2015/05/31

Envelope da Águia Cycles Ideal - Leonel S. Castro Sereno


Não são as obras de Santa Engrácia, mas o trabalho por aqui nunca está concluído.
Mostramos mais um envelope antigo de uma empresa que se dedicava à venda de material para bicicletas e de acessórios, para além de ser importador e distribuidor.
Era a Leonel S. Castro Sereno, de Coimbra, situada na Rua Eduardo Coelho. Pelo que consta no envelope era o único representante em Portugal das bicicletas Celta, Águia e Dragão.
Será que há alguma relação entre a marca Águia e os travões de ferradura de marca Águia que estão montados na bicicleta Zenith Cycles com roda 28 que já aqui mostrámos? Consta que também houve uma moto "Águia", seria desta empresa?...

A Leonel S. Castro Sereno era ainda distribuidor autorizado dos pneus Dunlop e representante no centro do país das tintas Gilcars.
O envelope aparentemente foi impresso em 1956.

Continue lendo...

2015/05/30

3.º Passeio de Motorizadas - Seixo da Beira


O 3.º Passeio de Motorizadas em Seixo da Beira, Oliveira do Hospital, está agendado para dia 28 de Junho de 2015.
A concentração está marcada para as 9 horas no parque N.ª Sr.ª da Estrela. As inscrições são limitadas e devem ser feitas até dia 25 de Junho.
Inscrições on-line em: www.duasantas.web.pt, pelo e-mail: gaduasantas@yahoo.com ou: 967276584 - 967579247 (ver cartaz).

Continue lendo...

2015/05/29

UMM + Órbita + EFS + Mini Moke da GNR - XXIII Automobilia de Aveiro


Para além da exposição com ciclomotores e motorizadas Pachancho, na XXIII Automobilia de Aveiro, houve outro espaço onde os veículos de fabrico nacional também marcaram presença, a exposição Veículos Históricos da GNR / BT.

Segundo a informação oficial, eram 34 veículos históricos, sendo 14 automóveis, 18 motociclos e 2 bicicletas. Aqui mostramos alguns deles.

Quando se pensa em GNR e em automóveis nacionais, pensa-se logo no jipe UMM Alter que foi usado um pouco por todo o país. No caso do exemplar em exposição tinha tecto duplo ou tecto tropical.
Também estava em exposição um Mini Moke pintado de verde com alguns apontamentos a branco.

Já nas duas rodas de fabrico nacional era possível ver uma bicicleta Órbita (marca que continua a ser usada pela instituição) tipo pasteleira, com travões de alavanca, suporte de mercadorias e grupo eléctrico.

Nas duas rodas com motor, o destaque vai para uma EFS modelo 301 m, com motor de turbina, com o seu tradicional selim pequeno e suporte de mercadorias de grande dimensão.

Em relação aos outros veículos históricos, havia um blindado Land Rover Shorland Mk III que pertenceu ao 2.º Esquadrão da GNR.

Nos jipes destacamos um que tinha montado na dianteira uma grade com arame farpado, simulando os usados na Crise Académica de 1969 em Coimbra e um jipe Range Rover descapotável, preparado para desfiles e cerimónias oficiais.

Havia ainda motos de grande cilindrada, todas restauradas e prontas a circular.

Agradeço a realização da reportagem fotográfica feita por Sérgio Evangelista, do Projecto Vinta5 - onde a fotografia analógica e o mundo vintage se cruzam. Quem gosta de fotografias à "la minuta" deve visitar esta página no Facebook.

Continue lendo...

2015/05/28

Livro Motorizadas Portuguesas 50 cc na Clube do Colecionador


Uma das novidades editoriais deste ano será o lançamento do livro Motorizadas Portuguesas 50 cc, de Pedro Pinto, que pretende contar a história das motorizadas de fabrico nacional com 50 cc a partir dos anos 50 do século passado, quando este tipo de indústria começou a ganhar força, até que terminou já no início deste século.
O lançamento está para breve e, enquanto não é feito, aproveitamos para mostrar a revista Clube do Colecionador, onde é feito um grande destaque à publicação a editar pelos CTT. Esta publicação vem no seguimento da edição da colecção de selos e postais das Motos e Motorizadas Nacionais, feita há uns anos.
Na capa da revista aparece um ciclomotor Quimera de competição e no interior há 5 páginas integralmente dedicadas ao livro, como se pode ver pelas fotografias que acompanham este texto.

Neste livro o blogue Rodas de Viriato colaborou com muitas fotografias e imagens, de modo a enriquecer o conteúdo, permitindo ilustrar os textos com folhetos, catálogos, publicidades e fotos - tanto de elementos de colecção, como de oficinas antigas e de concentrações.
Uma prova de que o esforço feito todos os dias ao longo destes 8 anos não é em vão.

