2013/06/30

Loja Montabike - Novidade na Internet para bicicletas clássicas


Numa época em que muitos baixam os braços, há quem não pense da mesma maneira e decida inovar!
Os exemplos vão surgindo e hoje falamos da Montabike - Online Bike Store, que vende produtos na Internet para bicicletas clássicas.
É uma resposta ao crescente número de pessoas que se interessam por bicicletas e que as utilizam no dia-a-dia.

A oferta disponível no site da Montabike é muita e variada, indo desde produtos para bicicletas clássicas, até às bicicletas dobráveis (sempre úteis quando o espaço de arrumação ou de transporte não é muito) ou as muito na moda single speed.

Quem quiser procurar produtos para bicicleta na Montabite, pode fazê-lo consultando a lista de itens ordenada alfabeticamente, mas também pode ir logo para a secção de promoções - sempre útil para fazer compras mais em conta, sem deixar de ter qualidade.

As imagens que mostramos são de malas ou alforges e uma bolsa em couro que, para além da utilidade, ajudam a tornar as nossas bicicletas únicas.

Mas não é tudo, se quiserem comprar acessórios adaptados às novas realidades dos tempos livres, a Montabike também os tem - seja para transportar animais ou seja para seguir um percurso num passeio pelo campo, como no caso deste suporte para mapas.

Se procuram comprar uma bicicleta para quem recebe os primeiros ensinamentos sobre duas rodas, a oferta também não é pequena. É só aceder ao site da Montabike!

Continue lendo...

2013/06/29

Sobre as Conversas / Arquivo Sado/550 na Sociedade Nacional de Belas Artes


Cerca de 24 horas depois de ter estado perto do acontecimento do dia, voltei a estar no acontecimento do dia.

Poderá parecer um lugar comum, mas nada como viver as coisas na primeira pessoa. Isto porque no dia antes da conferência sobre o Sado 550 - na Sociedade Nacional de Belas Artes, estive preso no trânsito porque, segundo os meios de comunicação social de massas, uma série de manifestantes bloquearam o acesso à ponte 25 de Abril. Quando ouvi isto, pensei logo naquele sítio que tem um mini parque, mesmo antes da ponte... Afinal depois soube que esse tal "acesso à ponte 25 de Abril" foi muitos quilómetros antes, junto da zona das Amoreiras (= verdade distorcida...).
Esta situação deixa-me revoltado. Não pela atitude dos manifestantes ( pois quando soube o que tinha acontecido fiquei mais aliviado pelo tempo perdido) mas pela falta de rigor dos meios de comunicação, que normalmente são alimentados por uma única agência noticiosa e, à conta disso, fazem o mesmo que os polícias  fazem ( prendem/identificam pessoas que os têm no sítio) - lavam as suas mãos e dizem que só cumprem ordens.
Ainda bem que há quem faça o que não está dentro da lei, e ainda bem que há quem não queira ser um roda dentada no sistema (não, não me estou a referir a lobos vestidos de cordeiro, que normalmente dirigem os outros). Normalmente os tais meios de comunicação social de massas, e também os políticos no governo, apresentam estas pessoas como sendo uns libertários, uns radicais, uns papões maus. As mensagens são claras:
- Deixa-te estar onde estás e não levantes poeira;
- Tem cuidado porque tu tens um problema e há alguma coisa de errado contigo;
- Se todos têm esta bitola e tu tens outra, tu não podes estar certo e os outros todos enganados;
- Tu tens toda a liberdade que quiseres, desde que sigas as regras e faças tudo o que queremos, dentro do que está estabelecido (mais ou menos aquele frase, dita por alguém que viveu no bastião da democracia... "os nossos carros podem ter as cores que o cliente quiser, desde que seja o preto!"...).

Tudo para que tudo continue na mesma, e deste modo se perpetue a situação social, económica, ideológica das pessoas, sempre com a tocha da liberdade na mão direita!
Curiosamente antes de estar preso no trânsito, passei numa rua em Lisboa com uma bela escola profissional, que tinha uma placa que dizia "Obra da ditadura nacional...". É claro que fiquei a pensar para mim se a placa seria do tempo da escola em questão, ou se foi alguém (já na 2.ª república) que a colocou naquele sítio. No caso de ser a primeira opção, gosto desta frontalidade, dizer-se e assumir-se que se está numa ditadura. Antes isso do que me dizerem que vivo numa democracia onde pessoas como eu são uns "libertários, uns radicais, uns papões maus".
Correndo o risco de ser detido ou identificado por algo insignificante... Será que por ter os depósitos de combustível das motorizadas na garagem cheios de gasolina, ao lado de panos velhos para limpeza e de garrafas vazias que esperam por ser recicladas, poderei ser acusado de querer fabricar cocktails molotof?... Acho que sim!
Mas sim, eu sou um desses doentes diabolizados pelos meios de comunicação, só que o meu perfil fez-me ir para outras áreas...
É preciso ser doente e ter uma problema para TODOS OS DIAS VIR AQUI PUBLICAR UMA COISA e ainda TENTAR QUE O DIA DE HOJE TENHA ALGO QUE O DIA DE ONTEM NÃO TEVE.
É claro que isto tem os seus custos, mas não sei ser de outra maneira, lamento.

