2013/07/31

I Encontro de Bicicletas Antigas Pasteleiras Gilmonde - Barcelos


Mais um encontro de bicicletas pasteleiras antigas, é o I Encontro de Bicicletas Antigas Pasteleiras, em Gilmonde - Barcelos.
A concentração é junto à capela da N.ª Sr.ª da Ajuda, seguindo-se um passeio turístico até à Quinta Fervença. Segue-se uma sessão de fotografias e termina com a entrega de diplomas e de t-shirt.
Uma iniciativa da Associação Desportiva Recreativa e Cultural de Gilmonde.
Para mais informações, usar os contactos existentes no cartaz.

Continue lendo...

2013/07/30

Vídeo com Masac 406/72 Tuxa e EFS militar


Para fazer um vídeo não é preciso muito, basta ter boas personagens principais.
Neste caso são uma Masac 406/72 Tuxa e uma EFS militar que ficou como personagem secundária...
A Masac está pintada no tradicional laranja e branco e tem o recosto metálico que tanto caracteriza este modelo.
Este vídeo está na página do utilizador Sniper22airbused do Youtube.com.

Continue lendo...

2013/07/29

Visita às bicicletas de André Ricardo


E depois de termos apresentado as motorizadas de André Ricardo, hoje é diga e apresentarmos as bicicletas antigas.
A oferta era variada, indo desde quadros novos da EFS por montar até às tradicionais bicicletas Yé-Yé.

Havia vários aros e suportes de mercadoria à espera de serem utilizados.

Para mais informações sobre este material, podem usar o e-mail andrericardo1999@gmail.com ou o telefone 965044223.

Continue lendo...

2013/07/28

Carro para transporte de bebés da Fabrinca


Este carro para transporte de bebés era da marca Fabrinca.

Provavelmente será de mais uma fábrica de Caldas de São Jorge.

Devido ao estado de conservação, é possível ver a qualidade colocada na produção deste produto.

As rodas tinham um pneu em borracha e a suspensão era feita com recurso a correias de couro.

Tinha uma pequena capota articulada, para proteger a criança em momentos de mais sol.

O varão que servia para empurrar o carro da Fabrinca era cromado na zona em que as mãos agarravam.

Continue lendo...

2013/07/27

Um pouco de história sobre o ciclista João Marcelino


Um dos aspectos positivos de fazer este blogue, são as colaborações que vamos recebendo e que ajudam a conhecer factos desconhecidos da maioria e esclarecer algumas dúvidas que vão surgindo pelo percurso. Afinal ninguém nasce ensinado, e nós também não.

No seguimento da publicação de uma fotografia antiga com uma bicicleta de corrida (a que está antes desta frase), recebemos um e-mail de Horácio Marcelino com informações sobre a pessoa que nela aparece (António Ferreira Salvaterra), bem como sobre a bicicleta que provavelmente terá pertencido ao ciclista João Marcelino, que foi Campeão Nacional de Fundo em Ciclismo, nos anos de 1957 e 1958.
O original da foto com João Marcelino é propriedade de Lucília Marcelino, que era irmã do ciclista, tal como Horácio Marcelino (a quem agradecemos publicamente a colaboração), num total de oito irmãos, dos quais seis ainda estão vivos e têm uma cópia do foto em questão.
Aqui fica a informação recebida que muito ajuda a esclarecer o assunto:

"Relativamente à bicicleta; sem dúvidas é de corrida porque, como referem, o guiador reflecte essa característica, o facto dos pedais estarem apetrechados de ganchos com correias e de possuir suporte para os bidons, que decerto não seriam de vidro mas de metal (talvez de zinco) para o transporte de líquidos. Quanto à chapa com o número da licença/matrícula, a mesma era de uso obrigatório, salvo quando em competição, foi assim até cerca dos anos noventa. Sobre as mudanças; na época os carretos tinham, em regra três velocidades, as mesmas eram accionadas com a ajuda do esticador que está colocado próximo da roda pedaleira e que ajustava a corrente à velocidade pretendida. Relativamente à bolsa; a mesma servia para transportar um kit de ferramentas indispensáveis para acudir a pequenas avarias e incluía os desmontadores para retirar, se necessário, os pneus, em caso de furos. Não tenho conhecimento de, na época, se produzirem bicicletas de competição no nosso país, o que era mais corrente era a sua montagem, recordo, a título de exemplo, as firmas "Martano", "Império" do antigo ciclista Império dos Santos e, no Cartaxo, a casa do José Maria Nicolau, vencedor de duas voltas a Portugal e de muitas outras provas velocipédicas. Creio que a partir dos anos cinquenta a marca "Reynolds" já era uma referência, de top, para muitos dos competidores.
Quanto à imagem e às legendas inseridas na mesma; cheguei a conhecer o António Ferreira Salvaterra, bem como todos os naturais de Arrifana (uma localidade pertencente à freguesia de Manique do Intendendente) que nesse ano foram à Inspecção Militar (dito sorteado) que decidia a sorte dos mancebos para o serviço militar. Nesse ano, integrava o grupo, um meu irmão, de nome João Marcelino, nascido a 21 de Julho de 1925 que, nessa altura, já possuía uma bicicleta de corrida, talvez até seja a da imagem, já que em Arrifana não existia outra. Dos idos "às sortes" em 1945, infelizmente, já nenhum está connosco fisicamente.
O João Marcelino, por ocasião do cumprimento do serviço militar, em Santarém, a partir de finais de 1945 e no decorrer de 1946, depois e até início dos anos sessenta, foi um destacado ciclista no meio velocipédico nacional, primeiro como independente, destacou-se pelas muitas vitórias obtidas nas chamadas domingueiras que se realizavam em diversas povoações dos concelhos de Azambuja, Cartaxo, Santarém, Rio Maior, Cadaval, etc. Também se destacou ao serviço dos Leões de Santarém e do Arroios de Lisboa tendo-se, daí, transferido para o Benfica onde, inclusive, foi campeão nacional de estrada, completou diversas voltas a Portugal, uma no terceiro lugar, e venceu diversas etapas no decorrer das mesmas."

