2013/12/31

R-D-V: Balanço do ano de 2013


E mais um ano que acaba, a vida continua e para o Rodas de Viriato é altura de fazer mais um balanço do ano... Ou seja, uma desculpa para pensar no que se fez, e no que se pode fazer.

Podemos dizer que 2013 foi o ano de sairmos do virtual para o real, tentando estar sempre na vanguarda, apostando no exclusivo e na inovação, como temos feito ao longo destes 7 anos de existência:
- O evento Garagem Aberta R-D-V foi uma boa desculpa para momentos de conversa entre leitores e editor deste blogue, num total de 4 iniciativas que esperamos possam servir de inspiração para outros entusiastas de veículos antigos partilharem o que sabem e o que têm com os outros;
- A exposição Início da Indústria de Ciclomotores em Portugal, mostrou a nossa capacidade organizativa e o modo de trabalhar, tentando trazer algo de novo e apresentando alternativas válidas.
- Fomos "Media partner" de vários eventos, ajudando na divulgação de passeios e encontros de veículos antigos, junto dos nossos leitores e contactos, usando os mais variados meios para tal;
- Continuámos a apostar na divulgação de marcas e modelos de pneus antigos usados por marcas nacionais de bicicletas, motorizadas e motos. Paralelamente temos para troca ou venda vários pneus que permitem restauros rigorosos, ajudando deste modo quem gosta de ir ao mais pequeno pormenor;
- Acabamos o anos com 152 seguidores do blogue e 1132 "amigos" no Facebook.
- O número de artigos publicados está em 2790, sendo que estes originaram um total de 1 420 438 visualizações de páginas...

Em termos de mercado (essa nova religião e doutrina que ainda não tem muitos contestatários), notaram-se algumas mudanças...
- Notou-se um aumento do número de veículos para venda, o que nem sempre correspondeu a uma diminuição dos preços praticados;
- Registou-se o incremento do número de cópias de peças para restauros, especialmente para motorizadas nacionais;
- Continuaram a aparecer novas empresas e projectos como a Motos & Restauros ou o site Gasolina Super, que são um complemento a outros projectos que já existem, ajudando ao crescimento da área.

Prontos para mais uma volta da corrida sem fim, para o que der e vier... E para quem quiser! Assim haja esferas nas zona da junção das pernas! 2014 sai da frente!

Continue lendo...

2013/12/30

Revista Motor Clássico n.º 82 com automóvel AR


E já está nas bancas mais um número da revista Motor Clássico, neste caso é o número 82, de Dezembro de 2013.
Pela capa podemos ver que os automóveis de fabrico nacional voltam a estar em destaque nesta publicação.
Nesta caso temos uma reportagem com o automóvel A.R. (Alcobia e Ribeiro), modelo Sport, que foi construído em meados da década de 50 do século passado em Castelo Branco e foi recentemente restaurado.
Mas não é tudo, o automóvel Sado 550 consta numa parte de um artigo sobre automóveis que eram baratos e que com o passar dos tempos se tornaram caros.
Na rubrica "Made in Portugal", de José Barros Rodrigues, é apresentado um estudo sobre a número de participações dos automóveis de fabrico português dos anos 50, em provas desportivas da época. O artigo até tem gráficos, para comparação entre marcas.
Revista já nas bancas.

(a revista não foi gentilmente oferecida , foi comprada, tal como já tinha acontecido com esta, com esta, com esta, com esta, com esta, com esta, com esta, com esta, com esta, com esta, com esta.... aliás, com todas as revistas Motor Clássico divulgadas neste blogue!)

Continue lendo...

2013/12/29

RDV deseja para 2014...


O nosso departamento gráfico não tem mãos a medir. Se isto fosse trabalho pago, não sei como é que faria...
O que vale, é que imaginação não falta!... E é mesmo esse o espírito que queremos que não falte a ninguém em 2014!
Venha o que vier, vamos ver e aproveitar o bom que as coisas têm! O Rodas de Viriato continuará a fazer a sua parte, por isso continuem a visitar-nos!

