2011/08/31

Motorizada Casal Irmãos e Companhia, Lda. - Oficina João Ferreira


Esta motorizada é da marca Casal Irmãos e Companhia, Lda., empresa que precedeu a Metalúrgica Casal.
Este exemplar está equipado com varões para protecção das pernas na parte da frente e na parte de trás.
Para além deste facto, tem um pormenor curioso, tem pintado o número 401 na lateral do guarda-lamas da frente. Será que pertenceu à frota de alguma (grande) empresa?

Para qualquer assunto relacionado com esta motorizada, ou para a adquirir, contactar a oficina de João Ferreira:
Telem.: 965205686 - João Ferreira
Telem.: 916817999 - Nelson Ferreira
Ou usar o e-mail: n_a_ferreira@hotmail.com

Continue lendo...

2011/08/30

Flandria Mistral de leitor do R-D-V


A propósito da Flandria de fabrico nacional, foram-nos enviadas estas fotografias de uma Flandria Mistral de fabrico belga. Dizemos de fabrico belga, porque este modelo também foi produzido em Portugal, mas com algumas diferenças.

É de linhas desportivas e o nome "Mistral" está associado a movimento.
Agradeço a Pascoal Esteves pelo envio das fotografias (muito obrigado!).

Continue lendo...

2011/08/29

Bicicleta Sóbrinca p/ criança - Roda 12 (parte 1/3)


Mais uma bicicleta para criança da marca Sóbrinca que apresentamos neste blogue.
É um modelo tipo "chopper" que podia estar equipado com rodas pequenas lateralmente, para os iniciados nas lides de duas rodas.

No guiador existia uma campainha, elemento essencial para fazer barulho e, consequentemente, alegrar o condutor.

Os pneus eram de fabrico nacional, sendo da marca Lutador.

Eram da medida 12 x 1 3/8.

Pelo desenho da bicicleta, os cromados existiam em bom número.

As borrachas dos pedais desta Sóbrinca eram da Elme Reparation...

... e com piso muito aderente.

O travão traseiro estava colocado de uma maneira que exigia um elemento de ligação entre a ferradura do travão e o quadro.

Um autocolante com o emblema da fábrica Sóbrinca de Caldas de São Jorge, Portugal.

A terminar o selim comprido e com encosto, tão característico da época.

Continue lendo...

2011/08/28

100 anos da EFS - Desenvolvimento I


Como referido quando lançámos a ideia da comemoração dos 100 da EFS, aqui estamos a dar conta dos desenvolvimentos e das ideias que entretanto surgiram:
- Na votação que realizamos, 92% dos nossos leitores disseram que "sim" à ideia de comemorar os 100 da EFS. Por isso, é seguir em frente!

A informação já foi divulgada em vários fóruns relacionados com máquinas nacionais, bem como em blogues. Importa agora ir alimentando a ideia.

Algumas propostas concretas:
- Divulgar a efeméride junto de clubes e de instituições relacionadas com as 2 rodas nacionais;
- Fazer o inventário de marcas sob as quais as máquinas EFS foram vendidas;
- Criar um dístico em papel com o resumo da história da marca, para coloca nos veículos EFS quando estiverem em encontros ou concentrações, como o papel "Não incomodar" que colocamos na maçaneta da porta do hotel (ideia sugerida por Mário Domingues);
- Criar as "Investida EFS", que consistem na exibição de veículos EFS junto de locais de interesse histórico, visitados por turistas maioritariamente estrangeiros (por exemplo no Palácio da Pena, junto dos pastéis de Belém, do convento de Mafra...);
- Travessia da Ponte 25 de Abril, com EFS M 125, alargando o mesmo a outras motos com 125 cc (ou mais!) de fabrico nacional, que seguirão atrás das EFS;
- Combinar o dia para percorrer o caminho entre o local da fábrica n.º 1 (Borralha) e a fábrica n.º 2 (Avelãs de Caminho);
- Editar um postal e um selo relativos ao centenário da EFS;
- Lançar o concurso "Qual o modelo mais emblemático da EFS?";
- Editar um pequeno livro sobre a EFS, provavelmente para encerramento das comemorações.

Seria importante fazer uma concentração de EFS Mini Puch, pelo que solicitamos a proprietários deste modelo que nos contactem de modo a tentar reunir um número significativo de exemplares.

Uma vez que já caminhamos para o final de 2011 e as ideias são muitas (e consequentemente também o trabalho), foi sugerido por Mário Domingues que as comemorações se prolonguem durante 2012.