Mas deixando de deitar sementes libertárias, ou quem sabe, continuando!... Vamos ao cerne destas linhas que escrevo: a conferência sobre o Sado 550 - na Sociedade Nacional de Belas Artes! As minhas desculpas aos leitores e aos oradores do evento!

Foi uma oportunidade para estar onde a história está, e foi um prazer ficar a perceber mais sobre o processo de concepção, construção e fabricação do microcarro português Sado/550, pelo Entreposto.

Grande parte do tempo da conferência foi ocupado por Carlos Galamba, o designer do projecto. Foi feito o enquadramento do porquê da presença do Sado/550 na SNBA, seguindo-se relatos de uma série de factos, acontecimentos, peripécias e histórias sobre o Sado/550 que remontam à década de 70 e de 80 do século passado.

Mas a coisa não ficou por aqui, pois ainda foram apresentadas informações sobre a evolução que era prevista para o Sado/550, mas que infelizmente não viu a luz do dia!

À medida que tudo ia sendo explicado, foram apresentadas muitas (e boas!) fotografias de esboços, desenhos, testes, versões, evoluções, etc... do Sado/550.
É o que faz não se querer ser uma simples roda dentada do sistema! A tal de que falei antes.

Depois foi possível ouvir Teófilo Santos, que recentemente editou o livro "Sado 550 - O microcarro português", fazendo uma abordagem mais pessoal sobre o seu envolvimento com o Sado/550, bem como sobre aspectos mais relacionados com o depois do final da fabricação do Sado/550.
Houve ainda algum espaço para perguntas no final do evento, feitas pelas pessoas presentes. No entanto, e agora vou ser parcial, soube a pouco.
E soube a pouco porque foram 2 ou 3 perguntas, que Frederico Duarte (o curador do evento) permitiu. Certamente um facto decorrente do tempo previsto para a conferência ter sido ultrapassado, mas eu fiquei sem poder perguntar onde é que os Ximba tinham o travão de mão (sei que pode parecer um aspecto ridículo, mas um dia entenderão que faz sentido o que digo...). Mas nada como fazer as coisas dentro do que está estabelecido, como falei no início deste texto! Assim pode-se ir muito longe.

Finalizada a conferência foi possível comprar o livro recentemente editado e ver o Sado/550 de segunda série que estava em exposição no edifício da SNBA.
Termino dizendo que muitas das fotografias com desenhos e imagens de Sado/550 que apresentamos junto com este texto, viram a luz do dia graças a Carlos Galamba, a quem deixamos o nosso agradecimento. 

Agora que chegaram ao fim deste texto, acho que podem fazer uma pesquisa na Internet e ver se algum dos meios de comunicação social de massas se deu a trabalho de falar deste evento de uma maneira pessoal, ou individual... Ou se só se limitaram a transcrever a press release enviada pela organização do evento...
Antes doente e malfeitor, do que certinho e sem sabor!

Continue lendo...

2013/06/28

Casal K 270 azul - Oficina João e Nelson Ferreira


Depois de termos mostrado a versão da Casal K 270 pintada de vermelho e amarelo, na oficina de João e Nelson Ferreira, mostramos hoje a versão em azul, que é mais frequentemente associada à moto 125 cc da Casal.

É uma base para restauro, pois os anos já passaram por ela, mas nada que não seja possível resolver. Haja dedicação e algum dinheiro, que ela volta a ser como já foi.

Para qualquer assunto relacionado com esta moto, ou para a adquirir, contactar a oficina de João e Nelson Ferreira:
Telem.: 965205686 - João Ferreira
Telem.: 916817999 - Nelson Ferreira
Ou usar o e-mail: n_a_ferreira@hotmail.com
Site: www.motosclassicas.yolasite.com

Continue lendo...

2013/06/27

Passeio de Motorizadas / Passeio Mototurístico - Alandroal


Integrado no Passeio Mototurístico "Por terras de Endovélico - Rota dos três castelos", a realizar no Alandroal no próximo dia 7 de Julho, haverá um Passeio de Motorizadas.
Os encontros têm percursos diferentes, mas haverá um encontro a meio.
Para mais informações, usar os contactos existentes no cartaz.