Continue lendo...

2013/12/28

Começar o ano de 2014 com pneus vazios dá azar!


Como nos preocupamos com os nossos leitores, e porque o final do ano de 2013 chega ao fim, relembramos que começar o ano ano com os pneus vazios dá azar.
Por isso não se esqueçam de que devem resolver esse assunto quanto antes... Sejam bicicletas, motorizadas, automóveis antigos, jipes, camiões, autocarros... Não deixem para depois e evitem um 2014 fraco em termos de veículos antigos!

Continue lendo...

2013/12/27

Promoção com UMM no Arena Shopping - Torres Vedras


Já aqui mostrámos vários exemplos de utilização de jipes UMM para passeios e para turismo.

Deste modo potência-se a economia, no passado com a aquisição do veículo feito em Portugal, no presente com a criação de emprego associado ao veículo.

Para além de que no sector do turismo estamos a mostrar um produto diferente, que trará experiências diferentes - o que a nosso ver é o correcto, evitando assim a redundância de se fazer a mesma coisa em sítios diferentes, seja comer sempre no restaurante de marca "X", dormir sempre no hotel de marca "Y", comprar roupa sempre na loja de marca "W"...

Neste caso em concreto a ideia era ir com um grupo de amigos à praia de Santa Cruz, tendo como ponto de partida o Arena shopping.

A empresa “Rotas do Oeste” que se dedica à organização de passeios com UMM na zona, era a promotora.

Como a promoção já passou, podem sempre contactar a empresa e tentar fazer o passeio de um dia chamado “Rota dos Moinhos”.

Para angariação de clientes foram usados dois jipes UMM Alter, um na versão normal, outro na versão longa.

O UMM Alter longo estava decorado com publicidades relativas à viagem Arena shopping - Praia de Santa Cruz.

Agradeço a Miguel Silva Machado do site Operacional por mais esta colaboração (obrigado!).

Continue lendo...

2013/12/26

Se não vales X, vai pró OLX!


Quem acompanhou o crescimento do site OLX sabe que qualidade, seriedade, competência e rigor são palavras que nem sempre estiveram / estão subjacentes ao site em questão.
Nada como gastar uns milhares de euros em publicidade, na televisão, em sites e/ou em painéis para tentar escamotear a coisa. Fazer uns vídeos que fiquem no olho e uns slogans que fiquem na cabeça, parece ser a solução... Mas não!
A qualidade de uma empresa vê-se pela preocupação em resolver problemas que surgem e pela preocupação dada às pessoas que contactam com essa empresa.
É claro que na demanda capitalista, o cliente é só um meio para chegar a um fim - o dinheiro. Por isso esse "meio" é tratado como algo sem importância e que deve ser relegado para uma situação onde nada faça, a não ser entregar o seu dinheiro às grandes empresas que nada deixam de pé depois da sua passagem.
É claro que enquanto clientes, aparentemente nada podemos fazer, mas podemos sempre atirar umas pedras para a engrenagem...
Toda esta conversa vem no seguimento de vários anúncios onde são usadas fotos do blogue Rodas de Viriato (nota: alguns exemplos que podem estar off-line: http://baixadabanheira.olx.pt/moto-antiga-1956-iid-438119913; http://pontedelima.olx.pt/sachs-efs-formula-1-iid-439446139; http://arrudadosvinhos-arrudadosvinhos.olx.pt/casal-iid-442560425 ...) sem que sejam relativos a anúncios do Rodas de Viriato.