Deixem comentários com mais ideias ou sugestões.

Continue lendo...

2011/08/27

Revista Motos Clássicas e Vintage n.º 15


E já chegou mais um número da Motos Clássicas e Vintage, desta vez o número 15.
No seguimento de números anteriores, também este dá destaque às duas rodas de fabrico nacional, neste caso à SIS Sachs V5 Motozax, num ensaio a um exemplar recuperado com algumas pequenas alterações.
Mas há mais material sobre máquinas nacionais:
- Uma Famel Foguete e uma Tansini Tellstar num artigo sobre a 30.ª Concentração Internacional de Faro;
- Uma Casal K 181 e uma SIS Sachs V5 Top Racing num artigo sobre um restaurador de motos e motorizadas - "Mestre" Saraiva.

Do conteúdo fazem ainda parte:
- Artigo sobre a clássica de capa Yamaha XT 500, bem como a história do modelo;
- Reportagens sobre a 30.ª Concentração Internacional de Faro;
- Artigo sobre o 2.º Encontro de Motas Antigas, promovido pelo Clube de Carochas de Aveiro;
- Reportagens sobre o passeio de Vespas em Sintra e sobre o IX Passeio de Motos Clássicas do Banzão;
- A 2.ª parte do artigo sobre os 50 Anos da Yamaha no Mundial de Velocidade;
- Artigo sobre o piloto Jarno Saarinen;
- Reportagem sobre o VIII Encontro Nacional de Bicicletas Antigas da Burinhosa;
- Artigo sobre o Sintra MX - Almargem do Bispo - Desafio Final;
- Reportagem sobre o Troféu Nacional de Clássicas Fuchs Silkolene em Braga II;
- Artigo sobre "A moto e o cinema";
Mais uma vez a terminar, as "Fichas de Clássicas", onde constam 9 veículos nacionais (Casal Carina; Casal K 181, Casal K 270, Casal K 276, Vilar Cucciolo, Famel XF 17, Macal M 70 Sport, SIS Sachs Minor, SIS Sachs V5), com algumas características e cotação de mercado.

(revista gentilmente oferecida pela editora)

Continue lendo...

2011/08/26

Video motocross em Águeda 1971 e 1975


Mais um vídeo relacionado com o nosso património de duas rodas, neste caso relacionado com motocross nos anos de 1971 e 1975.
Nele aparece uma queda de Torres Sousa e no final uma entrevista a Manuel Massadas.
O vídeo está na página do utilizador do Youtube.
Quem puder, por favor deixe um comentário mais detalhado relacionado com as imagens.

Continue lendo...

2011/08/25

UMM - II Encontro por Encostas do Dão 30/10/ 2011


Mais um encontro relacionado com jipes UMM, é o II Encontro por Encostas do Dão que está previsto para dia 30 de Outubro de 2011.
Para mais informações, queiram usar os contactos existentes no cartaz (clicar na imagem que ela fica maior).

Continue lendo...

2011/08/24

Revista Motor Clássico n.º 53


O n.º 53 da revista Motor Clássico editado recentemente tinha uma série de artigos relacionados com veículos de fabrico nacional, facto que se justifica (como é referido no editorial) pelos dias difíceis que o pais atravessa.
Já aqui afirmei que não há crise nenhuma, se calhar porque me adaptei à situação antes dos outros. Mas o que interessa é falar da revista, por isso ainda bem que há uma dita crise, para vermos aparecer reportagens e artigos sobre veículos de fabrico nacional em publicações que normalmente se preocupam em divulgar máquinas estrangeiras. Situação que resulta de pertencerem a grandes grupos internacionais, que à conta do "barato" publicam os mesmos artigos em vários países. Por uma questão de rentabilização, poupa-se assim em jornalistas e em fotógrafos o que origina falta de emprego e, com mais umas coisas à mistura, a tal dita crise económica e financeira. Quando as coisas não estão muito bem, lá temos de nos voltar para o que é nosso e afinal sempre há trabalho para jornalistas e fotógrafos.
Mas deixando de dar tacadas, passemos (mais uma vez) ao conteúdo da revista...
Cabe ao UMM a honra do 1.º artigo sobre rodas nacionais, inicialmente com um artigo sobre o UMM Alter II Turbo (de Silvino Alves) e depois um outro artigo sobre a vida militar destes jipes. Segue-se um artigo sobre um eléctrico adaptado para rodar com pneus e mais à frente, um artigo sobre a história dos automóveis portugueses.
A secção "Dossier" começa com um ensaio ao Edfor, com várias fotografias antigas e outras realizadas de propósito para esta edição. Segue-se o ensaio ao Sado 550 (da segunda série), também com muitas imagens, sendo que uma delas é junto do edifício do Entreposto (perto do Parque das nações). Esta secção acaba com a apresentação do Prozé, um triciclo motorizado que estava desaparecido até há pouco tempo.
Há ainda uma apresentação do Citroen AX GT BB Cabrio e o "Guia de compra" é sobre o Portaro 320 Campina.
Como se não chegasse, há ainda um artigo sobre as automotoras da série ME da Companhia de Caminhos de ferro do Vale do Vouga e a secção "Miniaturas" é sobre o UMM Cournil que participou no Paris-Dakar em 1984.
A terminar quero agradecer (e ao mesmo tempo fazer uma rectificação) a referência no editorial da revista ao Rodas de Viriato, como "verdadeiro pólo aglutinador de informação sobre os veículos de produção nacional". É bom ver o trabalho reconhecido publicamente, gostava no entanto de dizer que este blogue é mais do que um aglutinador, é acima de tudo um produtor de informação sobre os veículos de produção nacional.
Já não está nas bancas, mas tentem compra pois deve constar na biblioteca de qualquer interessado nestes assuntos.