Por esse motivo recebemos dois exemplares da revista, bem como uma mensagem de agradecimento pela colaboração. Agora é a nossa vez de agradecer a atenção, bem como a oportunidade de poder ajudar a demonstrar a qualidade das nossas motorizadas.
Assim que houver novidades, cá estaremos para as divulgar!

Continue lendo...

2015/05/27

Ciclomotor Vilar Zebra em feira de velharias (2/2)


E com este grupo de fotografias concluímos a apresentação do ciclomotor Vilar Zebra que estava à venda numa feira de velharias e antiguidades.

Este ciclomotor tinha 2 velocidades, sendo comandadas pelo punho no lado esquerdo do guiador.

Neste aspecto era bem diferente dos outros ciclomotores Vilar, com motor Cucciolo, que tinham uma haste perto do depósito de combustível, para mudar as mudanças.

O selim era forrado a napa e tinha molas colocadas verticalmente na parte de trás, de modo a amortecer as irregularidades do piso percorrido.

Num dos lado do suporte de mercadorias tinha uma bolsa em couro para transporte de pequenas mercadorias, ou para transporte de ferramentas e remendos para as câmaras de ar.

No cachimbo do guiador era possível ver o tradicional trevo da Vilar.

As travões eram de ferradura e na roda da frente tinha suspensão.

Na imagem anterior podemos ver a lateral do ciclomotor Vilar com o motor Zebra.

O farol tinha aro da Miller e tinha um vidro da MIL - Miranda e Irmão Limitada, pelo que já houve substituição de peças (caso contrário as duas marcas seriam coincidentes).

Quem tiver informações sobre as montagens Vilar com motor Zebra, deixe comentário por favor, pois todas as informações são importantes para se compreender melhor a utilização desta motorização.

Continue lendo...

2015/05/26

Amolador com bicicleta Sirla Sport Model


As motorizadas e bicicletas nacionais sempre permitiram ganhar o pão que se põe na mesa. Na maior parte das vezes de forma indirecta, mas noutros caso não.

As fotografias que mostramos são de uma bicicleta Sirla, modelo Sport Model, tipo pasteleira com travões de manete, que serve para um amolador trabalhar à antiga.

Neste caso o esmeril para afiar facas e tesouras é movido manualmente, havendo um suporte colocado na roda de trás que dá estabilidade à bicicleta enquanto o serviço é realizado.

O esmeril e uma pequena bigorna improvisada estão colocados no local do suporte de mercadorias, onde ainda há espaço para uma caixa em madeira com material de apoio para o serviço de amolador.
Agradeço a colaboração do amolador, que aceitou ser fotografado de modo a permitir que no futuro se saiba como era esta profissão.

Continue lendo...

2015/05/25

Pachancho na XXIII Automobilia de Aveiro - 23.ª edição / 2015


No último fim-de-semana realizou-se mais uma edição da Automobilia de Aveiro, que em 2015 teve a sua 23.ª edição. Perante a enorme quantidade de material exposto / para venda e, consequentemente, perante a grande quantidade de fotos para publicação, decidimos começar por fazer um apanhado por marcas.
E quem é que tem a honra de ter a primeira publicação sobre a feira?... Pois é a Pachancho!

Num espaço da APME - Associação Portuguesa do motociclismo de Época, havia vários exemplares da marca de Braga em exposição e, paralelamente, fazia-se o registo histórico de motorizadas e ciclomotores Pachancho. Deste modo era possível ver diferentes modelos produzidos por esta marca que em 2010 comemorou 90 anos da sua fundação!

Um dos modelos, o que está pintado de azul, era uma motorizada Cinal Pachancho, modelo Himalaia 58, junto do qual estava em exposição um cartaz publicitário antigo com este modelo.

Havia ainda uma motorizada Pachancho P - 503, que tinha escape duplo, pormenor que a torna distinta e com um toque de classe. Isto já para não falar na terminação dos escapes.

Outro modelo em exposição e em destaque, era um ciclomotor de competição Cinal Pachancho que foi vencedor de vários campeonatos e recordes de velocidade entre 1954 e 1960. Para além de ter um quadro pensado na competição, tinha uma almofada em cima do depósito de combustível, para que o piloto pudesse ter uma postura mais aerodinâmica durante a utilização.

Ao lado de exemplares restaurados, também havia modelos com a patine do tempo e da utilização, como no caso destas motorizadas Cinal Pachancho, equipadas com diferentes versões de motor Pachancho.