Continue lendo...

2013/07/26

I Passeio de Motorizadas de Pêro Negro


O I Passeio de Motorizadas de Pêro Negro - Sobral de Monte Agraço, está marcado para dia 25 de Agosto de 2013, tendo início pelas 9 horas.
Haverá vários prémios a distribuir pela motorizada mais antiga, pela motorizada melhor restaurada e pelo participante mais jovem.
Para mais informações, usar o contacto de telemóvel existente no cartaz.

Continue lendo...

2013/07/25

Motorizada Tipo Galop - Fausto de Carvalho, L.da


E aqui fica mais uma marca de motorizadas nacionais, neste caso dos Armazéns Fausto Carvalho, em Sangalhos.
A chapa do depósito tem a marca Tipo Galop (não confundir com a Galop - Indústria para veículos de transporte, Lda). Será uma modelo das motorizadas Diana?

Pelo aspecto da motorizada, parece ser uma Famel Caçador, equipada com motor Zundapp.

Falta-lhe a roda de trás, bem como o farolim, o carburador e pouco mais...

Para mais informações sobre esta motorizada, podem usar o e-mail andrericardo1999@gmail.com ou o telefone 965044223.

Continue lendo...

2013/07/24

Trólei Caetano Efacec em Coimbra num diapositivo


Depois das automotoras ME 54 e 52 na estação de Sernada do Vouga, hoje mostramos mais um documento antigo, desta vez relacionado com os tróleis de Coimbra, dos SMTUC - Serviços Municipalizados de Transportes Urbanos de Coimbra.
É um slide antigo com um trólei Salvador Caetano Efacec, com a matrícula 169 e o número de frota 53.
Foi fotografado em 1985 na baixa de Coimbra, junto ao Hotel Bragança, com destino a Portagem.

Na imagem aparece um autocarro de um colégio, que não conseguimos identificar. Alguém o reconhece?

Continue lendo...

2013/07/23

Postal de visita de viajante da Castros & Moura, L.da


Aqui fica um postal de visita de viajante da Castros & Moura, L.da.
Com ele ficámos a saber mais destes importadores, representantes e depositários.
Sendo uma armazém de bicicletas e acessórios, eram representantes das bicicletas Marvil, Hávila, Ibéria, Argyle, Lusitânia, Glória. Vendiam ainda as bicicletas Rudge.
Em termos de motorizadas, vendiam material Casal e Zundapp, situando-se em Sangalhos.

Pela informação constante no verso, ficámos a saber que o senhor Manuel Santiago era o viajante que representava a marca. Deste modo evitavam-se fraudes e o proprietário da loja ou oficina sabia que iria ser visitado.
O documento data de 20 de Abril de 1971.
Obrigado a André Ricardo pela oferta do postal!

Continue lendo...

2013/07/22

VIII Passeio Motos Antigas - Pedra - Ventosa (Torres Vedras)


E aqui fica o cartaz do VIII Passeio Motos Antigas - Pedra - Ventosa (Torres Vedras), a ter lugar no próximo dia 28 de Julho de 2013.
Destina-se a veículos motorizados com mais de 25 anos.
Para mais informações, usar os contactos existentes no cartaz.

Continue lendo...

2013/07/21

Vilar Tip Top e Fundador BMX Cross no encontro BMX Old School


No dia 29 de Junho realizou-se a Taça de Portugal de BMX, que contou com um encontro Old School de bicicletas BMX, na Pista de BMX do Forninho, Poceirão - Palmela.