Continue lendo...

2011/08/23

Motorizada S04 - Automobilia Ibérica da Moita 2011 (parte 2/2)


E com este conjunto de fotografias terminamos a apresentação da motorizada / moto SÓ4 exibida na última Automobilia da Moita.
Na imagem anterior podemos ver o depósito e os vários componentes que nele foram aplicados.

O suporte de mercadoria não era feito de um varão de metal soldado, mas sim de chapa quinada.

Uma vista da traseira, onde se pode ver entre outras coisas o cubo da roda e o apoio para o escape.

A SÓ4 estava equipada com dois escapes, que terminavam em forma de barbatana de peixe.

O velocímetro e o farol visto de cima...

Uma vista lateral onde podemos ver todo o conjunto.

E a terminar, o motor e o carburador.

Continue lendo...

2011/08/22

Bicicleta Esmaltina 2002 - 2.º Passeio Pasteleiras Pinhal Novo


Esta bicicleta fugia um pouco à temática do 2.º Passeio das Pasteleiras de Pinhal Novo, mas nem por isso deixou de passar despercebida.
Trata-se de uma bicicleta dobrável Esmaltina 2002.

No autocolante "2002" podemos ler: Cómoda, segura, elegante e duradoura.

A terminar um pormenor do autocolante colocado lateralmente na forqueta.

Continue lendo...

2011/08/21

Envelope famel de 1963 (II)


Já aqui mostrámos um envelope igual a este da Famel, mas como este está em melhor restado de conservação, aqui fica.
O carimbo do selo permite a datação de 18 de Novembro de 1963.

Continue lendo...

2011/08/20

Revista Só Clássicas n.º 2


Mais um número da revista Só Clássicas, é o número 2.
Este número tem um suplemento dedicado ao Todos a Fátima, o que originou algumas alterações na revista, nomeadamente nas "fichas técnicas" que aparecem nas páginas centrais, dando lugar ao suplemento referido. Nele é possível encontrar uma secção sobre máquinas nacionais, destacando-se algumas Casal, Cruzador, Motalli e Pachancho. Seja pelo esforço da organização do evento, seja fruto do acaso, não há mais nenhum artigo na revista dedicado exclusivamente a rodas nacionais. tendo o leitor de se contentar com fotos de veículos que participaram em encontros / concentrações.
Na parte das fotos do mês aparece um imagem de uma Famel Victoria, em complemento ao artigo editado num número anterior sobre a marca Famel.

Continue lendo...

2011/08/19

1.º Passeio de Bicicletas Antigas - Castro Verde


No dia 10 de Setembro terá lugar o 1.º Passeio de Bicicletas Antigas, em Castro Verde.
Já estão abertas as inscrições, que poderão ser feitas até dia 5 de Setembro, para os contactos existentes no cartaz. Os organizadores informam que deverão ser fornecidos os seguintes dados: Participante - Nome completo. Data de Nascimento. Contacto. Bicicleta - Modelo e Marca. Ano (opcional).

Continue lendo...