Continue lendo...

2013/06/26

Moto 4 da Semog Racing Products - Motoshow 2013


E como o prometido é devido, aqui fica mais fotos do espaço da Semog no Motoshow de 2013 na FIL.

Neste caso apresentamos fotografias detalhadas de uma moto 4 personalizada pela Semog Racing Products.

Sendo uma máquina a pensar no mundo do fora de estrada, tinha grelha dianteira e os estribos tinham aberturas para não acumular terra ou lama.

O corpo da moto 4 Semog era em fibra de carbono (ou era imitação?...) e predominavam as cores escuras.

Os pneus tinham piso texturado, especialmente indicado para terra, barro, lama ou mato.

Continue lendo...

2013/06/25

Fotografia de época de Mini Moke LG-73-79


Num dos álbuns que aqui mostrámos pelo 25 de Abril, aparece esta fotografia de um Mini Moke, pintado de amarelo e coma matrícula LG-73-79.
Este Mini Moke estava personalizado com uma buzina de grandes dimensões no capôt do carro, tinha faróis por cima do guarda-lamas e os espelhos eram cromados.

A foto está numa folha juntamente com outras, onde se pode ver a maravilha que eram os anos 70.
Veja-se a fotografia do canto inferior direito, que mostra uma zona com casas, certamente ilegais, numa zona de pinhal com chão de areia...
O Mini Moke da fotografia ainda existe?

Continue lendo...

2013/06/24

BMX Taça de Portugal - Etapa Final / Encontro Old School


No dia 29 de Junho de 2013 vamos ter a Taça de Portugal de BMX - Etapa Final e um Encontro Old School de BMX, tudo na Pista de BMX do Forninho, Poceirão - Palmela.
Pode ser que uma Vilar Tip Top e uma Fundador BMX Cross apareçam por lá, para mostrarem como foi o panorama de BMX fabricadas em Portugal.
No dia 30 de Junho, é o Open de Portugal.
Para mais informações, usar os contactos existentes no cartaz.

Continue lendo...

2013/06/23

Bicicleta UCAL The Poppies On Cycles roda 24 (1/2)


Lembram-se de aqui termos mostrado o catálogo de bicicletas da UCAL?

Pois uma das bicicletas da UCAL era o modelo para criança, com roda 16, tipo pasteleira.

Pois hoje apresentamos uma bicicleta UCAL muito parecida, mas com roda 24 e que aparentemente será o modelo The Poppies On Cycles, como podemos ver pela pintura no quadro.

São muitas as peças gravadas com o emblema ou marca da UCAL, como se pode ver nos travões...

Nos braços das pedaleiras...

E no cachimbo do guiador...

Nos guarda-lamas há um pormenor metálico que é característico da UCAL.

A bicicleta UCAL The Poppies On Cycles estava equipada com um dínamo Rinder com o farol incorporado. Este dínamo era de 3 w e foi fabricado em Espanha.

Continue lendo...

2013/06/22

Marvil Mini Macal na X Automobilia Ibérica da Moita


A Marvil não se limitou a comercializar bicicletas.
Como podemos ver pelas fotografias que hoje mostramos a The Marvil - Castros & Moura, L.da, de Sangalhos, também comercializou motorizadas.

Neste caso a motorizada era da Macal, sendo o modelo Mini Macal, com quadro aberto, especialmente indicado para senhoras.

Mas para não haver confusões, a motorizada foi marcada com decalques da Marvil nos mais variados locais, como no depósito...

Nos amortecedores com a marca Macal gravada no metal, nas tampas laterais, onde aparecia o emblema da CM Cycles...

E também na forqueta, mesmo ao lado do decalque "Super Macal de Luxo".

Esta motorizada esteve para venda na X Automobilia Ibérica da Moita.

Continue lendo...

2013/06/21

I Encontro & Passeio de Bicicletas Antigas - A dos Cunhados


Mais um passeio de bicicletas antigas e pasteleiras, é o I Encontro & Passeio de Bicicletas Antigas, em A dos Cunhados, Torres Vedras, agendado para o próximo dia 23 de Junho de 2013.
A partida é em A-Dos-Cunhados e segue-se uma volta até às praias da zona.
Haverá prémios e almoço convívio.
Mais informações usando os contactos existentes no cartaz.

Continue lendo...

2013/06/20

Conversas / Arquivo Sado/550 - Sociedade Nacional de Belas Artes


Aqui fica um evento um pouco diferente, trata-se de uma conferência intitulada Conversas / Arquivo Sado/550 na Sociedade Nacional de Belas Artes.
Está agendada para dia 28 de Junho de 2013, pelas 18 horas e 30 minutos, com a presença de Carlos Galamba (designer do Sado 550), Teófilo Santos (auto do livro "Sado/550: o microcarro português) e Frederico Duarte (curador do evento).
Na imagem usado no cartaz podemos ver um dos primeiros protótipos em chapa que depois deram origem aos protótipos Ximba, em fibra.