A situação é complicada, pois alguém está a vender um produto que não corresponde à foto que apresenta, estando deste modo a enganar o comprador e, pior ainda, está a denegrir a imagem do blogue Rodas de Viriato, onde qualidadeseriedadecompetência e rigor são palavras que sempre estiveram / estão subjacentes ao blogue.
O mais ridículo de tudo isto é que, se tentar colocar um anúncio com a palavra Rodas de Viriato, usando a conta Rodas de Viriato, com o e-mail Rodas de Viriato, não consigo! Dizem-me que não estou a respeitar as regras do site! Mas pelos vistos há quem o consiga!
Tenho reportado as situações que descubro e, volta e não volta, envio um e-mail onde explico a situação e apresento provas do que digo. Volta e não volta lá recebo um e-mail automático a dizer que querem melhorar o serviço e outras coisas desse tipo, mas a realidade continua como está. É natural que gastando tanto dinheiro em publicidade, não sobre muito para funcionários...
Deste modo fico triplamente prejudicado:
- usam o meu nome sem autorização (nas fotos com o crédito "Rodas de Viriato");
- perco tempo a reportar as situações e a enviar e-mails que nada mudam;
- não consigo colocar fotos com a referência Rodas de Viriato nos meus anúncios!

Por esse motivo deposito algum entusiasmo no site Custojusto, onde tenho vários produtos à troca/venda e aparentemente há pessoas que respondem às mensagens que lhes são enviadas e este tipo de situações não acontecem.

Continue lendo...

2013/12/25

Jogo de travões Lusito Cantilever na caixa original


Não foi presente de Natal, mas muitos não se importavam de ter uma surpresa destas na meia, junto à lareira.

As fotos que mostramos são de um jogo de travões Lusito Cantilever, para bicicleta, ainda na caixa original.

As fotos foram-nos enviadas por um leitor do blogue Rodas de Viriato, que pretende manter o anonimato.

À boa moda antiga, os calços dos travões estão marcados com a palavra Lusito.

Como se pode ver pelas imagens, na caixa vinha todo o sistema necessário para travar o andamento de uma bicicleta.

As manetes eram em metal e os cepos em plástico rígido.

A embalagem é simples, com impressão a verde e preto.

Para além da marca e da referência ao conteúdo, a caixa também tem impressas imagens do jogo de travões.

A caixa foi adquirida recentemente numa loja na zona de Leiria.

Continue lendo...

2013/12/24

Vendido diapositivo com automotora ME pintada de azul (?) e vermelho


Andamos sempre em busca de mais informações sobre as automotoras da série ME da linha do Vale do Vouga e acabou de ser vendido no Ebay um diapositivo duplicado de uma das automotoras em questão, onde a pintura é em azul (ou preto???... Notem que é uma cópia do slide original e as cores poderão ter sofrido alterações!) e vermelho.
A automotora ME 54 teve este esquema cromático aproximadamente entre meados e final da década de 60 do século passado. Era mais detalhado do que o posterior só em azul, pois o vermelho contornada a automotora na parte inferior, bem como a zona das portas e das janelas e o meio da frente da automotora.

Continue lendo...

2013/12/23

Autocarro de brincar Autobus - Criação Cati


Não é só pelo Natal que os brinquedos são desejados...
Especialmente quando são brinquedos antigos, há sempre um adulto que quer relembrar a sua infância e não resiste a comprar um brinquedo que teve no passado.

Este autocarro Autobus de marca Criação Cati, fabricado pela Mesquita & Pereira, Lda, de Olival - Carvalhos, está a caminho desse estatuto.

Pelo aspecto aparenta ser da década de 90, do século passado.

Já tem indicação de que é recomendado para crianças com mais de 3 anos.

Está dentro da embalagem original e o autocarro tem autocolantes colados, como no caso da matrícula e do suposto nome da empresa de transporte.

Pelo que está escrito na embalagem, não seria um brinquedo destinado unicamente ao mercado nacional, aparentemente também terá sido vendido em França.

As cores usadas no plástico são fortes, especialmente o rosa, que não passa despercebido...

O tejadilho do autocarro era aberto, onde se imaginavam uns vidros transparentes - tal como os vidros a toda a volta do autocarro.

Continue lendo...