2011/08/18

Famel cartão reparação


Lembram-se dos envelopes da Famel que já aqui mostrámos?
Pois este cartão tem o mesmo desenho e servia (ou foi usado) para registar as despesas com uma motorizada.
A lista de trabalhos feita com recurso a máquina de escrever, começa com pintura de motorizada por 150 escudos, seguindo-se 2 pneus (dos melhores!) por 312 escudos e acabando com 1 cabo de travão da roda da frente por 5 escudos.
Uma assinatura validava a relação de preços.
Era bom que os preços da época se mantivessem nos dias de hoje, convertidos para o euro!

Continue lendo...

2011/08/17

Bicicleta Rayl - 2.º Passeio das Pasteleiras de Pinhal Novo


Mais uma bicicleta que esteve no presente no 2.º Passeio das Pasteleiras de Pinhal Novo. Era da marca Rayl, de Birmingham, mas pelo conjunto adivinha-se que seja de fabrico nacional...

Quem puder deixar mais informações sobre esta marca, por favor use os comentários.

Continue lendo...

2011/08/16

Vídeos com jipe Portaro


Ter um jipe Portaro pode ser motivo de alegria e uma maneira de estar com os amigos.
Com alguma dedicação ao Portaro e um pouco de combustível no depósito, a máquina está pronta para percorrer os piores caminhos (o que não quer dizer que se ande a fazer asneiras!).

Estes vídeos paracem ser um exemplo do que é dito anteriormente, como se pode ver na página do utilizador Foradestrada4x4 do Youtube.com.

Continue lendo...

2011/08/15

Anfesa RV 50 M105 no Catálogo Motojornal 1991


Mais uma motorizada Anfesa que constava no Catálogo Moto Jornal de 1991.
É a Anfesa RV 50 M105, com motor Casal com 49,9 cc, 6 velocidades e carburador Bing 19.
O quadro era em duplo berço, a suspensão traseira tinha sistema mono-amortecedor de acção progressiva e os travões eram de disco, sendo o dianteiro de 260 mm e o de trás de 187 mm.

Continue lendo...

2011/08/14

Pachancho envelope e carta de 1966


Mais uma envelope para a colecção, neste caso com a vantagem de ter a carta e selo.
Note-se que o envelope e o papel da carta seguem a mesma linha, tendo no cabeçalho o emblema da Fábrica Nacional de Pistões Pachancho, de António Peixoto, Lda., bem como os contactos da mesma.

A carta é dirigida a um senhor da Marinha Grande que aparentemente terá contactado a marca pedindo informações sobre um grupo moto-bomba. A missiva teve a melhor atenção da Pachancho, que no entanto não conseguiu responder ao que lhe era solicitado.

O envelope e a carta eram o modelo n.º 0009.

Continue lendo...

2011/08/13

Chapa ASV para testa de quadro de bicicleta


Mais uma chapa para testa de quadro de bicicleta, neste caso da marca ASV.
É nova, mas antiga e nunca usada.

Para qualquer assunto relacionado com esta chapa, ou para a adquirir, contactar a oficina de João Ferreira:
Telem.: 965205686 - João Ferreira
Telem.: 916817999 - Nelson Ferreira
Ou usar o e-mail: n_a_ferreira@hotmail.com

Continue lendo...

2011/08/12

27.º Passeio Motas Antigas Moto Clube de Sintra


Já está agendada a 27.ª edição do Passeio Motas Antigas Moto Clube de Sintra, que terá lugar nos dias 3 e 4 de Setembro de 2011.
Aqui fica o texto que recebemos via e-mail:
"Amigo das motas antigas
Vai o Moto Clube de Sintra realizar mais uma vez o seu já tradicional encontro e passeio de Motas Antigas e Clássicas, fazendo-se o encontro no Largo D. Fernando II em S. Pedro de Sintra, contando desde já com a sua presença.
Apresentamos o programa assim como a ficha de inscrição.

Saiba mais em : Site Moto Clube de Sintra.

Sábado - 3 de Setembro:
09H00- Concentração no recinto da Feira de São Pedro. Exposição das Motos, entrega de lembranças, formalização das inscrições e início da Feira de Peças.
10H30-Saída para o passeio direcção à Vila com paragem no Largo do Palácio Sintra para café e queijada na Pastelaria Piriquita 2.
11H00-Continuação do Passeio em direcção aos Capuchos, Almoçageme, Praia Grande, Janas, Fachada, Magoito, (paragem) Fachada , Terrugem, Vila Verde, Lourel, Sintra . S. Pedro Sintra.
13H00-Almoço no Local do Encontro
17H30-Entrega de Troféus aos participantes
20H00-Fecho

Domingo 4 de Setembro:
10H00 Feira de Peças e Exposição de Motas
13H00 Churrascada
16H00 Encerramento

Tenha em atenção:
Não serão aceites motas com menos de 25 anos
Use a ficha de inscrição em anexo
As motos serão premiadas de acordo com critérios definidos pelo grupo de trabalho de análise nomeado pela Direcção que assumira toda e qualquer responsabilidade pelas opções tomadas.