Estivemos presentes com bicicletas tipo BMX de fabrico nacional, mais concretamente com uma Vilar Tip Top e com uma Fundador BMX Cross.

Deste modo foi possível ter um leque mais abrangente deste tipo de bicicletas, não esquecendo que muitos dos entusiastas deste tipo de desporto se iniciaram em bicicletas de marcas nacionais, que lhes permitiram evoluir.

Algumas das máquinas expostas participaram numa prova destinada a máquinas antigas, o que nos deixou a pensar que não seria má ideia criar uma equipa amadora para competir nesta taça, sempre ao guiador de marcas nacionais. Alguém quer juntar-se à equipa ou dar o corpo ao manifesto a pedalar?

Continue lendo...

2013/07/20

Jipe UMM Alter CD em Lisboa


O jipe UMM é um todo-o-terreno de trabalho, mas dentro desta categoria, há alguns UMM que são mais de trabalho do que outros.
Este jipe UMM Alter CD que mostramos é um desses casos, pois não só permite transportar 5 pessoas (viradas para a frente), como pode levar carga na caixa traseira.

Este exemplar é de 1990 e foi fotografado em frente do Hospital Pulido Valente em Lisboa, por Miguel Silva Machado, a quem agradecemos mais esta colaboração!

Continue lendo...

2013/07/19

3.º Passeio de Bicicletas Clássicas do Baixo Mondego - Verride


3.º Passeio de Bicicletas Clássicas do Baixo Mondego - Verride, já está marcado para dia 22 de Setembro de 2013.
O programa tem início pelas 8 horas e 30 minutos e vai até depois das 14 horas e 30 minutos.
Pelo meio haverá uma homenagem ao ciclista Manuel Zeferino, que venceu a Volta a Portugal em Bicicleta em 1981 e está revista a realização de uma exposição de bicicletas francesas e uma feira de peças.
Inscrições são limitadas a 200 participantes, sendo a inscrição no valor de 5 euros, com direito a pequeno almoço, almoço volante, t-shirt, seguro e outros brindes.
O evento é co-organizado pela Filarmónica de Verride e por Fernando Silva.
Mais informações nos contactos existentes no cartaz.

Continue lendo...

2013/07/18

Bicicleta Cycles Helios pasteleira com roda 28 (1/2)


E aqui fica mais uma bicicleta ideal para estes dias em que o sol convida a dar uma volta.
É uma bicicleta pasteleira antiga de marca Cycles Helios, com travões de alavanca e roda 28.

O quadro não tem marca na coluna da direcção, mas pela quantidade de peças de marcas nacionais, adivinha-se que será de fabrico nacional.
O farol é da MIL - Miranda e Irmão Limitada.

O guiador é da Confersil, como se pode ver pela gravação feita no metal.

O quadro com esticadores na roda de trás mostra que já tem uns anos...

A chapa de testa do quadro ainda conserva a pintura original.

O dínamo tem uma chapa da MIL na zona da mola do suporte.

O selim é de mola grande, em couro e é da marca EFS, como se pode ver na peça que prende ao espigão do quadro.

Continue lendo...

2013/07/17

Visita às motorizadas de André Ricardo


Recebemos um convite para visitar as motorizadas que André Ricardo tem na sua garagem.
Para além de sermos bem acolhidos perto do Cartaxo, recebemos muita documentação sobre máquinas de duas rodas nacionais, situações que agradecemos publicamente pois ajudará a esclarecer um pouco melhor o assunto!

Enquanto não colocamos on-line os panfletos, folhetos, facturas, etc... aproveitamos para publicar uma série de fotografias com as motorizadas que vimos.

Na sua maioria são motorizadas nacionais, tendo várias que podem servir de base para um restauro, ou como dadoras de peças.
Entre elas destaca-se uma scooter Casal Carina ou K 170...

Esta DC - Domingos Casal, de Aveiro...

Mas também havia Famel...

E esta motorizada de marca Douro... Que aparenta ser uma Macal.

Uma SIS Sachs...

Uma Vilar (?) e uma Famel XF 17 em segundo plano...

Pelo meio encontrámos algumas motorizadas com marcas de agentes, como uma motorizada de marca Voadora, de Silvério Almeida Ramos, de Calvão - Vagos.

Uma motorizada de marca Talacha... Que seria a marca da oficina de onde veio este material.

E esta motorizada Anseve com um emblema bem curioso.

As motorizadas em questão, bem como muitas peças novas e usadas que aqui não mostrámos, estão para venda, sendo possível comprar lote ou à peça.
Para mais informações podem usar o e-mail andrericardo1999@gmail.com ou o telefone 965044223.

Continue lendo...