2014/10/24

Catálogo UMM - Le UMM sans détour - UMM 4x4 Le plaisir utile


Continuamos a comemorar o 8.º aniversário com publicações um pouco mais especiais.
Por isso divulgamos um catálogo da UMM que mostra alguns dos jipes fabricados antes do final da produção em série, e que foi criado para o mercado francês, com o slogan UMM 4x4 Le plaisir utile (UMM o prazer útil). Fica a dúvida se terá sido publicado por volta de 1992 / 1993 ou mais tarde.

A propósito deste panfleto...
Dizer mal é o recurso que muitos usam para dar um ar de entendidos ou de superiores, pois para se poder fazer uma crítica negativa, tem de se conhecer muito bem uma determinada temática. Só depois conseguimos ter sentido crítico que nos permite falar de forma justa - ideia resumida na máxima "antes de falares de um homem, experimenta andar com os seus sapatos".
É claro que no dia-a-dia qualquer burgesso que mal conhece a sua mão é capaz de vomitar umas palavras negativas a propósito de qualquer temática, de modo a parecer ser entendido no que seja. Alguns até conseguem obter cursos complicados e depois tanto falam de comportamentos humanos, como de quem ganha muito dinheiro a correr em relvados atrás de um sólido geométrico que é brinquedo de criança.

Dizer mal do que fazemos é um clássico, em parte resultado da pescadinha de rabo na boca em que a falta de conhecimento (ou de luz), justifica a criação de ideias erradas (e de trevas).
Mas estamos cá para alterar isso e para calar quem fala sem saber, nada como apresentar argumentos de peso - neste caso jipes que são pau para toda a obra, versáteis e com estilo! E este panfleto mostra isso mesmo.

Na imagem com o número 1 podemos ver uma versão com 5 portas do UMM Alter que normalmente só tem 3 portas. Era uma proposta de versão para ser usada por forças policiais. Para a transformação foram adaptadas portas normais dos UMM, mas com um corte na chapa devido à proximidade da cava da roda traseira. Foi ainda incluído um vidro lateral para maior visibilidade e entrada de luz no jipe.

Na foto com o número 2 podemos ver um UMM Alter CD com uma caixa fechada em fibra e grelha metálica por cima do tejadilho do jipe. Há ainda uma escada na traseira que permite o acesso a parte de cima do jipe.
Já na foto com o número 3 vemos um UMM Alter CS com caixa metálica (em alumínio?) basculante, especialmente indicada para usos agrícolas, florestais e industriais.

Em relação às versões normais, nota-se que a UMM conseguia produzir jipes adaptados aos dias que corriam (e que correm!). A versão denominada UMM VP Alter 100 HT / ST, com capota metálica é um bom exemplo do que disse antes. A pintura é metalizada, o tejadilho tem vidros alpinos e está pintado da cor da carroçaria, as jantes são cromadas. Mais intemporal, é difícil!

O mesmo acontecia com o UMM VP Alter 100 HT / ST com capota de lona ou encerado. Tem um ar simples e despojado.

Mas outra das novidades nestes jipes UMM era o interior que tinha um novo tablier e novas forras das portas. Deste modo estava pronto para uma utilização mais citadina, como se verifica hoje em dia com a maioria dos 4x4 vendidos.

Estas últimas tinham colunas de som embutidas e um pequeno cesto para cartas / papéis ou objectos pequenos. Aparentemente era feita em fibra, o que facilitava a limpeza.

Este novo tablier pretendia ser mais ergonómico e tinha uma sofagem mais potente. A saída de ar para a zona dos pés foi melhorada, tornando-se mais eficaz (a anterior estava direccionada para a zona dos joelhos).

Foi melhorada a insonorização do habitáculo, que passou a estar revestido com uma alcatifa cinzenta e foram usados novos amortecedores - tudo pensado para melhorar a experiência de condução / viagem.

No folheto é referido que existiam 23 versões disponíveis para venda, algumas delas pensadas para protecção civil, para os bombeiros ou para empresas de telecomunicação.

No verso do folheto foi colado um autocolante com a nova morada da UMM France: 72, Rue Edgar Faure - 25400 Exincourt - B.P. 39 - 25401 Audincourt

1 comentário

cRiPpLe_rOoStEr a.k.a. Kamikaze disse...

Curioso que na Europa o uso de motores a gasóleo de alta rotação e injeção indireta era bem aceito pelos consumidores, ao passo que cá na América do Sul ainda predominavam motores de baixa rotação e injeção direta (comunizados aos tractores industriais e agrícolas) em veículos que apresentavam factores de carga semelhantes ao UMM.

Enviar um comentário