2013/12/22

Vídeo "Salon du 4x4 de Val d'Isère 7ème édition" 1990


Mais um vídeo com jipes UMM além fronteiras... Neste caso retomamos o Salão de Val d'Isere, onde a UMM esteve presente com ao jipes UMM Alter.
Por volta do primeiro minuto podemos der uma versão do UMM Alter Pick Up com parachoques cromado e seis faróis do tejaldilho... Um todo-o-terreno com ainda mais estilo!
Para além do espaço com exposição estática de jipes, a UMM também tinha veículos que podiam ser experimentados. Por volta do sétimo minuto e meio, podemos ver 4 jipes UMM Alter com matrícula francesa a rodar pelos trilhos da montanha.
O vídeo está na página do utilizador Hmc62100, no Youtube.

Continue lendo...

2013/12/21

Folha com modelos Masac no ano de 1971


Mais dois papeis, que para muitos são simples folhas velhas, mas que nos dizem algumas informações importantes sobre a Masac - Marcelino dos Santos & C.ª L.da, de Cantanhede e Lisboa, relativas ao ano de 1971.
Nestas folhas podemos ver a gama de motorizadas vendidos pela Masac, bem como as características destas motorizadas, nomeadamente sobre a Masac Bellita 202, a Masac Belitta 203, a Masac 409, a Masac 406 Super Sport e a Masac 408.

Toda a gama de motorizadas Masac era equipada com motores Casal.
Notem que a lotação das motorizadas era de 1 pessoa, o condutor!
Agradeço a André Ricardo pela oferta das folhas!

Continue lendo...

2013/12/20

Encontro de Bicicletas Antigas "Reis da Estrada"


Quem gosta de mesmo de bicicletas antigas, vai fazer a passagem de ano em cima de uma bicicleta, enquanto pedala sem as mãos no guiador e come as 12 passas de uva.
Quem não é tão equilibrista e fanático, digamos que também pode começar o ano a pedalar, mas no Encontro de Bicicletas Antigas "Reis da Estrada", que terá lugar no dia 5 de Janeiro de 2014, pelas 11 horas, na Rotunda da Boavista até ao Jardim do Passeio Alegre
Aqui fica a informação que retirámos da Internet:

No dia 14 de Julho de 1880 foi disputada a primeira corrida de bicicletas em Portugal, precisamente na Foz do Douro entre Matosinhos e o Castelo da Foz. A organização deste evento ficou à responsabilidade do recém fundado Clube Velocipedista Portuense que nasceu do entusiasmo que as bicicletas provocaram nesta cidade.

Vemos portanto que a marginal da cidade invicta junto à Foz é desde há mais de uma centena de anos, palco para eventos de recreio e desporto ligados à história da bicicleta.
Com esta ideia em mente, a Invictus Cycle United e O Veterano Cyclista uniram-se para proporcionar aos velocipedistas portuenses, e não só, um evento inspirado nos passeios do passado com jogos e bicicletas do passado neste exacto local histórico — o Jardim do Passeio Alegre.
O ponto de partida é pelas 11 horas da Rotunda da Boavista, descendo depois pelas avenidas históricas da Boavista e Marechal Gomes da Costa até à marginal da Foz para um picnic e convívio do século passado com jogos tradicionais da malha e fisgadas ao alvo. Vai haver também a presença dum fotógrafo da Invictus Real e C.ª a registar retratos para Cabinet Cards dos velocipedistas trajados e acompanhados das suas machinas.

Posto isto, vamos então celebrar a véspera de Reis a pedal e com um sentimento de nostalgia pelos nossos veteranos cyclistas dos tempos de outrora.


Prémios: A Pasteleira | Velo Culture

Mais informações:
- A pasteleira Porto
- Veloculture Porto Lisboa
- Invictus Cycle United
- O Veterano Cyclista

Continue lendo...