Continue lendo...

2013/06/19

Motorizada Pioneira ML Macal no Classic Auto 2012


Esta motorizada de marca Pioneira esteve para venda no Classic Auto 2012 em Caldas da Rainha.
Tinha alguma peças em falta, especialmente na parte relativa à direcção.

Estava equipada com motor Saxonette Automatic.

As informações disponíveis sobre esta marca não são muitas, ainda que tendo no emblema do depósito a palavra Macal, há que diga que esta motorizada não está relacionada com a Macal que conhecemos.

Alguém pode ajudar no esclarecimento da situação?

Continue lendo...

2013/06/18

1.º Passeio Ciclomotores Antigos Rosário


O 1.º Passeio de Ciclomotores Antigos do Rosário, freguesia de Almodôvar, está marcado para dia 23 de Junho.
A concentração de ciclomotores antigos começa pelas 8 horas e prolonga-se até depois da hora do almoço.
Haverá vários prémios a atribuir. Já agora, o que é o ciclomotor "melhor redficado. Certamente não é nada de grave!
Para mais informações, usar os contactos existentes no cartaz.

Continue lendo...

2013/06/17

João Araujo Onça e Filhos, L.da Catálogo e Preçário n.º 12


O blogue Rodas de Viriato é um amigo da ONÇA?
Não e sim...
Se for da "onça" - não somos! Pois dar mais é complicado...
Se for da "Onça", sim! Pois gostamos de uma empresa que é desconhecida da esmagadora maioria dos amantes das rodas nacionais e que merece ser mais conhecida. Mas é para mudar isso que cá estamos!

Tratamos de veículos feitos / fabricados / montados e/ou concebidos em Portugal, nas suas mais variadas vertentes e aspectos. E como somos daqueles que acreditamos que podemos fazer a diferença, tentamos cada dia elevar a cultura dos nossos leitores e divulgar o nosso património na Internet.

Hoje por exemplo, é dia de mostrar um catálogo e preçário dos produtos Onça, da empresa João Araújo Onça e Filhos, L.da, de Braga.
Empresa esta que muitos associam aos farolins do microcarrro nacional Sado/550. E associam muito bem, pois é a mesma empresa!

A João Araújo Onça e Filhos, L.da estava situada na Rua de Santo António, 58 em Braga. Aparentemente mais tarde mudou-se para Nogueira, em Braga. Alguém confirma? 

A mudança faz parte da vida e a Onça ao longo da sua existência teve um leque bem variado de produtos. No final da década de 70 até fez torneiras para quartos de banho!

Este catálogo e preçário é o n.º 12 e é relativo ao ano de 1956.
Se até essa data fizeram 12 catálogos, podemos dizer que a fábrica Onça terá sido fundada por volta de 1944... Se pensarmos nos farolins do Sado550, de 1984, são cerca de 40 anos de actividade.

Mais uma vez comprova-se a minha teoria de que Braga foi um importante centro industrial no que respeita a veículos. Já aqui falámos da Pachancho, da Rito e se tudo correr bem, pode ser que brevemente falemos da Sarotos.

Este catálogo e precário da fábrica Onça é mais virado para os automóveis, apresentando um leque muito variado de peças para carros americanos e europeus: Dodge, Plymouth, Jeep, Buick, Ford, Chrysler, Dodge, De Soto, Chevrolet, International, Oldsmobile, G.M.C, Crosley, Frazer, Kaiser, Nash, Packard, Willis, Mack....

Austin, Bedford, Borgward, Commer, Fiat, Hanomag, Hillman, Mercedes, Morris, Opel, Renault, Standard, Volkswagen, Vauxvall, Atkinson, Albion, Fargo, Citroen... Leyland, Maudslay, Poden, Reo, Volvo, Vulcan, Fordson, Talbot, Jaguar, Triumph, D.K.W, DAF, Porsche, Riley, Singer, MG, Jowett, Humber, Wolseley, Magirus, Ostner...

As marcas referidas estão divididas por várias secções, segundo os produtos comercializados pela Onça.
O catálogo e preçário que mostramos pertenceu à Auto Mecânica Tomarense, L.da, que era uma concessionário da Ford, em Tomar.

Como já vem sendo regra neste blogue, este documento está disponível para quem o quiser consultar.
Melhor serviço público do que isto, só se recebesse dinheiro para o fazer!

Continue lendo...