviço, tal como acontecia com os jipes que produzia.

Para rentabilizar o investimento feito, os textos estão impressos a francês e a inglês - ora de um lado da folha do papel craft, ora do outro. Para que os textos não prejudicassem a visualização do folheto, a folha em questão é mais estreita.

A divulgação de material promocional deste tipo deve ter ajudado a facilitar a venda de jipes para França e para o Reino Unido, mercados para onde foram exportados muitos jipes feitos em Portugal.

A meio do catálogo há uma página dobrada que no interior tem uma fotografia de um jipe UMM 4x4 Cournil que tem as características dos modelos produzidos nos primeiros anos...

Como portas com dobradiças como as que são usadas em portas simples de uma casa; faróis de tamanho mais pequeno; farolim / pisca na frente com forma oval; zona do pára-brisa pintada de outra cor, entre outras pequenas diferenças...

Outro elemento que salta à vista de quem o consulta, é a grande quantidade de jipes UMM 4x4 Cournil com chassis dos curtos (alguns dos quais já aqui mostrámos detalhadamente) e que noutra versão muito parecida deste catálogo, já não aparecem!

No catálogo há referência aos UMM 4x4 Cournil Tracteur; UMM 4x4 Randonneur e Cournil UMM 4x4 Cournil Entrepreneur estando as referências acompanhadas de fotografias.

Como é norma num catálogo, nele estão incluídas fotos / esquemas da parte mecânica do jipe, bem como as respectivas características técnicas.

Nesta parte foi usada a fotografia que mostra vários jipes UMM 4x4 Cournil de chassis dos curtos a avançar por uma praia igual à de um folheto que já aqui mostrámos.

O catálogo termina com uma fotografia de um dos UMM 4x4 Cournil curto a andar sobre areia numa zona de praia. Alguém identifica o condutor do jipe?

Continue lendo...

2016/10/23

Envelope antigo da Motali - Motores e Veículos Nacionais, Limitada


10.º aniversário Rodas de Viriato...
A Motali - Motores e Veículos Nacionais, Limitada, vendia as motorizadas e tricarros de marca Motalli, tendo tido delegações em Lisboa e no Porto.
Como nem sempre há informação escrita disponível ao público sobre as marcas de motorizadas nacionais, temos de descobrir e cruzar informações para saber o que procuramos.

Com este envelope com carimbo de dia 9 de Julho de 1965 temos uma prova concreta de que a marca Motali nessa altura já estava no Porto, na Rua de Santa Catarina 1228, sendo a carta dirigida a um agente em Ponte de Lima.

Se hoje em dia há a preocupação com a reciclagem e com a reutilização, os nossos antepassados já o faziam, como se pode ver pelo verso do envelope que foi usado para fazer uma conta.

Agradeço a Filipe Viana pelo envelope (obrigado!).

Continue lendo...

2016/10/22

Folheto dos automóveis Evasão - Comércio e Indústria de Veículos a Motor, L.da


10.º aniversário Rodas de Viriato...
Pois ontem completámos 10 anos de existência e como já vem sendo norma, quando fazemos anos os nossos visitantes é que recebem algo de memorável.

Quem se interessa por automóveis feitos em série em Portugal conhece os jipes UMM, o Portaro e os micro carros Sado 550 e o Motalli City Car.
Depois há uma série de outros automóveis, não tão conhecidos e dos quais foram feitas pequenas séries. Destacamos o Edfor, o AC Sport Car e o Lince.

Quando fazemos pesquisas na Internet sobre este tema, aparecem algumas referências vagas aos automóveis Evasão, da Metalomecânica Evasão (?) e a coisa fica por ai.
Mas estamos cá para mudar esta realidade e lá fomos tentar trazer a público algumas informações sobre o assunto e aqui estão elas, a partir de um folheto de divulgação da Evasão - Comércio e Indústria de Veículos a Motor, L.da.

A empresa tinha a linha de montagem na Estrada dos Cardais, em Vagos.
Como o folheto tem autocolantes colados sobre informação impressa, arriscamos a dizer que a empresa terá mudado de instalações, pois por baixo de um dos autocolantes, pode ler-se que a sede da Evasão era na Rua do Lamigueiro e a linha de montagem era na Gafanha da Boa Hora.

Ao analisarmos as fotografias publicadas, podemos ver que para além do automóvel Evasão, a empresa também fabricou um automóvel descapotável; outros que parecem ser automóveis para golf e até uma versão tipo carrinha de carga.
Numa fotografia com a fachada da fábrica que tinha 4.500 metros quadrados, é possível ver 12 automóveis Evasão estacionados.

No folheto aparece ainda uma fotografia da linha de montagem, onde se podem ver 6 automóveis em diferentes fases da montagem e até um chassis onde se identifica o motor na parte da frente e o depósito de combustível colocado a meio, do lado esquerdo. É referido que a linha de montagem podia fabricar 50 viaturas por mês.

Nas características técnicas são apresentados dois modelos do Evasão, o TX 325 e o Sprint 500. Os dois usavam motor Lombardini a gasóleo, sendo no 1.º caso de 325 cm3 e o 2.º com 505 cm3.
O depósito de combustível em ambos os modelos tinha capacidade para 13 litros. Tinham ainda embraiagem automática centrífuga e transmissão automática com variação contínua.

Agradecemos a quem tiver mais informações sobre os automóveis Evasão ou sobre a fábrica onde foram produzidos, que faça o favor de deixar comentário.

Continue lendo...