Uma vez que não pudemos estar presentes no evento, apresentamos fotografias de Nuno Vidal a quem agradecemos a colaboração e disponibilidade em tratar de fazer o registo fotográfico do evento (muito obrigado!)

Continue lendo...

2015/05/24

III Encontro Motorizadas Antigas - ARUNI


O III Encontro Motorizadas Antigas, em Oliveira do Arda, em Raiva, Castelo de Paiva, está agendado para dia 6 de Junho de 2015.
É organizado pela ARUNI - Associação das Rodas Unidas e começa pela 14 horas, sendo o encontro no salão da junta de freguesia. No final da volta pelo concelho, haverá um mega merenda, seguida da actuação da banda RocknRolla.
Para mais informações, usar os contactos existentes no cartaz.

Continue lendo...

2015/05/23

kits de autocolantes Famel, Macal e Fundador - Sericértima


Para além da grande variedade de autocolantes que a Sericértima tem para motos e motorizadas antigas e clássicas, especialmente pensados em quem faz restauros, tem ainda os kits com motorizadas antigas. Tanto podem servir para personalizar um espaço ou um objecto, como podem servir para irmos passando o bichinho das motas antigas aos mais pequenos.
São muitas as marcas que figuram nestes conjuntos de autocolantes, mas hoje damos destaque a 3 delas.
Começamos pela Famel! São 7 os conjuntos que a Sericértima tem disponíveis de kits de motos antigas Famel - Desde a Famel XF 17, passando pelos primeiros modelos, como a Famel Rex ou Famel Victória e acabando na Famel com motor Puch de 125 cc.

Outra das marcas é a  Macal. São 6 os conjuntos disponíveis, onde figuram motorizadas como a Macal M 83, a Macal Porsche GT, a Macal Astronauta ou a Macal M 70. Podem ver aqui os kits de motos da Macal.

O melhor desta colecção é que não se limita só às marcas mais conhecidas, outras como a Fundador também têm o seu kit, onde podem ver alguns dos modelos mais emblemáticos, como a Fundador K 600 Fera, a Fundador Chppper ou a Fundador K 610 Savage.
Para comprar estes conjuntos de autocolantes, basta registarem-se no site da Sericértima.

Continue lendo...

2015/05/22

Ponta de escape Sidónio forma rabo de peixe


Há marcas que são um quebra cabeças... Mas devagar vamos deslindando a meada...
As pontas de escape com forma de rabo de peixe, de marca Sidónio que mostramos são um caso do que falámos anteriormente.
Podem ter sido usadas numa moto, mas também num ciclomotor ou motorizada, notem que a zona que prende à panela do escape tem um diâmetro reduzido.

Pelo estilo, aparentam ser dos anos 50, mas o seu ar artesanal, não só na textura e nos acabamentos, como também no tipo de letra usado na palavra Sidónio, bem que podem ser peças fundidas posteriormente.
Como é um nome usado em Portugal, deduzimos que sejam de uma marca nacional, mas quem puder confirma a situação, pode deixar um comentário.

Continue lendo...

2015/05/21

Feira do Mundo Motorizado de Corroios 2015


A 4.ª edição da Feira do Mundo Motorizado de Corroios terá lugar nos dias 6 e 7 de Junho de 2015.
Haverá exposição e venda de veículos automóveis, clássicos, pesados, miniaturas, peças automóveis e afins.
Será na Quinta da Marialva, na Av. Vale de Milhaços, em Corroios.
Para mais informações, usar os contactos existentes no cartaz.

Continue lendo...

2015/05/20

Alfinete de lapela Ford Azambuja


Não sendo uma marca portuguesa, a Ford teve uma fábrica na Azambuja, como se pode ver por este alfinete de lapela antigo, que entretanto passou a estar junto do pin do Grupo Desportivo do Pessoal da Ford Lusitana.

É o artigo ideal para se ter junto ao peito enquanto se conduz uma Ford Transit transformada pela ELME e, no caso de não se ter uma, fica bem na colecção.

Continue lendo...

2015/05/19

Bicicleta Vilar Sport no Motor Clássico 2015


Esta bicicleta Vilar Sport, com travões de manete esteve à venda na última edição do salão Motor Clássico, em Lisboa.

Pelos componentes seria uma bicicleta produzida por volta dos 80 do século passado.
Tinha suporte de mercadorias e bomba de ar.

O guarda-corrente quase que era do tipo integral, evitando que o ciclista sujasse as calças com o óleo da corrente.

No quadro o emblema da Vilar, bem como as decorações nela existentes, eram autocolantes impressos sobre papel autocolante prateado.

O selim era forrado com napa, tendo molas na vertical e a chapa da marca Vilar, colocada ao alto, na parte de trás.

Continue lendo...