2013/12/19

Publicidade Tudor - Novas fábricas, Novas pilhas, Novas baterias


Revirando o baú informático, veio esta publicidade às novas fábricas, novas pilhas e novas baterias da Tudor, datada de início dos anos 80 do século passado.
Na publicidade podemos ver fotografias aéreas das novas fábricas da Tudor, a de baterias em Castanheira do Ribatejo e a de pilhas em Colaride, no Cacém.
A publicidade termina com o slogan "Tudor - Uma empresa virada para o futuro".

Continue lendo...

2013/12/18

Catálogo Fábrica Sarotos - Secção de rodas - Acessórios para automóveis


E continuamos nessa atitude autista de divulgar o nosso património, gastando dinheiro em material sem ter retorno financeiro.
É daquelas coisa de que gostamos, mas que não deviam ter lugar, pois se pensarmos um pouco, a partilha, o grátis, são próprios de sistemas políticos medonhos, onde não se prospera, onde não se pode subjugar o outro em proveito próprio, de modo a enriquecer. Diria mesmo que isto é terrorismo cultural.

Mas como as incongruências fazem parte da vida - especialmente da minha - continuo a acreditar que uma pessoa pode mudar o mundo e vou fazendo a minha parte até ao dia em que acordarei e chegarei à conclusão de que tudo não passou de um pesadelo.

A Fábrica Sarotos, com sede na freguesia de São Victor, em Braga, encerrou portas em 2008. O processo de insolvência começou no dia 28 de Julho de 2008 terminou em Abril de 2011.
Ao encerrar portas, a Sarotos lançou para o desemprego cerca de 70 trabalhadores, mas nos tempos de maior actividade, chegaram a ser centenas.

Segundo o que consta, laborou durante 108 anos, tendo começado as suas actividades em 1900.
É uma das muitas empresas/marcas que contribuíram para a economia nacional e que é completamente desconhecida de muitos dos amantes de veículos nacionais.
Mas estamos cá para isso e devagar vamos mostrando coisas que deviam envergonhar muita boa gente, que tanto sabe sobre veículos. No que toca a Braga, já aqui falámos da Onça, da Pachancho, da Motalli e da Rito...
A propósito de empresas centenárias (ou quase), fomos os impulsionadores da comemoração dos 100 da EFS...

Hoje mostramos parte deste catálogo da secção de rodas, da Fábrica Sarotos, que aparentemente terá sido editado em 1962, ou posteriormente,
A reprodução do catálogo foi feita pela gráfica Minho, em Braga. Não há indicação do número da tiragem, mas pelo tipo de impressão e de encadernação (com agrafos), adivinha-se que terá sido muito pequena.

Tanta conversa não podia acabar sem a informação de que este catálogo está disponível para consulta, bastando para tal que tratem do assunto via e-mail.

Continue lendo...

2013/12/17

Moto AJP PR4 200 Extreme no Motoshow 2013


Aproveitamos a época do Natal para mostrar a moto AJP PR4 200 Extreme, bem como alguns detalhes da mesma. Para além de divulgarmos o que por cá se faz de muito bom, também é uma boa sugestão de presente para o Natal.

Os pormenores fazem parte de um todo coeso e funcional, mas não é por isso que os pormenores são esquecidos no meio desse mesmo todo... Na AJP essa é umas das diferenças que fazem com que a empresa ganhe reputação e cada vez mais admiradores um pouco por todo o mundo.

O motor tem 198 cm3 de cilindrada, com 1 cilindro, a 4 tempos, refrigerado a ar e óleo, sendo o arranque eléctrico e por pedal.
A potência às 8000 r.p.m. é de 18 cv ou 13,2 Kw. Esta potência é colocada no terreno com recurso a 5 velocidades.

O peso do conjunto é de 100 kg, sendo que o depósito tem capacidade para 7 litros de combustível.

A cor base é o branco, havendo elementos em preto, cinzento e vermelho. Esta opção, juntamente com os pneus de piso cardado são uma escolha feliz e diferenciadora.

Nas rodas é possível ver um travão de disco com 260 mm de diâmetro na roda dianteira e com 220 mm de diâmetro na roda traseira.

Continue lendo...