Para qualquer esclarecimento adicional entre em contacto para 963122119."

Continue lendo...

2011/08/11

Caravana MMVV para venda de farturas e de churros


Mais uma caravana da MMVV, desta vez para fabrico e venda de farturas e churros.

É de dimensões generosas, o que se justifica porque a "casa" em questão é afamada localmente, e consequentemente, a procura das farturas e dos churros é muita.

Tem duas aberturas, uma lateral e outra central. na parte de cima, uma letreiro rebatível para um transporte em segurança.

Esta é a versão 5500, para venda de farturas e com WC.

Na parte de trás tem uma porta para acesso ao interior da caravana.

Tem ainda este ponto de água.

Continue lendo...

2011/08/10

IX Encontro de Amigos de Ciclomotores Antigos - Paço Branco


Nos dias 27 e 28 de Agosto realiza-se o IX Encontro de Amigos de Ciclomotores Antigos, em Paço Branco (Faro).
Para mais informações:
- Blogue oficial Paço Branco

Continue lendo...

2011/08/09

Autocolante Corga para varão de quadro de bicicleta


Mais uma marca de bicicletas a constar no blogue: Corga.
Segundo informações no fórum Amigos das Pasteleiras, as bicicletas Corga tinham este nome devido a uma localidade com o mesmo nome existente perto de Agueda, onde também se localizava a Ciclomotor Roma e a Confersil, marca que tinha estas bicicletas no seu catálogo.

Continue lendo...

2011/08/08

Catálogo Facar - Fábrica Nacional de Tubos Metálicos - 1958


Mais uma preciosidade que partilhamos com os nossos leitores e mais uma marca no blogue.
Trata-se da Facar - Fábrica Nacional de Tubos Metálicos, de António de Carvalho & Filhos, Lda., em Leça da Palmeira.

O catálogo é datado de 1958 e assim que se abre, pode-se ver uma fotografia aérea da fábrica, bem como apreciar o tipo de encadernação usado.

As instalações tinham um tamanho considerável, destacando-se no conjunto uma chaminé e um depósito de água. A área circundante foi esbranquiçada, de modo a realçar as instalações fabris.

Na página de apresentação pode-se ver a gama de produtos fabricados, que vão dos tubos metálicos, às argolas, passando pelos perfis.

Nesta página há um carimbo da empresa Cabral & Silveira, Lda. de Lisboa, que certamente era agente da marca na capital.

Mas alguns dos nossos leitores já estão a pensar: Mas esta empresa fez algum tipo de veículo nacional? Se não fez, qual a pertinência deste catálogo neste blogue?

A pertinência da apresentação deste catálogo justifica-se pela informação existente em algumas das páginas, que referem produtos para bicicletas e para motorizadas. Ainda que não conheçamos a carteira de clientes, adivinha-se que a EFS, a Famel ou a Vilar, tenham usado produtos desta marca.
Na página anterior é referido que tubos de aço redondos, soldados electricamente, não estriados, eram usados em escapes de motores.

Já os tubos de aço S. M. Redondos soldados electricamente e estriados a frio, recozidos ou não, eram usados especialmente em bicicletas e motocicletas.

E os tubos de aço redondos, cónicos eram usados para escoras de bicicletas.

A última página mostra outros produtos que não estão relacionados com o mundo das rodas nacionais, mas a título de curiosidade, mostramos os tubos curvos para leitos, os tubos de aço curvados para descargas de autoclismos e para irradiadores de aquecimento eléctrico.

Na contra-capa há a referência ao número de exemplares impressos (5.000), na Costa Carregal, do Porto.
O catálogo tem mais páginas, pelo que estudiosos da marca ou dos produtos da mesma, poderão solicitar uma cópia do catálogo, devendo para esse efeito realizar o contacto utilizando o e-mail.

Agora já sabem, quando quiserem dar um ar de mesmo entendidos em bicicletas e em motorizadas, em vez de se limitarem a dizer: "Esse farolim não é daí", ou "Esse autocolante não tinha esse tipo de letra", podem dizer: "Este tubo do quadro é da Facar!".

Saber mais:
- A FACAR e o seu fundador, António de Carvalho - Blogue Memória da Indústria

Continue lendo...